AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


quarta-feira, 4 de maio de 2016

em rota de despedida


QUANDO A LIXA DA CAIXA DE FÓSFOROS SE ESTRAGA


Às vezes fico imaginando que algumas pessoas passam o dia inteiro inventando coisas par postar no Youtube. Só pode! Vejam o caso do Mr. Gear, especialista em vídeos com fósforos, que demonstra neste vídeo uma técnica para acender um fósforo usando um elástico e outro fósforo. 

VÍDEOS


Estes vídeos não deixam de ser curiosos e podem fazer a alegria da criançada. No entanto eles vem sempre acompanhados de uma justificativa, como no anterior onde o autor diz que o truque pode ser usado na falta da caixa de fósforo. Como assim? Quem vai ter fósforos sem uma caixa de fósforos?

No próximo vídeo ele diz que o truque pode ser usado quando a lixa lateral da caixa estiver gasta. Como assim? Em geral quando a caixa está desgastada os fósforos já findaram. Ademais quem é que risca um fósforo desta maneira visando realmente acabar com a lixa?



 http://www.mdig.com.br


Racismo aterroriza estudantes portugueses na Polónia



O medo e a tensão estão a crescer entre os estudantes portugueses na Polónia. Os incidentes com grupos de movimentos nacionalistas não param. Há relatos de alunos obrigados permanecer nos quartos durante um fim de semana para evitar confrontos com polacos com ideais racistas e xenófobos.

O episódio ocorrido em Rzeszow, com um estudante português a ser arrastado pelos cabelos e insultado por um militar polaco, não é único.

Em Bialystock, onde estudam cerca de 50 portugueses na Universidade e no Politécnico, o clima de tensão entre polacos e estrangeiros é permanente, contou ao JN um aluno.

A mesma fonte, que pediu para não ser identificada, revela que há conflitos permanentes na discoteca do campus universitário entre polacos e alunos estrangeiros, que culminam invariavelmente com a intervenção da polícia.



O ambiente académico entre estudantes Erasmus é "agradável", sublinha o aluno, mas constantemente perturbado por polacos.

"Os polacos, dotados de fisionomia mais forte e capaz, tendem, todas as noites quase sem exceção, a impor-se de modo provocatório, de forma a pôr medo aos estrangeiros", relata o estudante ao JN.

Estudantes avisados para não saírem dos dormitórios

Há dois fins de semana, os estudantes do programa Erasmus+ do Politécnico de Bialystock foram avisados por email de que não deveriam ausentar-se dos dormitórios, entre as 11 horas de sábado e as três da madrugada de domingo, por questões de segurança pois ia decorrer uma manifestação nacionalista.

Foram ainda advertidos de que não deveriam deslocar-se ao centro da cidade ou sequer circular no campus universitário para evitar "desagradáveis incidentes".

Durante esse sábado, dia 16 de abril, instalou-se "o medo e a revolta" entre os estudantes estrangeiros que, desde que chegaram, sentem que há um "olhar de lado" e um "julgamento" permanente contra aqueles que não falam polaco.

Como se não bastasse, na noite da manifestação um grupo de manifestantes realizou um concerto precisamente na discoteca do campus universitário.

O incidente provocou a demissão do diretor da fundação para o desenvolvimento daquela universidade, responsável pelo aluguer do espaço, conforme noticiou a Imprensa Polaca.

E obrigou o reitor da Universidade de Bialystock vir a público garantir que a comunidade académica não se identifica com os ideais daquele grupo nacionalista e que tal incidente não voltaria a ocorrer.

"Apesar de todo e qualquer reforço policial, o receio, a pressão, a ânsia...são reais. Os esforços do Politécnico são evidentes, mas sem qualquer efeito", contou o aluno.

956 portugueses estudam na Polónia

Após o incidente de Rzeszow, a Agência Nacional Erasmus+ Educação e Formação veio assegurar que tem estado em contacto com instituições de ensino portuguesas que tem manifestado preocupação relativamente à segurança de portugueses que se encontram em instituições polacas no âmbito do Programa Erasmus, em locais em que tem havido manifestações nacionalistas.

Estão atualmente 956 portugueses a estudar na Polónia ao abrigo daquele programa de intercâmbio de alunos. É o segundo destino dos estudantes Erasmus+.

Questionada pelo JN, sobre os incidentes em Bialystock, a Agência Nacional referiu que apenas teve conhecimento das agressões reportadas pela Imprensa em Rzeszow.

Mas mantém as recomendações aos bolseiros para que "cumpram as indicações de segurança emitidas pelas instituições de acolhimento, incluindo recolher obrigatório".

"Até que esta situação seja ultrapassada, é aconselhável que os bolseiros portugueses estejam atentos e não desrespeitem as normas de segurança em questão", frisa a Agência Nacional Erasmus+.

Em Portugal, também no âmbito do Programa Erasmus+, estão 1371 estudantes do Ensino Superior polacos.


http://www.jn.pt

UMA MULHER NEGRA ENFRENTOU 300 NAZIS QUE DESFILAVAM NO 1º DE MAIO NA SUÉCIA






  • No momento em que uma mulher se levanta para mais de 300 nazistas marchando na Suécia este 1 de Maio. A foto foi viral em toda a Escandinávia. Foto: TT News Agency


A imagem mostra o momento em que uma mulher corajosa está na frente dos líderes de uma marcha que reuniu mais de 300 nazistas, e recusando-se a deixá-los passar. A ativista é considerada uma herói na Suécia  por seu gesto "icônico" de desafio à marcha fascista.
A fotografia foi tirada em Borlange, Dalarna no centro da Suécia, onde a organização nazista Nordiska motståndsrörelsen (Movimento de Resistência Nordic) estava conduzindo uma demonstração em 1 de Maio.
Enquanto centenas de neo - nazis, vestidos com uniformes caseiros de camisa branca e gravata verde escuro, marcharam pelas ruas de Borlange,  Tess Asplund , uma mulher negra de 42 anos de idade, estava em seu caminho enfrentando o grupo com o punho levantado.
A imagem desta ação valente já foi compartilhado por milhares de escandinavos no Twitter e no Facebook

 organização neonazista  autodenominada extrema direita Nordiska motståndsrörelsen (Movimento de Resistência Nordic).
"

Bravura: Tess Asplund enfrenta os nazistas que marcham pelas ruas de Borlange (Suécia) antes de serem separados pela polícia.
Quando perguntado se ele não tinha medo de enfrentar os nazistas, muitos dos quais têm condenações por violentos de crimes de Asplund disse apenas: "Eu não tenho medo deles."
Fotógrafo David Lagerlöf, que capturou a ação de Asplund, escreveu em sua  página do Facebook  sobre a fotografia: "Uma Mulher sai e fica na frente da organização nazista mais violenta na Suécia".


Da França para a Suécia, neo-nazis e partidos xenófobos são fortalecidos no calor da anti-imigração  e as políticas coincidem


Asplund, 42 anos, tinha participado no mesmo dia de uma contra manifestação para protestar contra a marcha fascista.

periodicodigitalwebguerrillero.blogspot.pt

Lacuna regulamentar ou a ditadura das transmissões televisivas?




LÚCIO MIGUEL CORREIA

.



O campeonato nacional da mais importante competição desportiva do futebol profissional em Portugal (LIGA NOS) está ao rubro, quando apenas faltam duas jornadas para o seu fim.

Ditou a competência e qualidade desportiva demonstrada pelos eternos rivais de Lisboa ao longo da prova (SL Benfica SAD e Sporting Clube de Portugal SAD), que apenas um dos dois, obterá o mais importante e almejado troféu nacional de futebol profissional cá do burgo.

É facto indesmentível e do mais simples senso comum que, as duas próximas jornadas, serão decisivas sobre quem vai ser o próximo campeão nacional, pelo que - não tenhamos dúvidas - esta incerteza de âmbito desportivo aumentará o interesse nacional e internacional sobre a competição, quer a nível do público em geral, quer a nível de potenciais sponsors e agentes financeiros com capacidade de investimento no futebol português.

As competições desportivas em geral, em especial no futebol – veja-se o recente exemplo do Leicester na milionária Liga inglesa de futebol profissional - necessitam de vencedores imprevistos ou de múltiplos potenciais vencedores até à última jornada. É a emoção que faz o Desporto e a vida terem uma magia inolvidável.

Competições desportivas com vencedores antecipados fazem perder interesse público, provocando enormes quebras de audiências e de receitas aos clubes numa fase crucial da época.

Assim, há medida que a nossa principal competição profissional de futebol avança para o seu epílogo final, aliado ao número reduzido de potenciais vencedores, os motivos de interesse sobre quem vai ser o próximo campeão nacional de futebol profissional português aumenta, o que não deixa de ser, um apanágio interessante numa competição pautada pelo evidente desequilíbrio financeiro, desportivo e competitivo dos seus participantes.

Todavia, o Comunicado Oficial nº 352 do passado 29 de Abril do presente ano da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, determinou que os próximos jogos de Sporting SAD e SL Benfica SAD, referentes à 33º jornada do campeonato, sejam disputados por estas equipas, em dias e horários distintos.

Assim, a Sporting SAD disputará o seu jogo com a Vitória FC SAD no próximo dia 7 de maio (Sábado), pelas 20.45h, com honras de transmissão televisiva pela Sporttv, enquanto que, a SL Benfica SAD disputará o seu jogo no próximo dia 8 de Maio (Domingo) pelas 20.30h contra a Maritimo SAD, também com transmissão televisiva assegurada pelo mesmo canal.

Dispõe o art. 44º nº5 al. k) do Regulamento de Competições da LPFP que: “sem prejuízo de casos de força maior, os jogos correspondentes à última jornada de qualquer competição oficial a disputar por pontos devem ser realizados no mesmo dia e à mesma hora.

Prevê o art. 44º nº6 do Regulamento de Competições da LPFP que:Excetua-se do disposto na alínea k) do número anterior o caso dos jogos, devidamente autorizados pela Liga, cujos resultados não tenham interferência direta ou indireta na tabela classificativa, em matéria de promoções e despromoções, de obtenção do primeiro lugar, de lugares de posicionamento nas fases da Taça da Liga e de lugares de acesso às competições da UEFA.

Acrescentando o nº 7 da mesma disposição que: “Relativamente aos jogos a disputar na última jornada, a Liga, com vista a permitir a transmissão televisiva direta de jogos, pode autorizar as alterações em bloco de jogos que envolvam todos os clubes que disputem a obtenção de um mesmo objetivo, desde que o resultado desses jogos não possa ter, relativamente a terceiros clubes participantes na mesma competição, qualquer influência nos aspetos classificativos relevantes discriminados no número anterior, devendo esses jogos alterados ser realizados simultaneamente.”

Face ao exposto, o referido comunicado oficial da LPFP, não viola as mencionadas disposições regulamentares. No entanto, também não beneficia a credibilidade e integralidade da competição desportiva em causa.

Lá diz o velho ditado: “À mulher de César não basta ser honesta, tem de parecer honesta.”

Note-se e realce-se o agendamento dos restantes campeonatos europeus de futebol (Alemanha, França e Holanda), e mais concretamente em Espanha, onde os três grandes emblemas de “nuestros hermanos” (FC Barcelona, Atlético de Madrid e Real Madrid) se encontram separados por apenas um ponto a duas jornadas do fim, disputarão o título de futebol profissional até ao último segundo.

As Ligas alemã, francesa e holandesa e mais uma vez, em particular a espanhola - ao invés da nacional - para não prejudicarem ou beneficiarem nenhuma equipa, mas sobretudo, por razões de transparência, defesa da imagem e credulidade da competição, apesar da importante e incontornável questão dos direitos de transmissão televisiva, determinaram que na próxima jornada (a penúltima tal como em Portugal), todos os clubes jogarão ao mesmo tempo e à mesma hora, não dando azo a qualquer tipo comentário ou consideração indevida.

Ainda que atualmente se desconheça ou não esteja cientificamente comprovado, que o facto de uma determinada equipa jogar antes ou depois do rival direto, se traduza na obtenção de uma vantagem ou desvantagem desportiva relevante para o desfecho final de uma competição e para a sua classificação final, a verdade é que o agendamento de jogos decisivos para a obtenção do título de campeão nacional na penúltima jornada, em dias e horas completamente distintos, permite um conjunto generalizado de especulações e desconfianças que bem poderiam ser evitadas.

Da mesma maneira e sob o mesmo entendimento, tendo em conta os mesmos valores ético-desportivos supra identificados, estará em causa, nos jogos das equipas que pretendem assegurar um lugar numa competição europeia da próxima época (SC Braga, Arouca, Paços de Ferreira, Rio Ave e Estoril) bem como, nas equipas que ainda lutam pela permanência na Liga NOS (Vitória de Setúbal, União da Madeira, Académica de Coimbra e Tondela).

Tudo isto, já para não falar da ainda mais complexa e ultra competitiva Ledman Liga Pro onde as dúvidas sobre as equipas que ascenderão à Liga NOS e aquelas que poderão descer ao campeonato de futebol não profissional ainda são bem maiores, em que se justificaria ainda mais, que todos os clubes deveriam jogar ao mesmo tempo e à mesma hora a partir da penúltima jornada.

É sabido por todos, da dependência das principais instituições intervenientes do futebol nacional, relativamente às operadoras e aos direitos de transmissão televisiva das SADs de futebol, e não tenhamos a menor dúvida que este, foi um fator importante na elaboração e aprovação das referidas normas do Regulamento de Competições da LPFP, inexistindo qualquer lacuna regulamentar nesta matéria, mas sim, uma infeliz derrogação da famigerada e tão propalada “verdade desportiva”.

A denominada “ditadura” dos direitos de transmissão televisiva das competições de futebol, não é uma síndrome de característica nacional exclusiva.

Todavia, a importância e os interesses económicos dos aludidos e mencionados direitos de transmissão televisiva, jamais deverão ser superiores aos interesses da integralidade das competições desportivas em que se inserem.
Fica o alerta para quem de Direito.


Advogado na MGRA Soc. Advogados (lmc@mgra.pt) e Docente Direito do Desporto Universidade Lusíada de Lisboa

IN "SOL"
03/05/16 

apeidaumregalodonarizagentetrata.blogspot.pt

VÍDEO - Bruxelas: CE propõe isenção de vistos para cidadãos turcos

larger_text
As longas filas de cidadãos turcos que anseiam por obter o visto para viajar na União Europeia (UE) parecem ter os dias contados.
A Comissão Europeia propôs, esta quarta-feira, a isenção de vistos para nacionais turcos a partir de junho. Esta contrapartida de Ancara soma-se à exigência de um pacote financeiro de seis mil milhões de euros e de um novo impulso no processo de adesão do país à UE. Tudo está contemplado no acordo com o bloco comunitário para fazer face à crise migratória.
“A crise de refugiados e os fluxos de pessoas rumo à Europa através da Turquia são, de certa forma, um catalisador para a Turquia se aproximar mais da Europa”, disse o comissário europeu com a pasta da Imigração, Assuntos Internos e Cidadania, Dimitris Avramopoulos.
A Comissão Europeia ressalva que apesar dos progressos registados no cumprimento de requisitos exigidos, Ancara ainda tem trabalho pela frente.
Ainda no quadro da crise migratória, o executivo comunitário propôs, também esta quarta-feira, um novo sistema europeu de asilo que prevê uma “contribuição solidária”. Na prática trata-se de uma espécie de sanção a aplicar aos Estados-membros que não cumpram o sistema de quotas obrigatório.
As contribuições, no valor de 250 mil euros por pessoa recusada, serão pagas ao país que aceite receber os refugiados.
“Ou enfrentamos este desafio juntos ou desistimos de fazer face ao problema, com consequências terríveis para todos, porque se não existe solidariedade aqui num curto período de tempo não haverá solidariedade em outros lados e em outros domínios”, sublinhou o vice-presidente da Comissão Europeia, Frans Timmermans.
Os países que tiverem a capacidade de acolhimento completo e outros territórios como o Reino Unido, Irlanda e Dinamarca poderão escolher se querem fazer parte deste sistema.
VÍDEO



pt.euronews.com

4MAI2016 - IMAGENS CURIOSAS E ENGRAÇADAS + GIFS ANIMADOS PARA ALEGRAR O SEU DIA














GIFS ANIMADOS






















4MAI2016 - O MUNDO MARAVILHOSO DOS GRAFFITIS