Apesar do Partido Socialista se manter inalterado, depois de dois meses de subidas expressivas, o mês de junho vê o Bloco de Esquerda e a CDU a subirem nas intenções de voto e elevarem a vantagem da esquerda para 19,1 pontos percentuais. Os partidos da esquerda somam agora 55,4% das intenções de voto dos portugueses enquanto os partidos que compuseram a coligação de direita, PSD e CDS, somam apenas 36,3% das intenções de voto.
O PS mantém assim os 38,5% que já tinha na sondagem do mês passado enquanto o PSD desce duas décimas para 32,1%. As décimas que o PSD desce são precisamente as mesmas que o CDS sobe, para 4,2%. O Bloco de Esquerda sobe para 10,2% quando o barómetro do mês passado recolhia 9,7% das intenções de voto. A CDU sobe uma décima para 6,7%.
A Aximage voltou a inquirir a confiança para Primeiro-Ministro e também aqui as notícias não são boas para Passos Coelho que volta a descer. Enquanto o atual Primeiro-Ministro António Costa, sobe, mais uma vez, de 54,5% para 55,2%, o ex-Primeiro-Ministro Passos Coelho desce, novamente, de 36,1% para 35,2%. São já 20 pontos percentuais que separam os dois na confiança para Primeiro-Ministro.

axim