Pelo menos dois homens morreram num tiroteio no campus da Universidade da Califórnia, Los Angeles (UCLA), que já foi encerrado pela polícia. As autoridades estão no local e pediram que as pessoas procurassem abrigo no interior dos edifícios e trancassem as portas.
Ainda não foi confirmado se as vítimas são estudantes ou funcionários, mas a polícia afirmou que é possível que uma das vítimas seja o atirador. O jornal Los Angeles Times tinha descrito o atirador como um homem branco de 1,80 m vestido de preto.

O tiroteio aconteceu pouco depois das 10 da manhã, 18 horas em Portugal, numa zona identificada como Boelter Hall, que faz parte do departamento de engenharia da UCLA.
Para além da polícia de Los Angeles, também está no local o FBI e a equipa de intervenção rápida. Nas redes sociais os utilizadores partilham imagens do aparato policial.
A cidade de Los Angeles foi colocado em alerta, segundo a Reuters, e foram destacados para o local centenas de agentes, assim como helicópteros.

Os alunos estão aos poucos a ser retirados dos edifícios e revistados pela polícia.



Alguns alunos aproveitam as redes sociais para informar os familiares e amigos que estão bem e mostrar o que se passa dentro da universidade.
A UCLA tem mais de 43 mil alunos.

www.dn.pt