AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


quarta-feira, 27 de maio de 2015

Maioria impede que UTAO apure valor . total dos benefícios fiscais ao Novo Banco O PSD e o CDS não permitem que a UTAO calcule o impacto orçamental dos benefícios fiscais concedidos pelo Estado ao Novo Banco.

Maioria impede que UTAO apure valor
total dos benefícios fiscais ao Novo Banco

O PSD e o CDS não permitem que a UTAO calcule o impacto orçamental dos benefícios fiscais concedidos pelo Estado ao Novo Banco.
 .
Nem a ministra das Finanças avança com um montante nem a maioria permite que seja a Unidade Técnica de Apoio Orçamental, que pertence ao Parlamento, a calcular qual o valor global dos benefícios fiscais que vão ser concedidos ao Novo Banco.

Esta quarta-feira, 27 de Maio, PSD e CDS/PP rejeitaram um requerimento do PS que pedia que a UTAO calculasse o valor total dos benefícios atribuídos ao Novo Banco, que são concedidos, com efeitos retroactivos, após uma alteração legislativa.

A favor dessa análise por parte da UTAO votaram o PS, o PCP e o BE. Contudo, como o PSD e o CDS têm maioria absoluta parlamentar, o requerimento foi rejeitado.

A maioria justificou-se com o facto de a análise aos benefícios fiscais ao Novo Banco não caber na competência da UTAO, como lembrou o deputado social-democrata Carlos Silva.

A deputada bloquista Mariana Mortágua lembrou, contudo, que o PSD quis que fosse a mesma UTAO a analisar o cenário macroeconómico proposto pelo PS para os próximos anos.

Houve uma alteração legislativa em Maio que, com direitos retroactivos, permitia a isenção de pagamento de custos relativamente à transmissão de activos do BES para o Novo Banco, na altura da resolução, em Agosto passado. O Governo diz que esta modificação foi apenas uma clarificação na lei.

Sabe-se que há pelo menos 85 milhões de euros em benefícios fiscais, conforme acusou inicialmente o PCP, relativos à isenção de imposto municipal sobre transmissões (IMT), imposto do selo e emolumentos em tudo o que se refere à transferência de créditos e património do BES para o Novo Banco.

Além disso, o Banco de Portugal sancionou a transferência de 240 milhões de euros de prejuízos fiscais do BES para o Novo Banco, operação já aprovada pela Autoridade Tributária, como o Negócios avançou a 20 de Maio.

* Com quem estará coligada a maioria???





apeidaumregalodonarizagentetrata.blogspot.pt

Terapeuta da fala detido por abuso sexual de crianças

Terapeuta da fala detido 
por abuso sexual de crianças

A Polícia Judiciária anunciou, esta quarta-feira, a detenção, no distrito de Lisboa, de um terapeuta da fala, de 29 anos, suspeito da prática de vários crimes de abuso sexual de crianças suas pacientes. 
 .
"Os factos delituosos ocorreram no interior do consultório do presumível autor, o qual tem a profissão de terapeuta e técnico de diagnóstico. As vítimas identificadas, até ao momento, são duas, uma do sexo masculino, com 5 anos, e outra do sexo feminino, com 6", refere a PJ, em comunicado.

Fonte policial indicou à agência Lusa que as duas crianças eram pacientes do suspeito, terapeuta da fala, acrescentando que a investigação vai continuar, havendo a possibilidade de o número de vítimas poder ser superior, pois o detido já exercia a profissão há algum tempo.

Na nota, a PJ sublinha que "os abusos aconteceram de forma reiterada, durante cerca de um ano, encontrando-se a investigação a apurar a eventual existência de outras vítimas menores".

O homem foi presente a primeiro interrogatório judicial no Tribunal da Comarca de Sintra, tendo ficado sujeito à medida de coação de prisão preventiva.


* Eles são padres, professores, médicos, pais e tios, terapeutas da fala, que porra de país é este?




apeidaumregalodonarizagentetrata.blogspot.pt

FOTOGALERIA ESPECIAL COM IMAGENS INÉDITAS DE PORTUGAL COM MANIFESTAÇÕES COMUNISTAS, MFA, PS E OUTRAS PUBLICADAS EM JORNAIS AMERICANOS NA ÉPOCA DE 1974/76


































 ESTA IMAGEM É DE ANGOLA





ephemerajpp.files.wordpress.com

Nazareth - Love hurts

JENNIFER RUSH - 'THE POWER OF LOVE' 1984

Vaya Con Dios - What's A Woman

Vaya con dios - Puerto Rico

Vaya con dios - Nah neh nah

GOSTO








"O Almoço do Trolha" de Júlio Pomar vendido por 350 mil euros


Obra icónica do neo-realismo português bateu o valor recorde de um quadro vendido pelo Palácio do Correio Velho.

O quadro “O Almoço do Trolha”, obra icónica do movimento neo-realista português, foi esta quarta-feira vendido em leilão, em Lisboa, por 350 mil euros, disse à agência Lusa fonte da leiloeira Palácio do Correio Velho.
O quadro foi a leilão com uma base de licitação de 300 mil euros, e havia vários interessados nesta tela, uma das mais importantes de Júlio Pomar, de 89 anos, cujo início da carreira esteve ligado à afirmação do Neo-realismo em Portugal.
"O Almoço do Trolha" ultrapassou o valor recorde de um quadro vendido pelo Palácio do Correio Velho, pertencente a "O Serão", de Columbano Bordalo Pinheiro (1857-1929), arrematado por 309.255 euros em 2001.
Esta obra é uma das 23 criadas por Júlio Pomar que vão ser leiloadas até quinta-feira, das quais oito originais e 15 obras gráficas provenientes da colecção de Maria José Salvador e Manuel Torres, falecido este ano.
O quadro “O Almoço do Trolha” foi exposto ainda inacabado em 1947, na segunda Exposição Geral de Artes Plásticas da Sociedade Nacional de Belas Artes, enquanto Júlio Pomar, então com 21 anos, se encontrava preso no Forte de Caxias, e só seria terminado em 1950.
Com 150 centímetros por 120, o quadro revela uma cena com uma família pobre, em que um trabalhador da construção civil come um modesto almoço sentado junto à mulher e ao filho.
Depois de o leilão ter sido anunciado, o Palácio do Correio Velho recebeu uma notificação da Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC) dando conta da abertura de um processo de classificação do quadro.
O processo aberto pela DGPC pode demorar até um ano a estar concluído, mas, de acordo com a Lei de Bases do Património Cultural, a partir do momento que se encontra em vias de classificação a obra fica legalmente protegida, mas a venda continua a ser possível desde que se mantenha no país.
A leiloeira, fundada em 1989, afirma que é a primeira vez que uma obra de um artista vivo é classificada.
O coleccionador Manuel Torres foi, na década de 1950, um dos sócios fundadores da Gravura – Sociedade Cooperativa de Gravadores Portugueses, por onde passaram dezenas de artistas, tornando-se, ao longo de meio século, uma das principais divulgadoras da arte moderna em Portugal.
De acordo com a empresa, são apresentados entre hoje e quinta-feira 565 lotes neste Leilão de Antiguidades, Arte Moderna e Contemporânea do Palácio do Correio Velho.
Lusa

SORTELHA UMA DAS MAIS BELAS ALDEIAS DO MUNDO

http://www.ruralea.com/

FOTOGALERIA

fotos retiradas da net por:António Garrochinho
se preferir ver em slide dê dos cliques numa imagem