AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


quinta-feira, 17 de setembro de 2015

VÍDEO - NUNCA É DEMAIS DENUNCIAR E LEMBRAR - M. José Morgado denuncia irresponsabilidade dos politicos

M. José Morgado denuncia irresponsabilidade dos politicos






Na segunda parte do video veja um deputado a tentar silenciar MJM quando ela começa a denunciar a incompetência dos políticos
Agora expliquem-me como é que este personagem, Ricardo Rodrigues, pode ser deputado? Como pode ser eleito?
O jornalista da SIC Estevão Gago da Câmara escreveu no "Açoriano Oriental", quando o agora conhecido deputado integrou as listas do PS para o parlamento nacional, que este se envolvera "com um gang internacional".
A verdade é que o deputado a quem os socialistas deram a pasta do combate à corrupção nos debates parlamentares recorreu aos tribunais para que o jornalista desse o dito por não dito.

A justiça deu duas vezes razão a Gago da Câmara.

VÍDEO

video


ARTIGO COMPLETO: http://goo.gl/eEplrR

ARTIGOS DE MARIA JOSÉ MORGADO::http://goo.gl/HdOdcl

Emergências: INEM pára a três dias das eleições


Os técnicos do INEM vão fazer greve a 1 de Outubro. Sindicato diz que negociação do Ministério da Saúde "foi um engodo para os trabalhadores".

Os técnicos do INEM - Instituto Nacional de Emergência Médica marcaram uma greve nacional para o próximo dia 1 de Outubro em protesto pela falta de conclusão da carreira que estava a ser negociada com o Ministério da Saúde.

Segundo Luís Pesca, dirigente da Federação Nacional de Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais, os tripulantes de ambulâncias do INEM e os trabalhadores dos centros de orientação de doentes urgentes (CODU) decidiram marcar uma greve nacional para dia 1 do próximo mês, que coincidirá com uma manifestação de protesto em Lisboa.
 .
"Os trabalhadores do INEM reivindicaram uma carreira, houve um compromisso por parte do Ministério da Saúde para a revisão e negociação da carreira e, lamentavelmente, na semana passada, o secretário de Estado Adjunto da Saúde informou-nos que esta carreira não ia ver a luz do dia nesta legislatura", afirmou Luís Pesca em declarações à agência Lusa.

Para a Federação de Sindicatos, o Ministério da Saúde andou a enganar os trabalhadores ao solicitar que parassem os seus momentos de luta porque a carreira estava a ser negociada e ia ser finalizada.
"Foi um engodo aos trabalhadores", resumiu Luís Pesca.

Assim, os técnicos de emergência e os técnicos de ambulância do INEM decidiram avançar com um pré-aviso de greve nacional para dia 1 de outubro, três dias antes das eleições legislativas.
A Federação Nacional de Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais considera que o ministro da Saúde teve uma "postura inaceitável" em todos os processos negociais com os sindicatos ao longo de quatro anos de governo.

"O Ministério da Saúde não soube em quatro anos, no que diz respeito a revisão de carreiras, não soube terminar nenhum. Foi uma grande incompetência e uma grande mentira", comentou Luís Pesca.
Além do caso dos trabalhadores do INEM, a Federação de Sindicatos exemplifica ainda com as carreiras de técnicos de diagnóstico e terapêutica, com a carreira de técnico superior de saúde e com os trabalhadores auxiliares da saúde.

"O ponto de situação que fazemos é que em quatro anos de governação PSD/CDS os trabalhadores da saúde estão piores do que quando este Governo entrou", declarou o dirigente sindical.

* Não são só os trabalhadores da saúde que estão piores que em 2011, é o país todo, o engodo da troika e da dívida fez com que os portugueses enchessem de dinheiro os cofres dos bancos franceses e alemães.

apeidaumregalodonarizagentetrata.blogspot.pt

A MAIS BELA BIBLIOTECA DO MUNDO É EM PRAGA - FOTOGALERIA

Esta biblioteca barroca, localizada no Clementinum, um complexo histórico dos edifícios em Praga, abriu suas portas pela primeira vez em 1722 como parte da Universidade Jesuíta, e coleciona mais de 20.000 livros. Os afrescos do teto foram pintados por Jan Hiebl simbolizando a sabedoria antiga. Em 1781, o diretor Karel Rafael Ungar estabeleceu ali a chamada "Biblioteca Nationalis", uma coleção de literatura mozartiana, material pertencente a Tycho Brahe e Comenius, bem como exemplos históricos da literatura checa.


Alguns dos raríssimos livros históricos desta coleção foram mais tarde enviados ao Google para que fossem escaneados, e eventualmente estarão disponíveis no Google Books.

Assim como a própria biblioteca é um tesouro pouco conhecido, tem vários dados que as pessoas não sabem: o Clementinum  costumava ser o terceiro maior colégio jesuíta do mundo; registram o tempo local desde 1775 e ainda continuam fazendo; e aparece em uma novela do famoso escritor argentino Jorge Luis Borges.
01
A mais bela biblioteca do mundo fica em Praga 01
Via: Olivier Martel Savoie
02
A mais bela biblioteca do mundo fica em Praga 02
Via: Sean Yan
03
A mais bela biblioteca do mundo fica em Praga 03
Via: Klementinum
04
A mais bela biblioteca do mundo fica em Praga 04
Via: Klementinum
05
A mais bela biblioteca do mundo fica em Praga 05
Via: ccmailb
06
A mais bela biblioteca do mundo fica em Praga 06
Via: Travel Photo Adventures
07
A mais bela biblioteca do mundo fica em Praga 07
Via: LuizLouisLuix
08
A mais bela biblioteca do mundo fica em Praga 08
Via: Travel Photo Adventures
09
A mais bela biblioteca do mundo fica em Praga 09
Via: HD Wallpapers
10
A mais bela biblioteca do mundo fica em Praga 10
Via: BlogMata

http://www.mdig.com.br

VÍDEO - PERCUSSIONISTAS BÁVAROS USAM, CAIXAS DE FERRAMENTAS E CONSEGUEM ESTA PERFOMANCE DE SOM

Grupo de percussionistas bávaros utilizam caixas de ferramentas para uma performance única













Se você gosta de assistir vídeos de pessoas encontrando novas e interessantes maneiras de fazer música, essa performance vai deixá-lo bastante impressionado ao verificar que alguém consegue fazer isso com algo tão trivial e sem graça quanto uma caixa de ferramentas. O grupo de música conhecido como Alpine Drums  sabe mesmo como manter o ritmo! E ainda que não estejam usando instrumentos básicos da percussão, como todo mundo esperaria ver e ouvir, conseguem demonstrar que são percussionistas incríveis!


Usando caixas de ferramentas antigas, armários de metal e chaves de boca, este grupo da Baviera certamente sabe como manter um público entretido.








VÍDEO


 http://www.mdig.com.br

UMA BELA COLECÇÃO DE GIFS ANIMADOS








 
Werner Hornung_Rapid eye movement
 .gif animation: George RedHawk (google.com/+DarkAngel0ne)

PINTURA ALEAH CHAPIN - Estamos acostumados a um sistema de mídia que está constantemente a introduzir a exposição de estereótipos femininos completamente errados, que enfatizam a perfeição do corpo como um valor fundamental para conseguir a aceitação social.

Aleah Chapin - Aunties Projeto

Aleah Chapin - Aunties Projeto

ATENÇÃO


A TRADUÇÃO É DO MOTOR GOOGLE E TEM ALGUMAS 

IMPERFEIÇÕES



Singularidade moagem perfeição e abre caminho para a natureza humana.

por Annalisa Grassano

O ideal estético é o resultado de uma construção sócio-cultural e, como tal, está sujeito a uma variável se tornar em relação à mudança social. 
Vivemos em uma época onde a imagem é rainha, não é de admirar, então, ao descobrir que um dos principais caracteres da modernidade é o constante desejo de realizar, para aparecer. 
Estamos acostumados a um sistema de mídia que está constantemente a introduzir a exposição de estereótipos femininos completamente errados, que enfatizam a perfeição do corpo como um valor fundamental para conseguir a aceitação social.
Nós, as mulheres são vítimas deste coletivo incessante manipulação, que oferece cânones estéticos padronização irrealista e frustrante, que inevitavelmente acabam influenciando nossas vidas, deixando-nos sempre pairando no horizonte inadequação. 
Para ser aceito, nós amado, compreendido, devemos encarnar esses cânones de outros à perfeição, transformando-nos, em suma, uma estátua viva.
Desde que doutrinar as crianças com histórias de lindas princesas à espera do príncipe no cavalo branco a ser resgatados, histórias que servem para fortalecer as nossas inseguranças, parecem dizer: "Se você for bom você será levado para a segurança pelo príncipe, terá a grande honra a viver em seu castelo, cuidar dele até o fim de seus dias.
"Ninguém nunca nos disse que, se queremos que o castelo podemos comprá-lo de nós, que estamos bem versado para nos salvar de nós mesmos e que a beleza, a um real, não algo que corretamente, você deve saber, é algo que pode ser apreciado como tal, não pode ser definido e medido.
Somos todos diferentes, e é esta diversidade que nos tornar portadores de harmonia que reside na autenticidade do ser. Singularidade moagem perfeição e dá lugar a natureza humana, de contradições, incertezas, defeitos, curto imperfeitos, mas bonito.
Neste sentido, propomos um projeto interessante pelo artista Aleah Chapin, sua série Aunties Projeto, descreve as mulheres "verdadeiro" que propor nenhuma vergonha na verdade de seus corpos não são tão jovens. 
Estas pinturas gigantescas nos dizer sobre os nossos maravilhosos para ser mulheres.

- Imagens através de: ignant
ALEAH CHAPIN - AUNTIES PROJETO
 As três graças - Óleo sobre tela, 76 x 74 polegadas
"As três graças" - Óleo sobre tela, 76 x 74 polegadas

The Tempest - Óleo sobre tela, 82 x 82 polegadas
"The Tempest" - Óleo sobre tela, 82 x 82 polegadas

Zephir - Óleo sobre tela, 40 x 40 polegadas
"Zephir" - Óleo sobre tela, 40 x 40 polegadas

 O ar estava cheio - óleo sobre linho, 84 x 58 polegadas
"O ar estava cheio" - Óleo sobre linho, 84 x 58 polegadas

 Jumanji e Gwen - óleo sobre linho, 84 x 72 polegadas
"Jumanji e Gwen" - Óleo sobre linho, 84 x 72 polegadas

 Lucy e Laszlo 1 - óleo sobre linho, 84 x 60 polegadas
"Lucy e Laszlo" 1 - Óleo sobre linho, 84 x 60 polegadas

 Oil Hannah sobre tela, 66 x 66 polegadas
"Hannah" - Óleo sobre tela, 66 x 66 polegadas

Aunties Projeto
"Molly" - Óleo no painel, 30 x 20 polegadas
Aunties Projeto
"Era o som dos seus pés" - Óleo sobre linho, 84 x 120 polegadas

www.art-vibes.com

O "ANTÓNIO DAS CALDEIRADAS"

 
Sabia que...
É sempre um prazer passear pela Rua Vieira Portuense, em Belém. Mas sabia que neste prédio das colunas, já existiu um popular restaurante chamado "António das Caldeiradas" ?
Eis um desenho datado de 1883 de Rafael Bordalo Pinheiro, um apreciador da boa mesa, que apresenta a célebre caldeirada elaborada pelo "génio do refogado" e o seu autor. Este restaurante foi recriado para a Exposição do Mundo Português, em 1940.

Arquivo Municipal de Lisboa / José Artur Leitão Bárcia BAR/000075
Hemeroteca Municipal de Lisboa, António Maria 1883

Fotografia Ana Luísa Alvim | CML










MAMBAS NEGRAS - A PATRULHA DE MULHERES QUE LUTA CONTRA OS CAÇADORES FURTIVOS

A cada 7 horas, um rinoceronte morre na África do Sul nas mãos de caçadores furtivos. Este assustador número é a conseqüência das atividades de um mercado negro que comercializa produtos exóticos de origem animal para cobrir um nicho de clientes de luxo cujos interesses podem chegar a mover mais dinheiro do que o tráfico de cocaína. Só em 2014, assassinaram 1.215 rinocerontes neste país com o único objetivo de vender seus chifres. Colecionismo, superstições e excentricidade são os motivos que levam uns poucos a pagar valores astronômicas para conseguir um bem tão escasso de uma forma tão cruel.

Mambas Hegras: a patrulha de mulheres que luta contra os caçadores furtivos
A situação tornou-se insustentável, pois não só apenas os rinocerontes que estão à beira da extinção, senão que a caça furtiva afeta outras espécies selvagens que habitam as reservas africanas.
Mambas Hegras: a patrulha de mulheres que luta contra os caçadores furtivos
Neste lamentável contexto, as comunidades que vivem junto ao Parque Nacional Kruger decidiram enfrentar os caçadores para acabar de uma vez por todas com a aniquilação dos animais que habitam a região, e para isso criaram um grupo muito especial: as Black Mambas.
Mambas Hegras: a patrulha de mulheres que luta contra os caçadores furtivos
Emprestando seu nome da serpente mais venenosa da África, as Black Mambas são uma patrulha de mulheres que visa proteger os rinocerontes e outras espécies animais vítimas da caça furtiva.
Mambas Hegras: a patrulha de mulheres que luta contra os caçadores furtivos
Procedentes de setores limítrofes do Parque Kruguer e Parque Grande Lipopo, que une África do Sul com Moçambique e Zimbábue, estas mulheres se converteram em autênticas heroínas para suas comunidades graças ao seu impagável trabalho.
Mambas Hegras: a patrulha de mulheres que luta contra os caçadores furtivos
Trata-se de um grupo não armado formado por 26 garotas com estudo secundário que se encontravam desempregadas quando colocaram em marcha o programa de luta contra a caça predatória, um projeto proposto e desenvolvido pelo ecologista Craig Spencer cujo trabalho na reserva esteve sempre ligado à colaboração com os habitantes desta empobrecida zona do país.
Mambas Hegras: a patrulha de mulheres que luta contra os caçadores furtivos
Spencer propôs-se ajudar a diminuir a enorme brecha econômica que separa às comunidades mais pobres e às mais ricas, um abismo cuja origem se encontra -segundo sua opinião- no negócio da caça furtiva. O problema reside não apenas no perigo ecológico e na evidente crueldade que implica este mercado, senão também a que enfrenta os habitantes do parque.
Mambas Hegras: a patrulha de mulheres que luta contra os caçadores furtivos
Muitas das prisões realizadas são de indivíduos que moram em áreas pobres e que pode obter grandes somas de dinheiro com a venda de chifres de rinocerontes e de outros produtos de origem similar.
Mambas Hegras: a patrulha de mulheres que luta contra os caçadores furtivos
Renunciando à violência e ao combate armado, Spencer propôs a criação de grupos de vigilância com a intenção de criar um tipo de presença policial na área que dissuadisse os caçadores.
Mambas Hegras: a patrulha de mulheres que luta contra os caçadores furtivos
As Mambas foram treinadas em práticas de rastreamento e de combate, mas não utilizam armas, usam uniformes de camuflagem e seu trabalho cinge à vigilância e à eliminação de armadilhas. Os números falam a seu favor, nos últimos meses as mortes de rinocerontes por esta causa reduziram em 90% na região que elas patrulham.
Mambas Hegras: a patrulha de mulheres que luta contra os caçadores furtivos
- "Muitas pessoas me dizem como posso trabalhar no mato se sou uma senhorita? Mas posso fazer o que eu queira. Sou uma mulher e vou ter um filho e quero que ele veja um rinoceronte, por isso os protejo. [...] Não é uma questão de dinheiro, é nossa cultura, nosso futuro. Se continuasse do jeito que estava logo não teríamos mais estes belos animais".
Mambas Hegras: a patrulha de mulheres que luta contra os caçadores furtivos
Estas palavras de uma das patrulheiras refletem perfeitamente a essência deste grupo que já é visto pelas comunidades próximas como uma patrulha de heroínas à que muitas garotas querem fazer parte.
Mambas Hegras: a patrulha de mulheres que luta contra os caçadores furtivos
Um trabalho importante em uma região com grandes desigualdades sociais, onde este tipo de projetos fomentam o empoderamento das mulheres e dos desfavorecidos outorgando-lhes a oportunidade de realizar um trabalho valoroso e impagável pelo bem de sua cultura e do futuro de suas comunidades.
Mambas Hegras: a patrulha de mulheres que luta contra os caçadores furtivos


 http://www.mdig.com.br

A PINTURA DE KIÉRA MALONE

Artista Kiera Malone


Kiera Malone é um  pintor francês que apresenta um trabalho cheio de ternura e erotismo 
. 
Pinturas a óleo, desenhos a carvão, pastel seco. 
Seus diferentes estilos são combinados em uma combinação perfeita que rodeia 
 seu trabalho. Kiera nos absorve com retratos de  homens mulheres, 
animais selvagens  .