NOTA

OS TEXTOS ASSINADOS POR OUTRÉM OU RETIRADOS
DE OUTROS BLOGUES OU SÍTIOS NÃO REFLECTEM NECESSÁRIAMENTE
A OPINIÃO OU POSIÇÃO DO EDITOR DO "desenvolturasedesacatos"

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Portugal é o segundo país da Europa com mais emigrantes


2,3 milhões de portugueses vivem no estrangeiro, ou seja, 22% da população. Logo a seguir a Malta, Portugal é o país da Europa com mais emigrantes


O último relatório do Observatório da Emigração mostra que se manteve em 2015 o mesmo número de saídas de Portugal para o estrangeiro registadas no pico atingido em 2013: acima das 110 mil por ano, refere a edição do jornal Público de hoje, que teve acesso ao documento.
Em 2015, segundo dados da ONU presentes no relatório, 2,3 milhões de portugueses vivem no estrangeiro, ou seja, 22% da população. Acima de Portugal no topo dos países europeus com mais emigrantes só está a república de Malta, no Mediterrâneo, que tem 24,7% da sua população emigrada.
Em terceiro lugar consta a Croácia, nos Balcãs, com 20,6% da população a viver no estrangeiro.
Relativamente à emigração lusa, o principal destino é o Reino Unido, onde entraram em 2015 32.301 portugueses, logo seguido da França, onde entraram 18.480, e da Suíça onde se registou a entrada de 12.325 portugueses em 2015. Seguem-se a Alemanha, com 9195 e Angola com 6715. Apenas a título de curiosidade, o país que menos interessa aos emigrantes portugueses é a longínqua Austrália, onde foi registada a entrada de apenas 103 emigrantes em 2015.
Mas a presença da emigração portuguesa é ainda expressiva em Espanha, Bélgica, Moçambique, Luxemburgo, Holanda, Brasil, Dinamarca, Estados Unidos, Canadá, Áustria, Noruega, Itália, Suécia, Irlanda e Macau.

Sem comentários:

Enviar um comentário