AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


sábado, 23 de maio de 2015

MANIFESTAÇAO DOS LESADOS DO BES JUNTO DO FORUM DO BCE (SINTRA, 23 DE MAIO DE 2015)








ephemerajpp.files.wordpress.com

BES. Banco de Portugal acusou 15 gestores de gestão ruinosa e falsas informações - O supervisor tem provas documentais de que Salgado ordenou que a contabilidade da ESI fosse alterada.

BES. Banco de Portugal acusou 


15 gestores de gestão ruinosa 


e falsas informações

O supervisor tem provas documentais de que Salgado ordenou que a contabilidade da ESI fosse alterada.

O Banco de Portugal acusou 15 gestores do BES de gestão ruinosa e falsas informações com dolo, noticia hoje o Expresso, que adianta que o supervisor tem provas documentais de que Ricardo Salgado ordenou que a contabilidade da ESI fosse alterada.
 .

Segundo o semanário, este é o primeiro processo concluído dos vários abertos pelo Banco de Portugal (BdP). O objectivo, neste caso, era "perceber de que forma a colocação de papel comercial da ESI [Espirito Santo Internacional] e da Rioforte junto de clientes entre Dezembro de 2011 e Dezembro de 2013 teria prejudicado o BES em termos materiais ou reputacionais".

De acordo com o Expresso, Ricardo Salgado enfrenta acusações de prática de actos dolosos de gestão ruinosa. Acrescenta ainda o semanário que o supervisor tem provas documentais de que Salgado ordenou que a contabilidade da ESI fosse alterada, o que, neste caso, "mostra que Salgado, por exemplo, terá mentido na comissão parlamentar de inquérito".

Estas práticas "terão lesado depositantes, investidores e demais credores", segundo as acusações do BdP citadas pelo semanário.

Indiciados pelo mesmo ilícito, segundo o Expresso, estão José Manuel Espírito Santo, Manuel Fernando Espírito Santo e Ricardo Abecassis. Todos desempenhavam à altura dos acontecimentos funções de administração no Banco Espírito Santo ou nas holdings do grupo familiar e são formalmente acusados de terem participado, ou tomado conhecimento, de falsificação da contabilidade da ESI e, mesmo assim, permitirem que os títulos de dívida das sociedades fossem colocados junto de clientes em montantes muito significativos.

As acusações do BdP a 15 ex-administradores do BES, ao BES, à ESFG (Espírito Santo Financial Group) e à ESAF (sociedade gestora do grupo) incluem, entre outras, a prática de actos de gestão ruinosa em detrimento dos depositantes, investidores e demais credores, por falsificação da contabilidade da ESI, violação de regras sobre conflito de interesses a título doloso na colocação junto de clientes do BES de papel comercial da ESI, prestação a título doloso de falsas informações e a não adopção de um sistema de gestão de riscos compatível na colocação dos títulos de dívida da ESI junto de clientes do BES.

As coimas a aplicar podem ir até aos cinco milhões de euros, no caso das instituições, e até aos dois milhões, no caso de pessoas singulares. Se acumularem condenações, o cúmulo jurídico vai até ao dobro da pena, escreve o Expresso.

Quanto às inibições de exercício de actividade podem ir, no máximo, até 10 anos no caso de ato doloso para as acusações de que são alvo Ricardo Salgado, José Manuel Espirito Santo, Manuel Fernando Espírito Santo e Ricardo Abecassis.

O BdP já terá notificado todos os acusados, que depois de notificados têm 30 dias para poderem contestar.

A Associação dos Indignados e Enganados do Papel Comercial do Grupo Espírito Santo (GES) vai hoje manifestar-se em Sintra, onde decorre o segundo fórum mundial do Banco Central Europeu (BCE).

Também hoje, pelas 15:00, haverá uma assembleia-geral da associação num hotel em Sintra e, pelas 20:00, haverá um cordão humano formado novamente no Penha Longa Hotel, onde decorre o segundo fórum mundial do BCE.

O Diário Económico noticiou recentemente que o BCE exige ter uma palavra final em qualquer solução que venha a ser encontrada para os clientes que investiram em papel comercial do GES, enviando um email ao BdP e "não aceitando que o Novo Banco compense os investidores, dado que tal poria em causa a hierarquia de credores prevista nas regras europeias da resolução bancária".

São cerca de 2.500 os clientes do Novo Banco com papel comercial do GES, no montante total de 527 milhões de euros.

* Todos estes 15 gestores são gente muito séria, entre eles, claro.





apeidaumregalodonarizagentetrata.blogspot.p

James Brown - I Got The Feelin'

Aretha Franklin - (Sweet Sweet Baby)Since you've been gone

Georgie Fame - The Ballad Of Bonnie & Clyde

O (mau) cheiro do fascismo - A sistemática conduta neofascista e criminosa dos EUA se entrecruza agora com a crise do capitalismo, que persiste a provocar por toda parte ambientes de descrédito, desemprego, aumento de suicídios, do consumo de drogas e crescimento de doenças mentais, bem como crescentemente esquentando um caldo de cultura favorável às idéias e movimentos neofascistas.

O (mau) cheiro do fascismo

A sistemática conduta neofascista e criminosa dos EUA se entrecruza agora com a crise do capitalismo, que persiste a provocar por toda parte ambientes de descrédito, desemprego, aumento de suicídios, do consumo de drogas e crescimento de doenças mentais, bem como crescentemente esquentando um caldo de cultura favorável às idéias e movimentos neofascistas.
imagem_8_14157.jpg
O formidável, corajoso e impactante artigo do jornalista britânico John Pilger, “Por que a ascensão do fascismo é de novo a questão” [1] reforça as contribuições mais recentes de intelectuais e militantes marxistas que passaram a alertar sobre a ascensão de correntes e partidos neofascistas. Ademais de pouco assinalada transmutação do termo fascismo e seus signos.
Segundo Pilger, a partir mesmo de 1945, mais de um terço dos países membros das Nações Unidas (69 países) foram objeto de algumas ou de todas as seguintes formas de intervenção nas mãos do fascismo moderno dos Estados Unidos: “foram invadidos, seus governos derrubados, seus movimentos populares esmagados, suas eleições subvertidas, seu povo bombardeado e suas economias despojadas de toda proteção” sem falar em sociedades perversamente destroçadas por “sanções”. Milhões de mortos, conforme o historiador também britânico Mark Curtis; e para isso e em cada um dos casos, uma grande mentira foi preconcebida. Afeganistão, Iraque, Líbia, Síria…
Matanças sem fim
Acusando irrefutavelmente os crimes imperialistas nucleados e perpetrados desde então pelos Estados Unidos da América, Pilger lembra que “o elemento comum no fascismo” ontem como hoje, “é o assassinato em massa”. Exemplifica a invasão norte-americana do Vietnã onde havia suas “zonas de fogo livre”, de “contagem de corpos”, seus “efeitos colaterais”. Descreve que no estado de Quang Ngai – Pilger foi correspondente de guerra e esteve lá – “muitos milhares de civis (‘gooks’) foram assassinados pelos Estados Unidos”. Nos casos do Laos e do Camboja, avalia ter havido “o maior bombardeio aéreo da história produziu uma época de terror até hoje marcada pelo espetáculo de crateras feitas à bomba, as quais, vistas de cima, parecem monstruosos colares”.
“Hoje”, sentencia o jornalista: “a maior campanha isolada de terror do mundo envolve a execução de famílias inteiras, de convidados em casamentos, de enlutados em funerais”, – as vítimas de Obama. E recorrendo a reportagens do The New York Times, diz que Obama faz a sua seleção a partir de uma “lista de morte” apresentada a ele todas as terças-feiras na Sala da Situação da Casa Branca. Assim, sem qualquer insinuação de legalidade, Obama “decide quem vai morrer e quem vai viver”. Ordenando o uso dos drones, “mísseis [helfilre] calcinam suas vítimas e enfeitam a área com seus restos mortais”. Cada bombardeio é retratado na tela de controle remoto como um “bugsplat” (inseto esmagado).
O cerco à Rússia de Putin
Pilger denuncia vigorosamente ainda os acontecimentos recentes da Ucrânia. Recorda o 2 de maio de 2014, em Odessa, quando 41 pessoas de etnia russa “foram queimadas vivas na sede sindical”, com a polícia apenas assistindo. Dmytro Yarosh (chefe do partido “Setor de Direita”) então saudou o massacre como “outro dia brilhante na nossa história nacional”. A mídia norte-americana e britânica classificou o massacre de “tragédia horrível”, mas resultante de “confrontos” entre “nacionalistas” (neonazistas) e “separatistas” (pessoas que recolhiam assinaturas para um referendo por uma Ucrânia federal). O porta-voz da oligarquia financista Wall Street Journal condenou as vítimas: “Incêndio mortal provavelmente provocado pelos rebeldes”, declarou o Governo. Obama felicitou ao governo provisório neonazista por sua “moderação”. O objetivo dos EUA e da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) é o cerco e desmembramento da Rússia e seu entorno.
Avanço neofascista na Europa
A sistemática conduta neofascista e criminosa dos EUA se entrecruza agora com crise sistêmica e global do capitalismo, iniciada em 2007-2008 e que persiste a provocar por toda parte ambientes de descrédito, desesperança, desemprego, aumento de suicídios, do consumo de drogas pesadas e crescimento de doenças mentais, bem como crescentemente esquentando um caldo de cultura favorável ao crescimento de idéias e movimentos neofascistas. O caso da Europa é pródigo em exemplos, que vão desde a razoável representação parlamentar do partido “Aurora Dourada”, (abertamente nazista, da Grécia); também o Partido Nacional Democrata Alemão (NPD), declaradamente nazista, em 2014 elegeu pela primeira vez um deputado ao Parlamento Europeu obtendo 1% dos votos; na França o crescimento da extrema-direita (neofascista), a Frente Nacional que teve 25% dos votos ao parlamento europeu etc. [2]
Denunciar, combater e derrotar os 
golpistas no Brasil!
Desnecessário repetir sobre a insana conduta da direção golpista que insuflou abertamente as manifestações do 15 de Março em nosso país. Elas seguiram uma linha de ataques, desrespeito, mentiras e calúnias contra a Presidenta da República, ensaiando um teatro obscurantista, e nunca visto nas terras de Tiradentes, Bonifácio e Osvaldão. O que se somou às claras com a histeria fascista de grupelhos e degenerados das camadas médias da sociedade brasileira a clamar por “intervenção militar”.
Tudo isso tem sido dirigido e conduzido ideologicamente pela horda de bandidos em que se transformaram os apátridas Aloísio Nunes, Aécio Neves, FHC, Álvaro Dias, notadamente, todos bajulados diuturnamente por uma mídia apodrecida. O primeiro declarou a mídia querer “sangrar até o fim” a Presidenta Dilma; o segundo escreveu em nome de vários golpistas um protocolo (apócrifo) de pedido de impeachment, logo recusado pelo Ministro Zavascki (STF); o terceiro forjou “entrevista” para dizer que uma pesquisa que encontrara queda na popularidade da Presidenta significaria “o descrédito” e perda “das condições de governar”; o quarto, conhecido oportunista desonesto e reacionário, surfou na idéia de a tal pesquisa colocar na ordem do dia o impeachment.
Como revelou o renomado cientista político Moniz Bandeira, em recentíssima entrevista, [3] à pergunta: “o governo da Venezuela tem denunciado a participação de Washington em tentativas de golpe. O mesmo poderia estar acontecendo em relação ao Brasil?”, respondeu ele: “Evidentemente há atores, profissionais muito bem pagos, que atuam tanto na Venezuela, Argentina e Brasil, integrantes ou não de ONGs, a serviço da USAID, Now Endowment for Democracy (NED) e outras entidades americanas”. E prossegue o professor Bandeira: “As demonstrações de 2013 e as últimas, contra a eleição da presidente Dilma Rousseff, não foram evidentemente espontâneas. Os atores, com o suporte externo, fomentam e encorajam a aguda luta de classe no Brasil, intensificada desde que um líder sindical, Lula, foi eleito presidente da República”.
Que ninguém se iluda: esses golpistas declarados ao promover a campanha pelo seqüestro do mandato da Presidenta da República juntam-se aos fascistas e transpiram a sua fedentina.
NOTAS
[2] Concretamente, em 25 de Maio passado, nas eleições para o Parlamento Europeu a extrema-direita venceu as eleições na França, Grã-Bretanha e Dinamarca, e cresceu na Áustria Hungria e Grécia.
[3] Entrevista ao site do Partido dos Trabalhadores na Câmara dos Deputados, 17/03/2015.

O ESPECTACULAR MOSTEIRO TIBETANO - A MAIOR ESCOLA TIBETANA DO MUNDO

O ESPECTACULAR MOSTEIRO TIBETANO - A MAIOR ESCOLA TIBETANA DO MUNDO

The Spectacular Seda Mosteiro

No alto de um vale sem árvores na China  está o Garze Prefeitura Autônoma Tibetana onde reside a maior escola budista tibetano no mundo. Fundada em 1980, a Wuming Instituto budista tibetano Seda Larung consiste de alguns edifícios principais e uma dezenas de milhares de pequenos dormitórios construído sobre as encostas circundantes. Em um determinado momento, as casas do Instituto comportam 40.000 monges e monjas que vêm de diferentes escolas do budismo tibetano:Nyingma, Gelug, Sakya e Kagyu. Os estudantes costumam levar seis anos para completar o treinamento formal. Níveis mais altos de treinamento podem levar 13 anos.

ATENÇÃO CLIK NA IMAGEM DUAS VEZES PARA 

VER EM SLIDE SE PREFERIR MLHOR IMAGEM

Uma vista do instituto budista do leste


  • Um tibetano que fez uma peregrinação a Seda Mosteiro

Seda Mosteiro, a maior escola budista tibetano do mundo, rodeado por dormitórios monásticas que abrigam cerca de 40.000 monges e monjas em residência para algumas partes do ano
 Peregrinos a pé ao redor do Instituto de Estudos Budistas Serthar Wuming em Serthar condado de Garze prefeitura autônoma tibetana, Província de Sichuan, na China,


 Monges budistas passam por um iaque em Seda Mosteiro 

 Monjas budistas e monges caminham por Seda em 04 de abril de 2013. 


 Monges budistas Aprendiz deixaM os sapatos do lado de fora antes de uma sessão de debate 
 Uma freira gira Rodas de oração no Instituto de Estudos Budistas Serthar Wuming 

  • Uma monja budista idosa leva seu cão no Mosteiro Seda 



  •  limpando as enormes potes usados ​​para cozinhar alimentos
 Monjas budistas e monges caminham através Seda Mosteiro 

  • Corvos voam sobre o Instituto de Estudos Budistas Serthar Wuming 
 Dormitórios monásticas ficam na encosta abaixo centenas de bandeiras de oração 

www.theatlantic.com

A HABITUAL COLECTÂNEA SEMANAL DE VÍDEOS NO DESENVOLTURAS & DESACATOS - 10 VÍDEOS DE ANIMAIS - DIVIRTA-SE !

Vídeos animais 63
Os vídeos animais desta semana começa com um comercial... de banco... e incrivelmente você vai adorar e recomendar para algum amigo. Quer apostar? A história mostra um jovem platonicamente apaixonado por uma garota que ele vê todos os dias no estacionamento, que dá um churrasquinho para um vira-lata com fome. Este foi o melhor investimento que ele poderia fazer, justificando o mote do banco de que às vezes uma simples poupança, pode na verdade render muitas mais que as expectativas. 


Juntar um lindo gatinho, por natureza curioso e brincalhão, com um cãozinho, incansável e com o mesmo impulso de descobrir o mundo, a coisa pode explodir, mas de pura ternura e diversão.

O seguinte vídeo é um compilatório desses maravilhosos encontros entre as mascotes da internet, os gatos, e bebês de cães, que também adoramos.

Faça o que fizer, não olhe, mas nem pense, nos olhos da Princesa do Hypnodog e sua assistente Krystyna Lennon, que mantiveram o público do Got Talent britânico hipnotizados, literalmente.

Se você é um amante dos cães sabe que há poucas relações de amizade comparáveis às estabelecidas com estes animais. São seres sociais, que precisam viver acompanhados e, por isso, criam laços com seus humanos e com outros animais que são praticamente impossíveis de romper.

A Fundação Argentina de Transplante Hepático realizou um curta para fomentar a doação de órgãos e, para isso, se serviu de uma bonita história que fala da lealdade dos cães.

Um homem e seu animal de estimação são inseparáveis. Quando o idoso sofre um ataque e é transladado ao hospital, seu cão segue à ambulância e espera na porta durante dias, fiel a sua pessoa preferida. Convido a que veja o vídeo até o final, vale muito a pena.

Com ótimo senso de humor, protagonista deste vídeo nos mostra como ela lidou com uma situação insólita: ela encontrou dentro de seu armário uma sacola com uma gambá brava, em "modo defesa" porque tratava de cuidar de sua ninhada.

Claro, parecia um pouco inquietante no primeiro instante, mas ela decide ajudar os bichinhos a saírem de dentro do armário. Felizmente, ela foi capaz de convencer a mamãe a ir para fora com seus bebês nas costas.

Às vezes não podemos dedicar o tempo devido a nossos queridos animais por circunstâncias pessoais, trabalhistas ou qualquer outra. Isso pode desembocar em um excesso de energia que pode ser incômodo para o animal e para nós, e, no caso de se agravar derivar em transtornos de ansiedade ou de outro tipo.

Neste vídeo mostram um engenhoso invento que pode manter nosso cão entretido durante um longo tempo e ademais lhe obrigará a pôr a prova seu talento e energia. Com apenas uma algumas tábuas e garrafas de plástico vazias, é possível ver brinquedo perfeito que ademais gratifica com comida quando consiga seu objetivo.

O pica-pau picador (Dryocopus pileatus) enlouquece quando encontra uma árvore madeira morte macia, Aqui ele quase atravessa uma árvore inteira em Woodstock, New Brunswick, no Canadá.

Com os animais, a comunicação deve ser feita através da linguagem corporal. Depois de cortar o cabelo, o pequeno Mason chegou em casa e queria dizer oi para sua galinha favorita. Mas o ela não estava muito certa no início. "Esse não é o mesmo garoto que eu conheço", parecia estar pensando a galinha, depois de fugir da primeira tentativa de abraço. Mas depois de dar uma olhada mais de perto, a ave percebeu que era seu amiga e voltou para uma agradável grande abraço.

Adivinha o que tem debaixo desta manta do vídeo? A reação á eletricidade estática do pelo do cãozinho é hilariante, já que devido a carga elétrico cada um dos pelos de seu corpo ficam eriçados, propiciando um aspecto tão engraçado quanto confuso.

Ter um quintal traseiro acessível ao mundo exterior tem suas vantagens mas, como tudo, também seus inconvenientes. Já vimos toda classe de animais se aproximando das casas em busca de comida, por simples curiosidade ou, inclusive, para interagir. Mas jamais havíamos visto um peru selvagem americano em um pátio jogando bola com uma menina, enquanto a cena é gravada por seus atônitos pais.

Não dá para saber as intenções do animal, mas as imagens são bastante peculiares e divertidas. É que jamais terminaremos de entender certos comportamentos dos quais não são de nossa espécie.


 http://www.mdig.com.br

O TERRENO POLITICO QUE OS PORTUGUESES PISAM ESTÁ TODO MINADO CHEIO DE GOLPADAS QUE OS PORTUGUESES DESCONHECEM -Passos convida Carlos Costa

Passos convida Carlos Costa

José Carlos Carvalho

Apesar de todas as críticas que foram feitas à sua atuação, o primeiro-ministro quer reconduzir o Governador do Banco de Portugal no cargo. Paulo Portas e Maria Luís Albuquerque aceitam.

Pedro Passos Coelho quer reconduzir o Governador do Banco de Portugal e apenas aguarda garantias de que Carlos Costa aceita ficar. “A bola está do lado do Governador. Ele tem que dizer que quer continuar”, confirmou ao Expresso fonte oficial. O Governador, que há uns meses, com o caso do BES em tensão máxima, confessou vontade de sair mal terminasse o mandato, terá entretanto mudado de ideias. “O estado de espírito de Carlos Costa alterou-se e ele aceitará se lhe propuserem a recondução”, garante fonte próxima. Se a venda do Novo Banco correr bem, o próximo passo será a formalização do convite.

PUBLICAÇÃO ESPECIAL NO DESENVOLTURAS & DESACATOS - AL HAJJARAH A CIDADE MEDIEVAL COM VÁRIOS ANDARES

A gente tem costume de pensar que os prédios são algo da era moderna? Mas nada mais equivocado e esta cidade da Idade Média é um exemplo disso. Os lugares onde eram alçadas as cidades, não por casualidade, eram escolhidas em função de questões estratégicas e comerciais que asseguravam sua proteção e prosperidade. Aproveitando os acidentes geográficos naturais, como rios, golfos, estuários, cordilheiras e despenhadeiros, os senhores alçavam suas fortalezas e muralhas.


Al Hajjarah, a cidade da Idade Média com edifícios de vários andares 01
Via: imgur
O problema destas cidades fortificadas é que quanto maior era a riqueza do lugar, maior era sua população e menor o espaço para seus cidadãos. Sem poder crescer e expandir-se na largura ultrapassando a proteção das muralhas, os cidadãos tiveram que criar novos tipos de construções. A construção vertical converteu-se na solução e assim nasceram os precursores dos modernos blocos de apartamentos e arranha-céus.

Ainda que na maioria das cidades antigas os edifícios não ultrapassavam os dois ou três andares, existe uma antiga cidade do século XII que foi capaz de criar imponentes blocos de moradias como nenhuma outra. Al Hajjarah,no Iêmen, é uma cidade antiga construída sobre a borda de um abrupto precipício e famosa por seus imponentes prédios de pedra.

A palavra Hajar significa pedra, e não pode ter um nome mais exato para descrever este antigo assentamento comercial. Al Hajjarah ou Hajjara como também é conhecida, foi construída nas montanhas de Kharaz no século XII pelo povo Sulaihids, convertendo-se em uma fortificação importantíssima durante a ocupação otomana do Iêmen.

A zona rica em pedreiras facilitou um fornecimento ilimitado de material de construção, o que tornou possível cimentar de forma segura os imponentes edifícios de pedra da cidade.

Quando foram construídos, eram os edifícios mais altos da região e os primeiros destinados à vida doméstica. Os esforços para levantar construções altas só acotecia com objetivos bélicos ou de defesa, nunca como moradias para o povo.
02
Al Hajjarah, a cidade da Idade Média com edifícios de vários andares 02
Via: yeowatzup
03
Al Hajjarah, a cidade da Idade Média com edifícios de vários andares 03
Via: yeowatzup
04
Al Hajjarah, a cidade da Idade Média com edifícios de vários andares 04
Via: yeowatzup
05
Al Hajjarah, a cidade da Idade Média com edifícios de vários andares 05
Via: Franco Pecchio
06
Al Hajjarah, a cidade da Idade Média com edifícios de vários andares 06
Via: yeowatzup
07
Al Hajjarah, a cidade da Idade Média com edifícios de vários andares 07
Via: yeowatzup
08
Al Hajjarah, a cidade da Idade Média com edifícios de vários andares 08
Via: Franco Pecchio
09
Al Hajjarah, a cidade da Idade Média com edifícios de vários andares 09
Via: Franco Pecchio
10
Al Hajjarah, a cidade da Idade Média com edifícios de vários andares 10
Via: Franco Pecchio
11
Al Hajjarah, a cidade da Idade Média com edifícios de vários andares 11
Via: Yemen 2007
12
Al Hajjarah, a cidade da Idade Média com edifícios de vários andares 12
Via: Yemen 2007
13
Al Hajjarah, a cidade da Idade Média com edifícios de vários andares 13
Via: wxxi
14
Al Hajjarah, a cidade da Idade Média com edifícios de vários andares 14
Via: Yemen 2007
15
Al Hajjarah, a cidade da Idade Média com edifícios de vários andares 15
Via: Wikipedia


 http://www.mdig.com.br

Nova governante israelita diz que “toda esta terra é nossa” - Tzipi Hotovely, do Likud, diz que vai lutar para reconhecimento global dos colonatos judaicos, considerados ilegais pela lei internacional e até pelos aliados de Israel.

Nova governante israelita diz que “toda esta terra é nossa”

PÚBLICO
Tzipi Hotovely, do Likud, diz que vai lutar para reconhecimento global dos colonatos judaicos, considerados ilegais pela lei internacional e até pelos aliados de Israel.
Tzipi Hotovely faz parte da ala radical do Likud, o partido de Netanyahu Gali Tibbon/AFP
A "número dois" do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Israel começou o mandato com uma mensagem de desafio à comunidade internacional. “Esta terra é nossa. É toda nossa. E não estamos aqui para pedir desculpas por isso”, disse Tzipi Hotovely.
A responsável terá o papel de facto de chefe da diplomacia, já que é o primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, quem ocupa esta pasta (deixou-a para si enquanto tenta convencer o líder dos trabalhistas, Isaac Herzog, a juntar-se ao seu governo, que tem uma estreita minoria).
Foi a segunda polémica em poucos dias de Governo – ainda na vésperaNetanyahu ordenou a suspensão de um plano que levaria os palestinianos a usar autocarros diferentes dos frequentados pelos colonos israelitas, aparentemente por medo de pressão internacional.
No seu discurso aos funcionários do ministério, Hotovely disse ainda que Deus prometeu aquela terra aos judeus. Prometeu lutar para o reconhecimento dos colonatos judaicos na Cisjordânia, território ocupado por Israel. Estes colonatos são ilegais à luz do direito internacional, uma interpretação que nem os aliados de Israel contestam.
“Esperamos que a comunidade internacional reconheça o direito de Israel construir casas para os judeus na sua terra, em qualquer lado”, disse.
A construção nos colonatos foi o factor que levou os palestinianos a retirarem-se das conversações de paz, alegando que não têm condições para negociar enquanto a realidade no terreno vai sendo alterada com cada vez mais construção no território que seria o seu Estado – é como negociar a divisão de uma pizza enquanto uma das pessoas está a comer as duas metades, na metáfora de um dos negociadores.
Durante a campanha eleitoral, Netanyahu prometeu que não iria permitir o estabelecimento de um Estado palestiniano. Mal tomou posse, garantiu à chefe da política externa da União Europeia que se mantinha empenhado numa solução de dois Estados. Mas não há quaisquer perspectivas de negociação à vista depois do falhanço da última ambiciosa tentativa do secretário de Estado dos EUA, John Kerry.
O porta-voz de Netanyahu, Mark Regev, não comentou as declarações de Hotovely. Disse antes que as declarações de Netanyahu em relação ao empenho na solução de dois Estados eram a sua política. É ele o encarregado das linhas orientadoras, sendo Hotovely quem as gere no dia-a-dia.
Os casos dos autocarros e dos comentários da ministra são dois exemplos do difícil equilíbrio que Netanyahu terá de ter com um Governo dominado por uma direita pró-colonos e uma comunidade internacional em que começam a haver algumas acções que tentam obter tratamento diferente para os colonatos (a UE já decidiu não financiar instituições com sede nos colonatos, e há uma proposta em cima da mesa para promover uma rotulagem de produtos que diferencie os que vêm de Israel e os que vêm dos colonatos).
A maioria dos analistas antevê grandes problemas para manter este Executivo, mesmo a curto prazo.