AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

O HOMEM E O ARCO, UM GRANDE VÍDEO

video

A MULHER DOS DEZ CÉREBROS

Na Idade Antiga e na Idade Média, os soldados ambidestros (aqueles que lutavam com as duas mãos) eram muito apreciados dentro do exército. Costumavam fazer parte da guarda pessoal dos governantes ou de um grupo especial da elite.


Mas na Idade Moderna e Contemporânea, a demonstração desta habilidade praticamente ficou reduzida ao mundo do espetáculo, do estranho e extravagante, e inclusive do friki O exemplo mais conhecido foi sem dúvida Thea Alva, uma solteirona alemã que na década de 1920 ficou popularmente conhecida como "A mulher dos dez cérebros".
A mulher dos dez cérebros
Thea começou escrevendo com ambas mãos ao mesmo tempo diferentes frases em francês, alemão e inglês. Mais tarde se aperfeiçou para escrever com os dois pés e a boca.

Thea era capaz de escrever palavras diferentes ao mesmo tempo com ambas mãos e pés.

Mas o mais surpreendente, e daí seu apelido, é que chegou a desenvolver a extraordinária habilidade (única conhecida até agora) de desenhar simultaneamente dez figuras diferentes com dez pedaços de giz colados a varetas fixadas a cada um de seus dedos.
A mulher dos dez cérebros
Participou de vários espetáculos e exibições por todo mundo, fazendo apresentações privadas para importantes personalidades da época como Maksim Gorki ou o Kaiser Guillermo II.


 http://www.mdig.com.br/index.php?itemid=5593#ixzz3QoJaCPgU

WOLKSSTURM, A TORMENTA DO POVO - Em outono de 1944 a derrota total da Alemanha nazista já parecia inevitável. No entanto, Hitler fez qüestão de não se dar por vencido e seguiu empenhado em criar uma linha de defesa para proteger o território alemão e especialmente Berlim. O problema, entre muitos outros, era que o resto de seus exércitos estavam espalhados por toda Europa e a maioria da juventude alemã estava morta ou prisioneira.

Em outono de 1944 a derrota total da Alemanha nazista já parecia inevitável. No entanto, Hitler fez qüestão de não se dar por vencido e seguiu empenhado em criar uma linha de defesa para proteger o território alemão e especialmente Berlim. O problema, entre muitos outros, era que o resto de seus exércitos estavam espalhados por toda Europa e a maioria da juventude alemã estava morta ou prisioneira.

Volkssturm. A Tormenta do povo
A situação não podia ser mais crítica de modo que ante situações desesperadas, soluções desesperadas. Hitler ordenou recrutar qualquer cidadão alemão capaz de carregar uma arma e para isso criou as "Volkssturm", a tormenta do povo.
Volkssturm. A Tormenta do povo
Cartaz de propaganda das Volkssturm. "Pela liberdade e a vida. Volksturm"
As "Volkssturm" foram criadas em outubro de 1944 e o recrutamiento realizou-se mediante um edital do Fürhrer.
Volkssturm. A Tormenta do povo
Entre outras coisas dizia assim:
O inimigo iniciou ações para acabar com nosso império, para destruir o povo alemão e sua ordem social; seu último objetivo, é a exterminação da raça alemã. Uma vez mais, por nossa férrea vontade, a continuidade do Império e por tanto da Europa estará assegurada. Mas como nossos inimigos Acreditam ser capazes de nos dar o golpe final, decidimos utilizar novamente o poder de nosso povo. As intenções de nosso inimigo, o judaísmo internacional, de nos aniquilar, será arrasado pela vontade do povo alemão.

Para o reforço do poder de nossas forças armadas e em especial da liderança na luta infatigável em todas partes, ali onde nossos inimigos queiram pôr o pé sobre a terra alemã, demando ir ao combate todos os homens capazes de manejar uma arma. Por tanto, ordeno:

1) Serao formadas as Volkssturms, forças de defesa do povoo alemão, em todos os distritos do Império da Grande Alemanha, nas quais deverão servir todos os homens de 16 a 60 anos capazes de portar uma arma. Defenderão o solo pátrio com todas as armas e os meios a seu alcance que pareçam apropriados.

9)O Partido Nacional-socialista cumpre sua mais alta obrigação de honra ante o povo alemão, ao dar prioridade em sua organização para cumprir com sua responsabilidade nesta luta.

Quartel General do Führer,
25 de setiembre de 1944
Adolf Hitler
Volkssturm. A Tormenta do povo
Volkssturm. A Tormenta do povo
Ainda que o edital falasse de idades entre 16 e 60, isto foi só orientativo. O menino da foto superior tem 10 anos e os dois outros parecem ter mais de 60.

Sua principal arma foi o "Panzerfaust" (Punho blindado). Um lança foguetes barato na fabricação e fácil de usar, que resultava bastante efetivo como arma anti-tanques.
Volkssturm. A Tormenta do povo
Volkssturm. A Tormenta do povo
Volkssturm. A Tormenta do povo
Como se vê, as mulheres também tiveram que se alistar.
Com o "Panzerfaust" e uma bicicleta deveriam deter o avanço de aliados e soviéticos.
Volkssturm. A Tormenta do povo
Uma das coisas nas quais Hitler insistiu especialmente foi que estas unidades não só recebessem um treinamento militar, senão que também fossem fortemente doutrinados na ideologia nazista.

A ideia era criar um corpo de fanáticos que lutassem até a aniquilação do inimigo ou a própria. Por este motivo, as Volkssturm não estavam sob o controle da Wehrmatch (exército regular) senão que dependiam diretamente de Hitler e do Partido Nazista.
Volkssturm. A Tormenta do povo
Hitler condecora um jovem Volkssturm. Esta fotografia foi feita em Abril de 1945. (Provavelmente seja uma da últimas fotografias de Hitler com vida).

Volkssturm. A Tormenta do povo
Apesar de sua curta idade, nota-se em seu olhar que há tempo que perdeu a infância.
Em muitos casos, ante a escassez de efetivos que sofria o exército alemão, muitos destes meninos eram enviados como tropas regulares para lutar na frente de guerra.
Volkssturm. A Tormenta do povo
Um jovem pertencente à SS é feito prisioneiro. Não lhe restou outro remédio a se tornar homem antes do tempo.
No entanto a efetividade das Volkssturm foi escassa ou nula. Mal tiveram tempo para receber instruções e muito menos dispunham de instrutores com experiência. A maioria dos instrutores eram veteranos da I guerra mundial que nunca tinham enfrentado um exército moderno. Salvo algum caso esporádico de resistência até a morte em alguma invasão a pequenos povoados, as Volkssturm mal tiveram incidência sobre o incontrolável avanço aliado.

Na maioria das vezes e no melhor dos casos, acabavam virando prisioneiros...
Volkssturm. A Tormenta do povo
Volkssturm. A Tormenta do povo
... e no pior deles... terminavam mortos.
Volkssturm. A Tormenta do povo


 http://www.mdig.com.br

ADSE perdeu 2.800 beneficiários em 2014 mas mantém resultados positivos - Quase 3.000 funcionários públicos desistiram em 2014 da ADSE, deixando de contribuir mensalmente com 3,5% do salário para este sistema de protecção, que em 2013 teve um resultado positivo de 55 milhões de euros, informou hoje fonte sindical.

ADSE perdeu 2.800 beneficiários em 2014 mas mantém resultados positivos

Quase 3.000 funcionários públicos desistiram em 2014 da ADSE, deixando de contribuir mensalmente com 3,5% do salário para este sistema de protecção, que em 2013 teve um resultado positivo de 55 milhões de euros, informou hoje fonte sindical.
 .

"No total desistiram da ADSE 2.800 trabalhadores ao longo do ano passado, e durante o mês de Janeiro deste ano desistiram 180 trabalhadores", disse à agência Lusa o secretário-geral do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública (SINTAP), José Abraão.

José Abraão explicou, no final de uma reunião com o novo director da ADSE, que a maioria das desistências teve a ver com o aumento do encargo mensal pois os trabalhadores descontavam 2,25 e passaram a descontar 3,5%.

"Mas foi um erro, pois os trabalhadores devem fazer tudo para preservar a ADSE, que é um bom subsistema de saúde e em 2013 teve um superavit [excedente] de 55 milhões de euros", disse o sindicalista, acrescentando que os resultados de 2014 devem ser superiores.

O SINTAP pediu a reunião ao novo responsável pela ADSE, Carlos Liberato Baptista, para com ele discutir o futuro da Direção Geral de Proteção Social dos Funcionários Públicos, que na prática lhes assegura os cuidados de saúde, comparticipando consultas, exames e medicamentos.

Segundo José Abraão, um dos problemas abordado no encontro foram as dívidas à ADSE, que rondam os 60 milhões de euros, porque algumas autarquias, governos regionais e entidades da administração pública não transferem atempadamente os descontos feitos pelos trabalhadores.
A ADSE depende em termos orçamentais do Ministério da Saúde mas é tutelada pelo Ministério das Finanças. 

*  Que saldo positivo? É voz corrente que  ADSE vai buscar dinheiro aos cofres públicos para pagar as despesas dos beneficiários nos "hospitais"



apeidaumregalodonarizagentetrata.blogspot.pt

E AGORA....GAROTAS SEXI DOS ANOS 20 - Fotos de época de garotas sexys, fotografias picantes dos anos 20 que mostram o sentido da estética nos inícios da era industrial. Dá para notar que o glamour e o estilo não eram predominântes naquele princípio de século XX

Fotos de época de garotas sexys, fotografias picantes dos anos 20 que mostram o sentido da estética nos inícios da era industrial. Dá para notar que o glamour e o estilo não eram predominântes naquele princípio de século XX


Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20
Gatas sexies dos anos 20


http://www.mdig.com.br/