AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

ESTA CASA DE HABITAÇÃO É NA VERDADE UM PALÁCIO RENASCENTISTA TRANSFORMADO

Do lado de fora, esta casa em Newport, no estado americano de Oregon, ainda que bela, parece muito comum e corriqueira como qualquer outra do bairro onde está localizada: com paredes de tijolos amarelados, revestimento branco e uma garagem para dois carros. Mas ela guarda um segredo e você vai se surpreender ao saber que no interior ela é realmente um opulento palácio da era renascentista completo com portas talhadas à mão, vitrais e decoração antiga com séculos de idade.

Esta casa de aparência comum é na verdade um palácio renascentista disfarçado
A casa pertence a um único membro da nobreza britânica: a Condessa de Shannon, Almine Barton. Aparentemente ela tem uma excelente razão para manter o impressionante contraste entre o espetacular interior e a simples fachada externa: impostos.
Esta casa de aparência comum é na verdade um palácio renascentista disfarçado
Nascida na África do Sul, Almine imigrou para os EUA e se casou com um advogado local antes de comprar esta casa em 1979. Depois que eles se divorciaram, ela viajou para o Reino Unido, onde conheceu e se casou com Richard Boyle Bentinck, o nono Conde de Shannon. Anos mais tarde, já tendo viajado o mundo, Almine percebeu que seria uma boa escolha criar os filhos em Newport.
Esta casa de aparência comum é na verdade um palácio renascentista disfarçado
- "Três quarteirões separam a casa de lindas praias selvagens", disse ela. - "É uma pequena cidade segura e as pessoas são simpáticas. Se você esquecer sua carteira em algum lugar, eles dizem, 'Deixa para pagar na próxima vez'.""
Esta casa de aparência comum é na verdade um palácio renascentista disfarçado
Então, ela decidiu voltar para a casa de 300 metros quadrados, três quartos, três banheiros que ela já tinha comprado, mas também para adicionar um toque de classe impressionante ao seu interior.
Esta casa de aparência comum é na verdade um palácio renascentista disfarçado
- "Era uma casa suburbana comum"disse ela ao Yahoo Real Estate- "O proprietário construiu com materiais básicos, mas de uma forma muito, muito sólida e resistente. No entanto, quando notei que o espaço interior era pequeno, simplesmente não parecia bom para mim."
Esta casa de aparência comum é na verdade um palácio renascentista disfarçado

Então ela assumiu a tarefa de transformar a casa simples em uma habitação digna de uma nobreza, deixando o exterior intacto para manter sua fatura fiscal tão baixa quanto possível.
Esta casa de aparência comum é na verdade um palácio renascentista disfarçado
Almine tomou seu tempo mudando cada aspecto da casa um ano de cada vez, gastando milhares de dólares ao longo de 40 anos. Ela derrubou primeiro as paredes internas para criar um grande hall frontal que se abre em uma grande sala de estar. Remodelou o antigo teto da sala de estar e instalou novas vigas com detalhes intrincados dourados.
Esta casa de aparência comum é na verdade um palácio renascentista disfarçado
As paredes foram cobertas de seda Moiré e cetim de seda francesa Schumacher; portas de carvalho esculpidas a mão e piso de carvalho branqueado. Esses materiais eram tão caros que alguns dos artesãos tínhamos mesmo medo de danificá-los. Almine teve de passar meses à procura de alguém disposto a instalar os tecidos  nas paredes, que custaram uma pequena fortuna.
Esta casa de aparência comum é na verdade um palácio renascentista disfarçado
- "Eles estavam com medo de estragar tudo por causa do custo elevado do tecido", disse ela. - "O homem que instalou o papel de parede costumava vir bêbado todos os dias porque estava nervoso com medo de estragar tudo."
Esta casa de aparência comum é na verdade um palácio renascentista disfarçado
As janelas comuns foram substituídas por vidros laminados a mão ou vitrais provenientes de catedrais. O quarto principal no andar de cima apresenta um par de janelas de catedral retratando São Pedro, que foram encontradas em um sótão na Inglaterra.
Esta casa de aparência comum é na verdade um palácio renascentista disfarçado

Há vitrais nas janelas da sacada de uma velha igreja inglesa no andar de baixo, bem como duas janelas com vitrais do século 18 da catedral de Lancaster.
Esta casa de aparência comum é na verdade um palácio renascentista disfarçado
Como as janelas coloridas tornaram a casa mais escura do que o normal, Almine compensou escolhendo tecidos e cores que refletem a luz para decorar o resto da casa.
Esta casa de aparência comum é na verdade um palácio renascentista disfarçado
- "É como viver dentro de um quadro de Rembrandt", disse ela.
Esta casa de aparência comum é na verdade um palácio renascentista disfarçado
Almine acrescentou mobiliário forrado com veludo e peças de decoração antigas para a casa lentamente: um lustre de cristal de chumbo australiano, livros antigos que datam desde o século 17, cortinas que valem uma pequena fortuna, tapetes de seda artesanal, móveis de madeira da era vitoriana, armários antigos feitos de madeira violino e trabalhos em estuque italiano.
Esta casa de aparência comum é na verdade um palácio renascentista disfarçado
Infelizmente, Almine sofreu um derrame um par de anos atrás, e encontrou dificuldades para manter a sua casa palaciana desde então. Depois de muita deliberação, ela chegou a uma decisão difícil: quer vender a casa que foi sua "obra de arte em andamento" nas últimas quatro décadas.
Esta casa de aparência comum é na verdade um palácio renascentista disfarçado

Ela está avaliada em 399 mil dólares (1,6 milhões de reais), mas ela não está disposta a vender para qualquer pessoa que possa tentar desmantelar o interior e vendê-lo.
Esta casa de aparência comum é na verdade um palácio renascentista disfarçado
- "Eu estou envergonhada de dizer que me sinto um tanto sentimental sobre isso", disse ela. - "A arte nela, a cortina que coincide com os tapetes que coincide com o estofamento."
Esta casa de aparência comum é na verdade um palácio renascentista disfarçado
- "Eu vou trabalhar com alguém que possa ver o que estou vendo em termos de valor, que não se esqueça de tudo isso a venda peça por peça", acrescentou. - "Pode soar um pouco tolo, mas seria como tirar o Memorial Lincoln e vender seus tijolos." Ela está disposta também a incluir todos os móveis antigos por um preço extra de 50 mil dólares.
Esta casa de aparência comum é na verdade um palácio renascentista disfarçado
De acordo com especialistas no mercado imobiliário, o preço que Almine está pedindo pela casa está na "média" para o tamanho da propriedade e seu interior.
Esta casa de aparência comum é na verdade um palácio renascentista disfarçado
Fonte: Realtor.

 http://www.mdig.com.br

27 FOTOS DE VESTIDOS TRADICIONAIS DE CASAMENTO POR TODO O MUNDO

Em muitos países, um vestido de noiva é uma manifestação da herança de um casal, tanto cultural quanto social. A cor, a forma e os detalhes são desenhados de acordo com seus costumes e crenças religiosas. Na Turquia, por exemplo, a noiva veste um cinto de "virgindade" vermelho para dar sorte, e na Eritreia ela usa acessórios como uma coroa e manto feitos de veludo de cor roxa com uma túnica dourada; uma vestimenta considerada horrorosa pela maiorias dos ocidentais. Claro, não há duas noivas iguais, e as tradições podem variar por região. Vamos dar uma olhada em como são os vestidos de noiva usados ao redor do mundo?

Uma linda mulher búlgara usa seu vestido de noiva tradicional nas montanhas de Rhodope. Felizmente, para ela, não existe a tradição de ser trollada pela sogra (continue lendo e você já vai entender)
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 01
Via: Stoyan Nenov/Reuters
Antes que uma noiva turca deixe a casa de seu pai para a cerimônia de casamento, um irmão ou tio amarra um cinto de virgindade vermelha ao redor de sua cintura. A cor significa sorte, sexualidade e felicidade.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 02
Via: Umit Bektas/Reuters
Em um casamento em Ribnovo, Bulgária, o rosto da noiva é pintado de branco e decorado com lantejoulas coloridas por sua sogra. O costume é secular e é um dos destaques da cerimônia que dura dois dias.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 03
Via: Stoyan Nenov/Reuters
As noivas do Sri Lanka combinam tradições orientais e ocidentais, vestindo saris seda pesadamente bordados e véus europeus. Suas jóias devem incluir um número ímpar de pedras preciosas, já que números ímpares são considerados auspiciosos.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 04
Via: Dinuka Liyanawatte/Reuters
De acordo com o Tznius, um guia judaico de modéstia, a noiva ultra-ortodoxa deve usar um vestido folgado que cubra tudo, inclusive o seu rosto e as mãos.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 05
Via: Ronen Zvulun/Reuters
Noiva tradicional no Tajiquistão usa um vestido branco simples sobre um par de calças. No decorrer da cerimónia, que pode durar dias, ela usa outros vestidos correspondentes.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 06
Via: Nozim Kalandarov/Reuters
A indonésia é composta ao todo por 8.000 ilhas, e a moda varia conforme a região. A maioria das noivas veste cores vibrantes com bordados pesados.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 07
Via: Beawiharta/Reuters
Três dias antes de uma mulher indonésia casar, ela pode ter suas unhas, mãos e pés pintados com pássaros e flores de henna.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 08
Via: Damir Sagolj/Reuters
Vermelho profundo, rosa e roxo são as cores preferidas de uma noiva paquistanesa no dia de seu casamento. Alguns casais colocam guirlandas em torno de si como um símbolo de amor e aceitação.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 09
Via: Akhtar Soomro/Reuters
16 enfeites, além de um sari vermelhão ou uma saia lehenga, adorna a noiva indiana da cabeça aos pés. Este costume, chamado Solah Shringar, inclui o pó vermelho brilhante aplicado no cabelo, gemas da orelha e correntes amarradas ao redor dos tornozelos.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 10
Via: Anindito Mukherjee/Reuters
Em Núbia, a noiva usa três véus: um colorido no alto da cabeça, um simples sobre seu rosto, e um branca que cobre a cabeça inteiramente.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 11
Via: Noor Khamis/Reuters
Vestuário tradicional do casamento na Eritreia inclui coroas feitas com veludo de cor escura e vestes em roxo e dourado. A noiva combina sua roupa com o marido.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 12
Via: Finbarr O'Reilly/Reuters
O traje nacional de Tuvan reflete um modo de vida nômade. O vestuário poderia facilmente ser usado ao montar um cavalo e apresentam cores vivas e riqueza de detalhes.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 13
Via: Ilya Naymushin/Reuters
Um dia antes de um casamento tibetano, o noivo dá a sua noiva um vestido de casamento e jóias, que podem incluir uma mantilha, peças de prata que adornam suas tranças, ou um amuleto que contém uma pequena estátua de metal do Buda.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 14
Via: Damir Sagolj/Reuters
Ainda que a noiva palestina use um vestido branco deslumbrante no dia do casamento, o vestido henna -usado na noite anterior- tem um lugar especial em seu coração. A cor é personalizada para a noiva e é feito a mão por sua mãe.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 15
Via: Mohammed Salem/Reuters
Na serra de Lima, Peru, as noivas tradicionais usam muito vestidos rodados vermelhos e pretos, feitos por várias camadas de tecido de algodão, com saiotes fortemente bordados.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 16
Via: Lucero Del Castillo/Reuters
A moda ocidentais se infiltrou no Jordão, onde noivas usam vestidos brancos tradicionais e ouro ou jóias de prata. Muitas vezes, um pano de seda verde adorna suas cabeças, já que a cor simboliza o crescimento, harmonia e segurança.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 17
Via: Ali Jarekji/Reuters
Em Mali, a noiva umsa uma espécie de robe (ou tùnica) chamado de kaftan, que coincide com a cor do dashiki do noivo. Enquanto o branco é mais comum, algumas festas de casamento optam por rosa ou roxo, as cores da realeza Africana.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 18
Via: Juan Medina/Reuters
O traje tradicional coreano, chamado de hanbok, vem sendo usado por noivas por milhares de anos. Ele inclui um casaco de mangas compridas e uma saia de cintura alta feita de algodão branco ou seda.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 19
Via: Wong Maye-E/AP
Um quimono branco-neve é envolto em torno das noivas tradicionais no Japão. A mantilha de seda combinando, chamada de tsunokakushi, esconde seus "chifres do ciúme" e sinaliza sua intenção de se tornar uma esposa obediente.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 20
Via: Itsuo Inouye/AP
A noiva marroquino dá um show com três trocas de roupa. Durante a recepção, ela troca o kaftan branco por uma roupa que reflete a religião de sua família.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 21
Via: Eve Coulon/Reuters
Uma noiva nigeriana se destaca por sua blusa de renda colorida e estampados kaftans, muitas vezes feitos de tecidos indianos importados. Contas de corais e uma mantilha completam o look.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 22
Via: Akintunde Akinleye/Reuters
Na Chechênia, onde um código de vestimenta que enfatiza a modéstia é rigorosamente aplicado, as noivas usam vestidos brancos que as cobrem da cabeça aos pés. Fechos de metal adornam o busto, e um cinto de prata -uma herança passada de mãe para filha- vai pendurado em sua cintura.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 23
Via: Musa Sadulayev/AP
As noivas iraquianas tradicionais podem definir o recorde de mais trocas de roupa. Cada um de seus sete vestidos tem uma cor diferente do arco-íris. O vermelho representa o amor e romance.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 24
Via: Bakr al-Azzawi/Reuters
Nesta foto uma noiva italiana, Alexandra preferiu se casar de verde com o jogador romeno Adrian Mutu, por acreditar que a cor pode trazer sorte e fertilidade. Mas a maioria esmagadora das noivas italianas, no entanto, prefere o vestido branco tradicional.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 25
Via: Reuters
As noivas americanas nem sempre usaram branco. Ao longo do século 19, elas usavam o que consideravam seu melhor vestido, já que era impossível limpar tecidos brancos com a mão e eram reservados para os ricos.
A rainha Vitória quebrou esse status quo em seu casamento de 1840, quando decidiu se casar com um vestido de cetim de seda branco, em vez da cor prata que a realeza devia usar, conforme o protocolo daqueles tempos. As revistas femininas abraçara a ideia, e o vestido branco de noiva acabou se tornando quase que um padrão em todo o mundo.
27 belas fotos de vestidos tradicionais de casamentos por todo o mundo 27
Via: Stephen Lam/Reuters
http://www.mdig.com.br

FERNANDO ROSAS, O ENGRAÇADINHO



Entrevista ao jornal “i” de 13 de Setembro de 2015:
«(…)
Se o BE apresentar um candidato próprio, está disponível para se candidatar?
(risos) Não. A política, hoje, não é para homens de 70 anos. Hoje, a política exige gente nova. Não estou a dizer que deixei de fazer política. Nasci na política e vou fazer política a vida toda. Agora, também tenho a noção do ridículo e da responsabilidade. Há uma nova geração que está a emergir agora. Olhe para as nossas meninas magníficas: a Mariana Mortágua, a Catarina Martins e a Marisa Matias.
Elas podem não gostar de serem chamadas meninas…
Mas é no sentido carinhoso do termo!
(…)»
e
Entrevista à Lusa, 17 de Janeiro de 2016:
«(…)
O historiador foi perentório ao defender que a “única candidata que tem um projeto político claro nestas eleições é Marisa Matias“.
E fê-lo sem habilidades de circo, sem ter um terço escondido no bolso nem sermões e piscar de olhos para nenhuma confissão religiosa“, ironizou ainda.
(…)»

Via: O CASTENDO http://ift.tt/1PA8nx5

Há algo aqui que não bate certo ! - Ex-deputado do PSD detido por falhar testemunho José Eduardo Martins foi detido em Lisboa.




Ex-deputado do PSD detido por falhar testemunho 

José Eduardo Martins foi detido em Lisboa. 


O antigo deputado do PSD e ex-secretário de Estado José Eduardo Martins foi detido em Lisboa na passada quinta-feira pela PSP por ter falhado uma diligência num processo em que é queixoso.   

José Eduardo Martins tinha feito queixa ao seguro por causa de um assalto à sua casa em Grândola, mas não tinha comparecido para prestar o seu testemunho junto das autoridades, razão pela qual foi condenado a uma multa de 204 euros.   

O caso é relatado pelo próprio num artigo de opinião no Jornal de Negócios. 

O ex-deputado começa por dizer que a polícia lhe tocou à porta pelas 07h30. "Vou à porta e sem me explicarem porquê dois agentes, desfardados, com cara de poucos amigos e muita experiência, comunicaram-me que estou detido", confessou o também advogado.   

"Lá me encarceraram numa cela que, a rir, disseram já ter albergado um ex-primeiro-ministro. 

Pedi outra. Já não tinha direito a mais pedidos".   

Perguntaram-lhe porque não justificou a falta. 

"Explico que só faço queixo pelo seguro e que não estou à espera que o criminoso apareça". 

O antigo deputado termina a crónica, garantindo que a lição está dada: 

"Não me queixo mais".

 http://www.cmjornal.xl.pt

UM PESADELO CHAMADO UNIÃO EUROPEIA


- As estrelas estão a perder o brilho -

Já aqui escrevi várias vezes que fui um entusiasta apoiante da adesão de Portugal à Comunidade Económica Europeia (CEE), um acérrimo defensor da União Europeia (UE) e considerei uma honra a entrada de Portugal no Clube do Euro.

O decorrer dos anos fez-me atentar no quanto iludido eu estava. Com a nomeação (não por eleição) por compadrio ideológico e interesses financeiros, para os mais altos cargos europeus de gente sem escrúpulos, gente sem princípios democráticos e de políticos subservientes e incompetentes, a UE foi-se afastando do seus princípios fundadores e desviou-se 180º do rumo que tinha traçado.

Chegamos à atualidade com uma União, pobre, descaraterizada, esventrada, minada por lobistas e intriguistas, na qual reina um poder quase absoluto de dois ou três estados que se apropriaram das instancias de decisão e através delas subjugaram os restantes:

- Multiplicaram-se os Órgãos e os cargos preenchidos por burocratas nomeados por diretórios políticos dos países mais poderosos;
- Alguns países membros, verdadeira razão para a existência de uma União, são desrespeitados e descredibilizados por dirigentes autoritários sem qualquer mandato democrático;
- Todos os países membros estão sujeitos a uma cartilha de deveres, que os mais influentes só cumprem quando lhes convém, e que são os mesmos que reservam para si todos os direitos;.
- Os Governos de países soberanos, que ascenderam ao poder em resultado de eleições democrática e livres, são descredibilizados pelos mais altos dirigentes Europeus e destruídos na Comunicação Social a soldo dos interesses de influentes minorias poderosas bem instaladas na orgânica da União;
- A sua unidade monetária (€) que deveria ser a salvaguarda da manutenção de equidades e valer o mesmo para todos, vale mais para uns do que para outros (com 10€ deveria poder adquirir-se o mesmo em Portugal ou na Alemanha);
- A União Económica é uma mentira (o salário de um médico deveria ser igual em Portugal ou em França. Era este o espírito da fundação da União);
- A União Politica é um engodo no qual os Órgãos de cúpula (não eleitos, repito) mandaram a democracia às urtigas e governam a Europa através da chantagem, do medo e das “informações” convenientes que passam para os média.

Definição: - A União Europeia é uma união económica e política de 28 Estados-membros independentes.
Realidade: - A União Europeia é uma união económica e política de alguns Estados-membros independentes que subjugaram outros estados-membros que perderam a independência.

A União Europeia foi um sonho que se transformou num pesadelo.



pralixados.blogspot.pt