AVISO

O administrador deste blogue não é responsável pelas opiniões veiculadas por terceiros, nem a sua publicação quer dizer que delas partilhe, apenas as publica como reflexo da sociedade em que se inserem, dando-lhes visibilidade, mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia de situações menos claras do ponto de vista ético.

Atenção este blog tem tradutor se quiser traduzir clique com o botão direito do rato ou procure o tradutor no fim da publicação e clique onde diz traduzir para português ou outro idioma.


domingo, 5 de março de 2017

Dois argelinos fugiram a nado de navio no Tejo


Dois homens tentavam entrar ilegalmente em Portugal. Estão a ser procurados pela polícia

Dois argelinos que tentavam entrar em Portugal de forma ilegal terão conseguido fugir a nado de um navio-tanque aportado no rio Tejo, no terminal da Quimipor, no Barreiro. A notícia é avançada este domingo pelo Correio da Manhã: os dois homens, Jaloul Bensmail, de 44 anos, e Samir Miloudi, de 45, terão embarcado ilegalmente no navio Queen Isabella, que saiu do porto de Arzew, na Argélia, rumo a Portugal.
Os dois foram detetados pela tripulação do navio-tanque, que transportava gás, e foram detidos na enfermaria até à chegada em Portugal. As autoridades portuguesas foram informadas e os argelinos deveriam regressar ao país de origem logo que o navio aportasse. Porém, durante a descarga do gás, os dois homens conseguiram partir as janelas do compartimento em que se encontravam retidos e saltaram para o rio Tejo, tendo fugido a nado, escreve o CM.
Os dois argelinos foram identificados pela tripulação do navio, que entretanto regressou à Argélia, e estão agora a ser procurados pelas autoridades policiais.

Sem comentários :

Enviar um comentário