AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


quinta-feira, 2 de abril de 2015

Fringehead Sarcástico: Espécie de peixe com boca gigantesca - veja imagens e vídeo

sarcástico Fringehead, criatura estranhaO Fringehead Sarcástico é uma espécie de peixe pequeno, mais não se engane com seu tamanho! Ele é extremamente agressivo e territorial, e não se intimida por qualquer coisa, essa espécie estranha de peixe possui uma gigantesca mandíbula que pode chegar até 30 centímetros de cumprimento (12 polegadas) e que se estende bem além dos olhos, sua grande mandíbula são maiores nos machos. O peixe Fringehead Sarcástico não possui escamas ele possui grandes nadadeiras peitorais e pequenas barbatanas pélvicas e um corpo alongado e fino e moderadamente comprido, geralmente usam conchas ou fendas como moradia. Estes peixes têm dentes numerosos e pontiagudos em forma de agulhas e apêndices marginais, chamados cirros sobre seus olhos.
Fringehead Sarcástico, o que rola no mundo

Habitat natural do Fringehead Sarcástico

Seu habitat natural fica localizado ao longo das costas abertas, fora da zona de disjuntores em profundidade adequada para sua espécie, lá em baixo eles usam qualquer objeto para que possam se abrigar, como por exemplo, latas e garrafas, a parti daí depois que encontra sua moradia eles passam a protege-lo como seu território enfrentando e expulsando qualquer intruso curioso.
Fringehead SarcásticoA alimentação do Fringehead Sarcástico pelo fato de eles serem predadores é conseguida através de emboscada, saindo para fora do seu abrigo e agarrando com a sua grande mandíbula, não dando tempo para presa escapar, pois seus dentes pontudo crava na pele da vítima que pode ser escorregadia.
Fringehead Sarcástico, peixe estranho
O estilo de natação deste peixe é bastante complexa, ele usa várias combinações de manipulações nos seus movimentos frequentemente errática e sua barbatanas dorsal e anal são longas e ininterrupta, dando a este peixe estranho a capacidade de rápidos movimentos curtos e mudanças rápidas de direção.
Você pode analisar no vídeo abaixo como esses animais aquáticos se comportam quando tentam disputar o mesmo território, com mandíbulas verdadeiramente assustadora, um tenta intimidar o outro mostrando qual mandíbula é maior. 

VÍDEO


www.oquerolanomundo.com.b

HOTEL BOLHA NA FRANÇA - Uma rede de hotelaria na França criou hotéis em formatos de bolhas para você ficar bem perto da natureza e ver as estrelas de um jeito único.

hotel-attrap-reves-franca-1

HOTEL BOLHA NA FRANÇA

Uma rede de hotelaria na França criou hotéis em formatos de bolhas para você ficar bem perto da natureza e ver as estrelas de um jeito único.
Attrap’Reves tem hotéis localizados em Allauch, La Boulladisse, Montagnac, Puget Ville e Saint Maime. O Hotel tem quartos totalmente equipados e transparentes com uma vista de dar inveja da floresta e do céu. A melhor parte é aproveitar a natureza sem ser perturbado por insetos.
As bolhas ficam perto de um edifício principal com restaurante, telescópio para ver as estrelas, Jacuzzi e outras coisinhas mais.
Algumas bolhas são totalmente transparentes e outras tem uma parte da bolha opaca para garantir maior privacidade.
Attrap’Reves é sustentável e as bolhas são feitas de materiais recicláveis que possuem um aparelho responsável por deixá-las infladas e com ar purificado.
Em baixa temporada, a diária uma das bolhas custa € 109  Em alta temporada, no entanto, o valor sobe para € 139 
Deve ser mágico ficar em um lugar como esse e tão pertinho da natureza.hotel-attrap-reves-franca-2hotel-attrap-reves-franca-3hotel-attrap-reves-franca-4hotel-attrap-reves-franca-5hotel-attrap-reves-franca-6hotel-attrap-reves-franca-7hotel-attrap-reves-franca-8hotel-attrap-reves-franca-10
 querorodaromundo.com.br

Ei- los que partem - Manuel Freire

O Senhor Morgado - Adriano Correia de Oliveira

3 Meninas do Brasil que na DITADURA os filhos delas não nasceram

3 Meninas do Brasil que na DITADURA os filhos delas não nasceram

Querem hoje, os boçais ou defensores da boçalidade ( DITADURA) impugnar uma campanha para a legalização do aborto, ao mesmo tempo em que querem a redução da maioridade penal. 

Na ditadura estes exemplos abaixo ( de tantos outros0, são de mulheres, presas, torturadas gravidas:
1 - Soledad foi assassinada 
a outra , Adriana tasca, teve seu filho sequestrado , faz parte da Mães da praça de maio
a outra, minha mãe, Graça tardin, presa em 31 de março de 1968,aos 6 meses de gravidez, foi  estuprada e torturada, perdeu seu bebe no útero.

E tem gente ainda defendndo intervenção militar.

BASTA de BOÇAIS, 

LEMBRAR PARA NAO REPETIR: DITADURA NUNCA MAIS



3 MENINAS DO BRASIL



 
 as fotos são de:
Soledad  - entregue aos torturadores gravida, assim mesmo torturada, pelo pai de seu filho Cabo Ancelmo 
Graça Tardin - Presa em colatina ES dia 01 de abril de 1968, aos seis meses de gravidez. Torturada teve a filha morta por 15 dias em seu ventre , por omissão de socorro
Adriana Tasca - Guerrilheira Argentina, presa, torturada e teve seu filho, uma das crianças desaparecidas ( sequestradas e adotada) na ditadura Argentina 




O PASSADO NÃO PODEMOS MODIFICAR.
.









 O FUTURO DEVEMOS CONSTRUIR!



Na foto, Nina Cerveira veste a camisa da fundação Major Cerveira, seu pai , morto sem ainda hoje devolverem seu corpo,
na Operação Condor 

O golpe de 31 de março de 64 foi desferido por reacionários CIVIS E MILITARES contra as reformas de base propostas por Jango, contra as organizações populares, contra o povo brasileiro. Quatro anos depois, a serpente gerada no ovo saía brutal e faminta para matar, torturar e enlouquecer. Começou o tempo dos brasileiros de todas as idades, homens ou mulheres, jovens ou idosos, encontrarem a sua própria antimatéria.Porque até hoje nenhum órgão de repressão, nenhum torturador , ninguém das elites empresariais comprometidas, explicou para onde foram tantos brasileiros,Sabemos que o Coisa Ruim (Fleury) , que dizem ter morrido no mar ,torturava até crianças na frente dos pais. Sabe-se que outro Coisa Ruim ( CABOeta ANSELMO) entregou até a mulher grávida aos torturadores, que a mataram junto com a criança que ela trazia no ventre. Minha paixão Rosa, que eu chamei de Antígona, meus amigos Eudaldo e Jarbas Pereira ,mortos juntos com Soledad Barrett e Pauline Reischul e mais dois militantes da VPR, meu amigo paraibano Raimundo Ananias que cometeu suicídio como Frei Tito, meu amigo e colega Vladimir Herzog, e tantos outros tinham o corpo exposto como a evidência da violência e brutalidade daqueles dias. E os que desapareceram sem deixar vestígio ? Encontro com suas próprias antimatérias? Sequestrados por ETs?Mortos pela fumaça de óleo diesel que poluem as grandes cidades ( seria esta a causa da morte de Stuart Angel?Por que ele achou de respirar poluição num lugar de ar puro como a Base Aérea do Galeão?))Ou por acidentes de trânsito – como mata o trânsito no Brasil !– como aconteceu com Zuzu Angel, mãe do jovem que respirou poluição. Até hoje, o silêncio, os quartos dos filhos e filhas arrumados esperando a volta (“ó,pedaço de mim/ou metade amputada de mim”) , procurando vencer pelo cansaço como faziam nos dias em que eles desapareceram : “aqui não está”, “não consta prisão”, “vá em tal quartel falar com o comandante Fulano”, era o jogo do empurra-empurra pra cansar, exaurir, desesperar, dar tempo de sumir com os cadáveres. Na barra mais pesada, a televisão, sempre cúmplice com as trevas, divulgava matérias e mais matérias sobre brasileiros que desapareciam , que isso sempre foi normal no país, e vinham também com exemplos do mundo. Tudo para tirar o foco da questão principal : brasileiros seqüestrados pelo próprio Governo sumiam para sempre. Dezenas, centenas, sabe-se lá quantos. Por isso, NÃO VAMOS CONCILIAR. Anistia geral, crescimento econômico, Copa do Mundo, nada nos deve deixar de exigir a prisão dos torturadores e assassinos, alguns já identificados. E pelos nossos verdadeiros heróis recuso o luto.Eles estão vivos em nossa memória, em nossos gestos de hoje, na nossa disposição de levar a tocha adiante, com textos, vídeos, filmes, palestras, passeatas, protestos. Recuso o luto e prefiro cantar com Noel Rosa :“Luto preto é vaidade/nesse funeral de amor/ o meu luto é a saudade/ e a saudade não tem cor”.
Por não ter espaço para citar todos, deixo como símbolos Carlos Marighela, Joaquim Câmara Ferreira, Lamarca, Gregório Bezerra, Odijas Carvalho, Mário Alves,David Capistrano. E as Luísas, Marias, Marilenas, Iaras, Nildas, Rosas, Angelinas, Anatálias, Esmeraldinas, e tantas outras brasileiras que abraçaram a luta pelo socialismo e desapareceram na batalha.






 
 as fotos são de:


Soledad  - entregue aos torturadores gravida, assim mesmo torturada, pelo pai de seu filho Cabo Ancelmo



Graça Tardin - Presa em colatina ES dia 01 de abril de 1968, aos seis meses de gravidez. Torturada teve a filha morta por 15 dias em seu ventre , por omissão de socorro



Adriana Tasca - Guerrilheira Argentina, presa, torturada e teve seu filho, uma das crianças desaparecidas ( sequestradas e adotada) na ditadura Argentina


Fazei isso por elas: "Dá vergonha viver num mundo que não foi capaz de impedir crimes hediondos contra mulheres indefesas, cometidos por agentes do Estado pagos com o dinheiro do contribuinte. ..."
Rose Nogueira - jornalista, presa em 1969, em São Paulo, onde vive hoje. “Sobe depressa, Miss Brasil’, dizia o torturador enquanto me empurrava e beliscava minhas nádegas escada acima no Dops. Eu sangrava e não tinha absorvente. Eram os ‘40 dias’ do parto. Riram mais ainda quando ele veio para cima de mim e abriu meu vestido. Segurei os seios, o leite escorreu. Eu sabia que estava com um cheiro de suor, de sangue, de leite azedo. Ele (delegado Fleury) ria, zombava do cheiro horrível e mexia em seu sexo por cima da calça com um olhar de louco. O torturador zombava: ‘Esse leitinho o nenê não vai ter mais’”.  

Izabel Fávero – professora, presa em 1970, em Nova Aurora (PR). Hoje, vive no Recife, onde é docente universitária:“Eu, meu companheiro e os pais dele fomos torturados a noite toda ali, um na frente do outro. Era muito choque elétrico. Fomos literalmente saqueados. Levaram tudo o que tínhamos: as economias do meu sogro, a roupa de cama e até o meu enxoval. No dia seguinte, eu e meu companheiro fomos torturados pelo capitão Júlio Cerdá Mendes e pelo tenente Mário Expedito Ostrovski. Foi pau de arara, choques elétricos, jogo de empurrar e ameaças de estupro. Eu estava grávida de dois meses, e eles estavam sabendo. No quinto dia, depois de muito choque, pau de arara, ameaça de estupro e insultos, eu abortei. Quando melhorei, voltaram a me torturar”.  

Hecilda Fontelles Veiga - estudante de Ciências Sociais, presa em 1971, em Brasília. Hoje, vive em Belém, onde é professora da Universidade Federal do Pará. Quando fui presa, minha barriga de cinco meses de gravidez já estava bem visível. Fui levada à delegacia da Polícia Federal, onde, diante da minha recusa em dar informações a respeito de meu marido, Paulo Fontelles, comecei a ouvir, sob socos e pontapés: ‘Filho dessa raça não deve nascer’. (...) me colocaram na cadeira do dragão, bateram em meu rosto, pescoço, pernas, e fui submetida à ‘tortura cientifica’. Da cadeira em que sentávamos saíam uns fios, que subiam pelas pernas e eram amarrados nos seios. As sensações que aquilo provocava eram indescritíveis: calor, frio, asfixia. Aí, levaram-me ao hospital da Guarnição de Brasília, onde fiquei até o nascimento do Paulo. Nesse dia, para apressar as coisas, o médico, irritadíssimo, induziu o parto e fez o corte sem anestesia”. 



Dilea Frate - estudante de Jornalismo presa em 1975, em São Paulo. Hoje, vive no Rio de Janeiro, onde é jornalista e escritora. “Dois homens entraram em casa e me sequestraram, juntamente com meu marido, o jornalista Paulo Markun. No DOI-Codi de São Paulo, levei choques nas mãos, nos pés e nas orelhas, alguns tapas e socos. Num determinado momento, eles extrapolaram e, rindo, puseram fogo nos meus cabelos, que passavam da cintura”. 

Maria Amélia de Almeida Teles - professora de educação artística presa em 1972, em São Paulo. Hoje é diretora da União de Mulheres de São Paulo. “Fomos levados diretamente para a Oban. Eu vi que quem comandava a operação do alto da escada era o coronel Ustra. Subi dois degraus e disse: ‘Isso que vocês estão fazendo é um absurdo’. Ele disse: ‘Foda-se, sua terrorista’, e bateu no meu rosto. Eu rolei no pátio. Aí, fui agarrada e arrastada para dentro. Me amarraram na cadeira do dragão, nua, e me deram choque no ânus, na vagina, no umbigo, no seio, na boca, no ouvido. Fiquei nessa cadeira, nua, e os caras se esfregavam em mim, se masturbavam em cima de mim. Mas com certeza a pior tortura foi ver meus filhos entrando na sala quando eu estava na cadeira do dragão. Eu estava nua, toda urinada por conta dos choques”.


Este é o terceiro livro da série ‘Direito à Memória e à Verdade’, editado pela Secretaria de Direitos Humanos (SEDH) em parceria com a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres.  O golpe militar de 1964 que envelhece, mas não morre, completa 46 anos HOJE. .... A lembrança de crimes tão monstruosos contra a maternidade, contra a mulher, contra a dignidade feminina, contra a vida, é dolorosa também para quem escreve e para quem lê.... "


POR . José Ribamar Bessa Freire  http://www.taquiprati.com.br/home/index.php . Colabora com esta nossa Agência Assaz Atroz Ilustração: AIPC – Atrocious International Piracy of Cartoons . PressAA .
juntosomos-fortes.blogspot.pt

Deputados dos EUA aprovam armar a Ucrânia - "Considerando as notícias da semana passada de uma perigosa guerra fria que ruge entre a mulher que é o braço direito de Obama, Valerie Jarrett, e os Clintons, é talvez muito provável que Obama, cuja política externa é perfeito e abismal fracasso, e cujas “realizações” no além-mar só podem ser descritas como completo desastre, não tenha vontade alguma de envolver-se na Ucrânia. Não tanto, provavelmente, para evitar que a guerra fria com a Rússia vire quente, mas, muito mais, para manter um elemento de pressão e chantagem contra Hillary, no momento que ela desafia a favorita de Obama, a populista Elizabeth Warren."

Deputados dos EUA aprovam armar a Ucrânia

Obama e seus "cães raivosos" .
Deputados dos EUA aprovam armar a Ucrânia por 348-48 votos , RÚSSIA avisa que “ajuda letal fará explodir tudo”
por [*] Tyler Durden, Zero Hedge
US House Votes 348-48 To Arm Ukraine, Russia Warns Lethal Aid Will “Explode The Whole Situation”

Traduzido pelo pessoal da Vila Vudu
"Considerando as notícias da semana passada de uma perigosa guerra fria que ruge entre a mulher que é o braço direito de Obama, Valerie Jarrett, e os Clintons, é talvez muito provável que Obama, cuja política externa é perfeito e abismal fracasso, e cujas “realizações” no além-mar só podem ser descritas como completo desastre, não tenha vontade alguma de envolver-se na Ucrânia. Não tanto, provavelmente, para evitar que a guerra fria com a Rússia vire quente, mas, muito mais, para manter um elemento de pressão e chantagem contra Hillary, no momento que ela desafia a favorita de Obama, a populista Elizabeth Warren."

Ontem (24/3/2015), em votação que escapou por baixo do radar, a Câmara de Representantes dos EUA aprovou resolução em que exige que Obama envie ajuda letal à Ucrânia, fornecendo armamento ofensivo, não exclusivamente “defensivo” ao exército ucraniano – a mesma Ucrânia insolvente, em crise de hiperinflação e que, com nível de confiabilidade zero para crédito (padrão Caa3/CC), iniciou preparativos, na semana passada, para emitir bônus da dívida soberana com os EUA como seus avalistas – o que equivale a algo como os EUA terem comprado a Ucrânia. Os EUA também compraram o Egito, quando era governado por regime da Fraternidade Muçulmana, fantoche dos EUA, antes de o citado regime e fantoche ser deposto por golpe do exército local.

A resolução foi aprovada com apoio dos dois partidos, por 348 a 48 votos.

Segundo DW, a medida exige que Obama forneça “sistemas letais de armas defensivas” que capacitarão a Ucrânia a defender seu território contra “a agressão não provocada e continuada da Federação Russa”.

Políticas dessa ordem não devem ser de um só partido, disse o deputado Democrata Eliot Engel, principal propositor da resolução. Por isso todos nos erguemos hoje, Democratas e Republicanos, de fato, como americanos, para dizer que quando basta, basta, na Ucrânia.

Engel, Democrata de New York, resolveu que sabe mais que toda a Europa qual a melhor opção para o povo ucraniano. Que a Europa e, especialmente, que sabe mais que a Alemanha, que não se cansa de repetir que rejeita qualquer movimento para fornecer armas ocidentais ao exército ucraniano. Engel alertou que a Rússia, no governo do presidente Putin, converteu-se
(...) numa clara ameaça a meio século de envolvimento dos EUA num investimento numa Europa una, livre e em paz. Uma Europa na qual as fronteiras não sejam modificadas à força.
E prosseguiu:

A guerra na Ucrânia já fez milhares de mortos, dezenas de milhares de feridos, um milhão de desabrigados e já começou a ameaçar a estabilidade europeia de depois da Guerra Fria.

Muito estranho! Talvez o Departamento de Estado dos EUA devessem ter pensado melhor, então, há um ano, quando Victoria Nuland conspirava em busca do meio mais rápido e efetivo para pôr no poder em Kiev o seu amigo-fantoche “Yats” e derrubar o presidente eleito, num golpe integralmente patrocinado pelos EUA.

Vale a pena dar uma olhada nos “doadores patrocinadores da carreira política” do Republicano Engel, porque ali se encontra alguma explicação para a tenacidade com que se empenha em iniciar mais um conflito armado e em escalar o que o próprio Engel define como uma guerra fria dentro de uma guerra morna.

Eliot Engel - doadores de campanha

Assim sendo, o que fará Obama? Vale relembrar que o presidente tem dado sinais de preferir amplamente cair fora dessa, e deixar que a Europa assuma a dianteira no quesito se e quando escalar a guerra civil por procuração que os EUA combatem na Ucrânia. A verdade é que a resolução aprovada pelos Representantes põe ainda mais pressão sobre o governo Obama, que tem dito repetidas vezes que considerava a possibilidade de enviar ajuda letal (sic) à Ucrânia. Mas Obama até agora ainda não se atreveu a puxar o gatilho.

Há vários meses, o comandante do Estado-Maior das Forças Conjuntas dos EUA, general Martin Dempsey, disse que “consideramos, sim, absolutamente” fornecer “ajuda letal”, sentimentos que foram logo ecoados pelo Secretário de Defesa, Ashton Carter, que disse que ele também estava “inclinado” na mesma direção.

As opções de Obama podem ser ainda mais limitadas, depois que o principal comandante militar da OTAN, general Philip Breedlove, disse no domingo que o ocidente deve “considerar todas as nossas armas” para ajudar a Ucrânia, inclusive enviar armas defensivas para áreas ocupadas por rebeldes pró-Rússia.

Por enquanto o presidente está adiando qualquer decisão, porque, segundo o Departamento de Estado, a Casa Branca espera para ver se funcionará o cessar-fogo decidido no Acordo Minsk-2, antes de decidir se enviará ajuda letal.

Ironicamente, o maior obstáculo à imediata declaração de uma Guerra Mundial III pode ser a própria Hillary Clinton em pessoa. Revelou-se recentemente que a ex-Secretária de Estado – atualmente envolvida num escândalo de e-mails que ela ocultou aos próprios órgãos de controle do governo dos EUA – recebeu doações muito generosas para a Fundação dos Clintons: as mais generosas das quais lhe vieram precisamente... da Ucrânia!


Doadores estrangeiros para Fundação Clinton

Considerando as notícias da semana passada de uma perigosa guerra fria que ruge entre a mulher que é o braço direito de Obama,Valerie Jarrett, e os Clintons, é talvez muito provável que Obama, cuja política externa é perfeito e abismal fracasso, e cujas “realizações” no além-mar só podem ser descritas como completo desastre, não tenha vontade alguma de envolver-se na Ucrânia. Não tanto, provavelmente, para evitar que a guerra fria com a Rússia vire quente, mas, muito mais, para manter um elemento de pressão e chantagem contra Hillary, no momento que ela desafia a favorita de Obama, a populista Elizabeth Warren.

Assim se vê mais uma vez que, no que tenha a ver com política externa, o presidente dos EUA não passa de figurante, e quem realmente toma todas as decisões é o complexo militar-industrial. Assim sendo, embora Obama possa adiar um pouco o envio de armas, ele acabará por receber tapinhas nas costas, que lhe dará a doce e gentil tribo cujos nomes se leem na tabela abaixo, que com certeza logo exigirá ação em troca dos milhões com que enriquecem os lobbies e as campanhas eleitorais


Doadores do complexo industrial militar

Claro que o passo seguinte a ser “noticiado” já está redigido:
(...) mandar armas para o governo de Kiev não significará qualquer envolvimento dos EUA numa nova guerra – já disse o supracitado Eliot Engel, que apresentou o projeto de resolução já aprovado. O povo ucraniano não quer saber de soldados norte-americanos – disse Engel. – Só querem as armas.
Lindo. E se a Ucrânia só quer armas, o complexo industrial norte-americano só quer vendê-las!

Assim sendo, a única questão é como a Rússia responderá a essa escalada: segundo RT,
(...) a decisão de Washington de fornecer munição e armas fará “explodir tudo, no leste da Ucrânia” e a Rússia será forçada a responder “apropriadamente” – disse o Vice-Ministro de Relações Exteriores, Sergey Ryabkov, nos últimos dias de fevereiro.
Seria o maior golpe contra os acordos de Minsk e faria explodir tudo – segundo a agência TASS, citando Ryabkov.

Em outras palavras, esqueçam ações e bônus – pensem só nos pacotes monetários que o Banco Central lançará de paraquedas sobre algumas cabeças, só por causa dessa Guerra Mundial III.
______________________________________________________________


[*] Tyler Durden é o apelido de numerosos blogueiros que comentam no Zero Hedge. O nome foi copiado de personagem do romancede Chuck Palahniuk (depois filme) Fight Club (Clube de Luta).







O MAIOR AVIÃO DO MUNDO CUSTOU 485 MILHÕES DE DÓLARES AO PRÍNCIPE ALWALEED bin TALAL - VEJA IMAGENS E VÍDEOS

Pássaro de Alwaleed bin Talal, "o maior avião do mundo,  485 milhões de dólares."

Vídeo e fotos | Ver Voar Palace para Alwaleed bin Talal, "o maior avião do mundo, com 485 milhões de dólares."




 o príncipe saudita Alwaleed bin Talal, no seu jato particular da produção de Airbus A380 da empresa, que custou cerca de 485 milhões de dólares,  o plano inclui uma sala de banquetes, sala de reuniões, e 5 suites reais, e uma sala de oração tapete eletrônico de modo que eles são sempre dirigidas a Meca, e um elevador que liga o 3 andares no plano, e um suporte para o tipo de carro, "Rolls-Royce", e uma série de entretenimento dentro do avião, vale ressaltar que várias partes não são incomuns no plano feito de ouro puro,
Príncipe Al-Waleed bin Talal nasceu em Ymedinh Riad, capital da Arábia Saudita, em 7 de Março de 1955, o segundo filho do príncipe Talal bin Abdul Aziz, um empresário saudita é um dos maiores investidores do mundo. Classificadas pelo ranking da revista norte-americana Forbes dos 19 homens mais ricos da riqueza do mundo é estimado em 19,4 bilhões dólares, é o avô de seu pai, o rei Abdul Aziz Al Saud, fundador da Arábia Saudita, e seu avô materno é o cabeça de Riad Solh primeiro governo independente no Líbano.




Avião9cf2696b2c011yma 655217Príncipe saudita Alwaleed bin Talal 19dcf686d10392c8adc5dd8f12e626f1_view Alalam-0011-6.07.11-PM Alalam-0010-6.06.17-PM airbus-a380-Abramovich Príncipe Alwaleed compra Airbus 380 aeronaves para uso pessoal 011yma 2317120131112685 (1) z39_600_300wsnCo waleed_04 wsnCo

O AMOR NÃO SE MEDE AOS PALMOS - Mini halterofilista e enorme mulher transgénero encontram o amor nos braços um do outro - veja vídeo

Mini halterofilista e enorme mulher transgénero encontram o amor nos braços um do outro

Kraft diz que se sente "o homem mais feliz do mundo" (Reprodução / Barcroft)
Kraft diz que se sente “o homem mais feliz do mundo” (Reprodução / Barcroft)
Ela mede 1,90 metro, ele cerca de 1,20 metro. No entanto, este fato dificilmente incomoda Anton Kraft e sua mais nova namorada, China Bell.
O que falta em Kraft em tamanho, lhe sobra em força, já que o pequeno halterofilista de Londres, Inglaterra, é detentor de alguns recordes relacionados ao levantamento de peso. Já China passou há pouco tempo atrás por uma cirurgia de mudança de sexo.
Ao Barcroft, Kraft, 52 anos, revela que o sentimento dos dois é mutuo e ele se sente “o homem mais sortudo do mundo” ao lado do seu amor. Além disso, ele garante que é um dos homens mais fortes do planeta, acrescentando que é o único que conseguiu levantar quatro vezes mais que o seu próprio peso corporal.



VEJA VÍDEO





poptrash.pop.com.br