AVISO

O administrador deste blogue não é responsável pelas opiniões veiculadas por terceiros, nem a sua publicação quer dizer que delas partilhe, apenas as publica como reflexo da sociedade em que se inserem, dando-lhes visibilidade, mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia de situações menos claras do ponto de vista ético.

Atenção este blog tem tradutor se quiser traduzir clique com o botão direito do rato ou procure o tradutor no fim da publicação e clique onde diz traduzir para português ou outro idioma.


domingo, 5 de março de 2017

A BOINA POPULAR


A boina ficou popular devido à nobreza e artistas europeus que a usaram ao longo da história moderna. Pode-se dizer também que os escoceses e bascos consagraram esse acessório para o uso nas guerras. 
Che Guevara, Fidel, Camilo e outros guerrilheiros tornaram-na ainda mais famosa.
Deixou de ser um acessório militar depois que sua produção comercial iniciou com a industrialização no século XIX. A partir de 1920, as boinas começaram a ser associadas com as classes trabalhadoras da França e Espanha. Sua produção aumentou estratosfericamente em 1928, quando as mulheres ocidentais começaram a usá-la como um acessório de moda desportivo, influenciadas pelo tenista Jean Borotra. Já nos anos 50 virou símbolo de estilo, principalmente para o pessoal cool que ia declamar poesias nas cafeterias, conhecido como beatniks.


Sem comentários :

Enviar um comentário