sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

PSP e secretas atacam escolas de mercenários


Há casos de efetivos que abandonaram as fileiras policiais e militares e se encontram em "missões internacionais", não só na Europa como no Médio Oriente.
 
ARQUIVO
Empresa nega tudo

Informações oriundas dos serviços secretos de dois "países amigos" europeus levaram a PSP para o terreno.
Esta semana, a PSP participou ao Ministério Público que uma empresa privada de Braga estará a ministrar, alegadamente, "formação policial e militar", o que é da exclusiva competência das entidades estatais, autuando ainda a "Legion" numa contraordenação muito grave, que implicará uma coima de 15 a 75 mil euros. A empresa já negou tudo
.

Sem comentários: