AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

2DEZEMBRO2016 - O MUNDO MARAVILHOSO DOS GRAFFITIS











































EM 2015


CARTOONS - SONO PROFUNDO




FRANCESES E INGLESES CORTAM NAS COMPRAS DE NATAL E SÃO MAIS CAUTELOSOS - PORTUGUESES GASTAM MAIS

Depois do referendo que ditou a saída do Reino Unido da União Europeia, os britânicos parecem estar cautelosos, em relação ao futuro e isso reflete-se nas compras de Natal.
Segundo um estudo da consultora PricewaterhouseCoopers, em média, cada britânico espera gastar, este Natal, cerca de 280 libras, o equivalente a 331 euros, abaixo das 300 a 400 libras, entre 355 e 473 euros, que gastaram nas festividades em 2015.Também os franceses parecem estar a cortar nos presentes. Segundo um estudo do eBay/TNS -Sofres, os gauleses esperam gastar, em média, 247 euros em compras, menos 7 euros do que no ano passado.

–– ADVERTISEMENT ––


Contrariando a tendência, os portugueses parecem estar mais otimistas e mais generosos. Segundo um estudo da consultora Deloitte, as famílias portuguesas esperam desembolsar 359 euros, em compras, mais 45 euros do que em 2015.

VÍDEO

video

pt.euronews.com

Índios Sioux não "desarmam" contra o oleoduto do Dakota do Norte




O protesto contra a construção do oleoduto do Dakota do Norte, nos Estados Unidos, está para continuar apesar das baixas temperaturas. O governador do estado deu ordem de expulsão aos contestatários, sob o pretexto de os proteger de um frio glaciar, mas as cerca de cinco mil pessoas abrigadas em típís mantém a determinação.

Na próxima semana esperam-se temperaturas de 14 graus negativos, mas o frio não parece intimidar ninguém, como explica Loretta Reding, que veio da Califórnia para participar neste protesto:“Assim tudo é mais complicado e toda a gente está em permanência preocupada com toda a gente, mas ninguém vai sair daqui e é isso que eu acho lindo”.

Este oleoduto é uma conduta de 1.885 km, prevista para transportar 470.000 barris de petróleo por dia do Dakota do Norte para o Illinois, onde fará a ligação à rede dos oleodutos.
A obra está quase concluída à exceção do segmento que será instalado no fundo do rio Missouri, nas proximidades da reserva da tribo índia dos Sioux de Standing Rock.

No princípio de novembro, o governo federal proíbiu a companhia responsável pelo projeto de avançar com a travessia do rio e decidiu rever a licença que tinha sido atribuída ao Corpo dos Engenheiros do Exército dos Estados Unidos, proprietário do terreno.

A Energy Transfer, a empresa proprietária do oleoduto, defende a segurança ambiental do projeto.
“Nós somos apenas uma companhia que constrói infraestruturas, em toda a legalidade e estamos a fazer tudo o que é suposto fazer para construirmos um oleoduto seguro que vai atravessar o rio neste local”, diz o presidente Kelcy Warren.

Mas para os sioux de Standing Rock o risco de um acidente não pode ser exluído, uma fuga que possa poluir o rio Missouri que é a fonte de água potável da reserva que se encontra nas proximidades. Mas, para além dessa, têm outra razão importante:

“Isto é um espaço sagrado para nós porque é a nossa terra e era a terra dos nossos antepassados e eles estão sepultados nesta terra. O sítio onde eles querem fazer passar o oleoduto é o sítio onde estavam as sepulturas. E o sítio é sagrado para nós. Não se mexe na terra das sepulturas”, defende Winona Kasto

Os sioux de Standing Rock estão em protesto desde abril e a ser apoiados por mais 200 outras tribus de índios da América. Esta é o maior concentraçãod e nativos americanos desde há um século. Para eles, é uma espécie de despertar espiritual.



pt.euronews.com

ANDA COSTA ! A VIDA COSTA !


ANDA COSTA ! A VIDA COSTA !

NADA COMO AJUDAR OS POBREZINHOS AMIGOS !

QUANDO ERA DIRECTOR DA DIRECÇÃO GERAL DE IMPOSTOS GANHAVA 25.0000 EUROS POR MÊS, DEPOIS FOI PARA O GOVERNO DE PASSOS COELHO COMO MINISTRO DA SAÚDE (PAU PARA TODA A OBRA) E AGORA COM O MESMO ORDENADO DO FAMIGERADO DOMINGUES PARA A CGD !

GANHA QUANTO ? É VERGONHOSO PARA QUE SE POSSA SABER NÃO É !?

OS PORTUGUESES SERVEM PARA QUÊ ?