NOTA

OS TEXTOS ASSINADOS POR OUTRÉM OU RETIRADOS
DE OUTROS BLOGUES OU SÍTIOS NÃO REFLECTEM NECESSÁRIAMENTE
A OPINIÃO OU POSIÇÃO DO EDITOR DO "desenvolturasedesacatos"

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

O PAPA XICO VENDENDO O "OMO LAVA MAIS BRANCO" VAI REDUZINDO PENAS A PEDÓFILOS

Papa Francisco reduziu sanções contra vários clérigos culpados de abuso sexual















Clemência concedida pelo Papa aos sacerdotes que abusaram de menores é contestada à luz de um novo escândalo sexual na Igreja Católica. 

Papa Francisco diminuíu nos últimos anos as sanções emitidas contra vários clérigos envolvidos em abuso sexual de crianças, informa a AP. Estas decisões têm levantado polêmica depois que de revelado que um padre beneficiou destas medidas de graça e vai enfrentar um novo julgamento.

Em 2012, a Congregação para a Doutrina da Fé condenou por abuso sexual infantil o italiano reverendo Mauro Inzoli e decretou sua expulsão do sacerdócio. O clérigo recorreu da sentença e em 2014 o papa repudiou o tribunal eclesiástico e concedeu clemência ao  pastor.

Graças à intercessão do Papa, a punição de Inzoli foi reduzida a uma vida de oração e uma proibição sobre  estar perto de crianças. Além disso, ele foi excluído da sua diocese e foi condenado a passar cinco anos de psicoterapia.

No entanto, seu caso chegou aos tribunais comuns e, em junho 2016,e ele foi condenado por um tribunal criminal italiano por molestar cinco filhos entre 12 e 16 anos de idade. A sentença imposta foi uma pena de quatro anos e nove meses de prisão.

O porta-voz do Vaticano, Greg Burke, disse à agência que iniciou recentemente um outro processo canônico contra Inzoli com base nos "novos elementos" apareceram no caso. 



hoje RT
www.marchaverde.com.br

Sem comentários:

Enviar um comentário