AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


domingo, 16 de novembro de 2014

Apresento-lvos o culpado disto tudo

APRESENTO-VOS O CULPADO DISTO TUDO !!!

O QUE É QUE ANDARAM A FAZER O PAULO PORTAS, A PAULA DA CRUZ, O MIGUEL MACEDO, OS VÁRIOS ALTOS FUNCIONÁRIOS E FUNCIONÁRIAS QUE ESTAVAM SOB A SUA RESPONSABILIDADE POLÍTICA? - pergunta o pascácio de Belém.
Bom… não pergunta (confesso que eu é que inventei isto)… mas poderia bem perguntar!!! 
Quanto à imagem… deu-me uma trabalheira do camandro e foi um belo "braço de ferro" entre a minha inépcia e o "photoshop"… mas valeu a pena!
Pelo menos… FICA TUDO EXPLICADO!!!  

As Fronteiras mais Inusitadas do Mundo

As Fronteiras mais Inusitadas do Mundo

Espanha e Marrocos  - Apesar de ser uma das menores fronteiras do mundo, talvez seja a divisão mais drástica entre dois países. Ceuta é uma cidade espanhola que não está localizada na Península Ibérica, ela está no norte do continente africano e faz fronteira com Marrocos. Os marroquinos por sua vez, reivindicam Ceuta e outros territórios de sua fronteira. O espanhóis visando proteger seu território e combater a entrada de imigrantes ilegais na União Europeia, levantaram um muro de três metros de altura, cercado com arame farpado, por toda a fronteira.
As Fronteiras mais Inusitadas do Mundo

Nepal – China -  Fronteiras delimitadas por rios, montanhas, cordilheiras, enfim, delimitados pela natureza, são comuns. E a divisão entre Nepal e China é feita pela natureza. Porque então estão nessa lista? Por que não é uma divisão qualquer, a fronteira dos dois países passa simplesmente pelo maior pico do mundo, o Monte Everest. Não apenas a montanha que os separa, a divisão passa pelo pico em si, fazendo da fronteira entre China e Nepal a mais alta do mundo.
As Fronteiras mais Inusitadas do Mundo

Holanda e Bélgica - Na verdade não é toda a fronteira entre belgas e holandês que é inusitada. Apenas a parte entre os municípios de Baarle-Nassau (Holanda) e Baarle-Hertog (Bélgica) que chama atenção. São 26 peças, espécie de azulejos, no chão que delimitam onde é a Holanda e onde é a Bélgica. Na foto a cima, a esquerda está a parte holandesa e a direita a belga.
 As Fronteiras mais Inusitadas do Mundo
  

EUA - Canadá - Mais precisamente na cidade de Derby Line, que fica exatamente na fronteira entre os dois países. Essa fronteira passa no meio da cidade, corta algumas avenidas, passa entre prédios, casas e estabelecimentos comerciais. Uma pessoa pode estar na cozinha de casa, preparando sua comida nos EUA e ir para a sala de jantar, onde fará a refeição no Canadá. Pode também dormir no Canadá e quando acordar, ao levantar da cama, estar nos EUA. A cidade pertence aos dois países.
As Fronteiras mais Inusitadas do Mundo

Índia - Paquistão - Wagah é uma cidade dividida ao meio: metade indiana, metade paquistanesa. É ali que, todas as tardes, desde 1959, há uma cerimônia militar de fechamento dos portões da fronteira. Idealizada e coreografada pelas patrulhas dos dois lados em respeito à soberania mútua, ela atrai turistas de todo o mundo. "A coreografia, tentativa de demonstração de bravura e intimidação, muitas vezes foi um indicativo das relações entre os países durante as guerras pelo controle da região da Caxemira", diz o pesquisador Moises de Souza. Em 2010, ambas as partes assinaram um acordo para amenizar o tom belicoso da cerimônia e evitar provocações por parte do público.
As Fronteiras mais Inusitadas do Mundo
www.vocerealmentesabia.com

O “teste de paternidade” que resolveu o enigma da Legionella - Análises feitas no Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge trouxeram as respostas para o surto que foi identificado a 7 de Novembro. As amostras da Legionella nos doentes coincidem com as das torres de arrefecimento.

O “teste de paternidade” que resolveu o enigma da Legionella

Análises feitas no Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge trouxeram as respostas para o surto que foi identificado a 7 de Novembro. As amostras da Legionella nos doentes coincidem com as das torres de arrefecimento.
Algumas amostras ainda estão em cultura do Instituto Ricardo Jorge DR
“Tudo começou com um alerta às 9h do dia 7 de Novembro”. É desta forma que o director-geral da Saúde começa por contar o itinerário do trabalho das autoridades de saúde e ambientais para reconstituírem o surto de Legionella no concelho de Vila Franca de Xira até chegarem ao foco de emissão das bactérias confirmado nesta sexta-feira. As análises laboratoriais realizadas no Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (Insa) conseguiram “estabelecer ligação entre as bactérias encontradas em torres de arrefecimento e amostras clínicas em doentes internados por pneumonia devido à doença dos legionários”, explicou Francisco George.Foi ainda no dia 7 de Novembro que a Direcção-Geral da Saúde (DGS) alertou várias entidades e criou uma task-force que às 21h entregou as primeiras amostras de água da rede pública e que se vieram a revelar uma pista no sentido errado. No entanto, não foi muito depois que conseguiram chegar ao suspeito que se veio a comprovar culpado. As autoridades de saúde recolheram amostras das torres de arrefecimento das principais empresas da zona a partir das 20h30 de sábado e as autoridades do ambiente completaram este trabalho na madrugada de segunda-feira – quando já todas as torres da zona estavam encerradas.
Desde essa altura que as amostras tanto ambientais como dos doentes têm estado em estufas. As primeiras colónias já se desenvolveram e deram respostas que não deixam margem para dúvidas. As estirpes de Legionella pneumophila encontradas nas torres “apresentam uma estrutura molecular semelhante” às que infectaram os doentes, sintetizou o presidente do Insa, Fernando Almeida.
Do lado ambiental, foi encontrada a bactéria em 27 das 91 amostras e aguardam-se resultados das restantes. Em duas delas as bactérias conseguiram multiplicar-se, o que significa que em teoria também o conseguiriam no local de onde foram retiradas.
Nas análises às amostras de 164 doentes, em 57 já foi possível confirmar que se trata mesmo de Legionella pneumophila. “Há 12 amostras de 12 doentes que têm exactamente o mesmo perfil molecular da Legionella das torres”, adiantou Fernando Almeida, que explicou que o trabalho do instituto passou por confirmar numa primeira fase que as amostras de água e as amostras dos doentes tinham de facto ADN da bactéria e, depois, a estirpe concreta das mesmas. Francisco George chama-lhe um “teste de paternidade”.
A história do surto que está entre os três maiores de sempre no mundo conta-se também com a ajuda dos modelos matemáticos trabalhados pela equipa de Paulo Nogueira, que coordena a Direcção de Serviços de Informação e Análise da DGS, e que apontam para duas hipóteses: os sintomas do primeiro caso de doença do legionário com relação com este surto ou foi detectado a 14 de Outubro ou a 21 de Outubro. A forma como os casos foram surgindo, estando especialmente concentrados entre os dias 3 e 9 de Novembro, apontam para que 21 de Outubro seja mesmo a data certa.
Isso significa que entre o primeiro caso com sintomas e o alerta de 7 de Novembro passaram quase 20 dias, durante os quais a Direcção-Geral da Saúde conseguiu perceber, com estes trabalhos posteriores, que houve quase 200 pessoas já com sintomas. Os cenários traçados por Paulo Nogueira estimam que o número de óbitos ainda possa aumentar de sete para dez (com uma margem de erro que variará entre os nove e os onze mortos) e que a partir de 20 de Novembro deixem de aparecer novos casos.
Por agora, até sexta-feira, de acordo com o balanço da Direcção-Geral da Saúde, foram identificados em todo o país 316 casos deLegionella com ligação ao surto de Vila Franca de Xira. A idade média dos doentes é de 58 anos, tendo o mais novo 22 anos e o mais velho 92. Na maior parte dos casos (195) a infecção aconteceu em homens, sendo as faixas etárias mais comuns dos 35 aos 75 anos.

ME AND BOBBY McGEE (com legendas em português) Janis Joplin WMV V9

Arte em espaços públicos Arte em espaços públicos enriquece nossas vidas de várias formas, em muitos lugares. Ele pode enviar mensagens importantes para a comunidade, tornar as pessoas mais conscientes do meio ambiente, e deixá-los ver isso de uma maneira diferente

Arte em espaços públicos

Arte em espaços públicos enriquece nossas vidas de várias formas, em muitos lugares. Ele pode enviar mensagens importantes para a comunidade, tornar as pessoas mais conscientes do meio ambiente, e deixá-los ver isso de uma maneira diferente. Aqui é uma homenagem aos artistas que criam para que todos possam ver, e para os fotógrafos que capturaram-lo. 

1 - Artista de rua, o alemão Sokar Uno 'pinta um mural que faz parte do projeto de arte Urban Nation, em um edifício residencial em Berlim outubro 13. (Fabrizio Bensch / Reuters)

Veja outras obras



2 - A escultura "Manifiesta" feito pelos alunos da escola "República do Líbano" é exibido como parte da exposição ao ar livre, na Praça San Martin, em Buenos Aires, em Nov. 6.  (Daniel Garcia / AFP / Getty Images)




3 - Artista Álvaro Cordova pinta um mural representando a cultura indígena do Equador em uma parede do lado de fora do Mercado San Roque, em Quito, Equador, 16 de outubro pedaço de Cordova é parte de uma competição mural organizado pela cidade de arte fundação ConArte. (Dolores Ochoa / Associated Press)




4 - Mural retratando o ex-líder norte-coreano Kim Jong Il (2 L) e ex-presidente sul-coreano Kim Dae-jung (2 R) de cada lado de uma bandeira da Coreia do Sul, pendurado acima restaurante Dan Sung Sa e bar na área de Koreatown de Los Angeles. (Lucy Nicholson / Reuters)




5 - Uma menina joga na frente da criação do artista holandês Florentijn Hofman, - coelho branco (Ashley Pon / Getty Images)




6 - Um homem passa por um mural com o script que lê, "Um desejo para a Paz", em Medford, Massachusetts., 25 de setembro (Jessica Rinaldi / Globe Staff)




7 - Uma mulher tenta chegar a um guarda-chuva de papel em miniatura, símbolo do movimento pró-democracia, deixado por manifestantes que ocupam parte da área comercial de Mongkok em Hong Kong novembro 2. (Damir Sagolj / Reuters)





8 - Arte de rua numa parede em 24 de outubro, em Brooklyn, NY, (Jewel Samad / AFP / Getty Images)





9 - Escultura móvel na Berlinische Galerie, em Berlim. A galeria está convidando as pessoas a participar de oficinas, palestras e eventos de gastronomia na tenda em forma de bolha. (Maurizio Gambarini / EPA)




10 - Instalação do artista chinês Ai Weiwei em Alcatraz em 27 de setembro, em San Francisco. A peça, situada na antiga prisão Federal, apresenta pipas destinados a transmitir o contraste entre liberdade e restrição. (Noah Berger / AFP / Getty Images)




11 - Um corvo voa sobre a instalação de arte intitulada na Torre de Londres 19 de setembro. O trabalho é composto de 888.246 papoulas cerâmica criados pelo artista Paul Cummins, com a criação de cenógrafo Tom Piper. (Russell Boyce / Reuters)




12 - Uma vista de prédios iluminados durante a noite da Luz abertura do Festival em Lodz, Polônia, outubro de 10. (Grzegorz Michalowski / EPA)





13 - Artista Liz LaManche trabalha em um projeto de tatuagem para representar a Inglaterra, um dos muitos países e culturas representadas ao longo do cais em East Boston, Mass., Antes de um festival. (Joanne Rathe / Globe Staff)





14 - Mural feito pelos alunos para exigir do governo justiça para os 43 alunos que desapareceram em Iguala em 26 de setembro depois que eles entraram em confronto com a polícia e homens mascarados. (Daniel Becerril / Reuters)




15 - Frigideira de escultura gigante por Andrew Hankin - Sydney. (David Gray / Reuters)





16 - As pessoas passam por uma instalação de arte intitulada "Iron, 11 peças", do artista mexicano Damian Ortega na ArtRio Feira Internacional de Arte, no Rio de Janeiro, Brasil. (Silvia Izquierdo / Associated Press)




17 - 02 de outubro, em Monróvia, Libéria. Mais de 4.800 pessoas morreram na África Ocidental devido à epidemia. (John Moore / Getty Images)




18 - Instalação de arte, "O Casal" pelo artista Sean Henery ao largo da costa em Newbiggin-by-the-Sea, no nordeste da Inglaterra. (Owen Humphreys / PA via Associated Press)





19 - Os visitantes se reúnem em um mural que mostra o ex-líder soviético Leonid Brezhnev (L) beijando ex-líder comunista da Alemanha Oriental Erich Honecker pelo pintor russo Dmitri Vrubel, em 28 de outubro no East Side Gallery, que é de 1,3 km de extensão, seção original do Muro de Berlim e hoje é uma atração turística popular. (Sean Gallup / Getty Images)




20 - Uma instalação de arte pelo artista brasileiro Eduardo Srur feito com um manequim em tamanho real está sobre o Rio Pinheiros altamente poluída em São Paulo, Brasil, 18 de setembro. Srur diz que seu trabalho tem como objetivo alertar as pessoas sobre a poluição nos rios da cidade. (Andre Penner / Associated Press)





21 - Um manifestante salta de uma borda na frente de um mural na Place de la Nation, em Ouagadougou, capital do Burkina Faso, 28 de outubro. Dezenas de milhares de pessoas marcharam pela capital de Burkina Faso para o Presidente Blaise Compaoré abandonar os planos para realizar um referendo sobre mudanças no limite de prazo para permitir que ele permaneça no poder. (Joe Penney / Reuters)





22 - Todd Marinovich, o ex-Orange County High School, USC e NFL quarterback cuja carreira foi prejudicada pelo vício em drogas, pinta um mural ao lado do Teatro Gem em Garden Grove 26 de setembro (Kevin Sullivan / The Orange County Register via Associated Press )





23 - Um hipopótamo de madeira gigante criado pelo artista holandês Florentijn Hofman flutua no rio Tâmisa, em Londres, em 3 de setembro. A escultura chamada HippopoThames é de 21 metros de comprimento (69 pés) e está em exposição como parte da Totally Thames festival. (Jack Taylor / AFP / Getty Images)





24 - Uma menina chinesa chega para tocar uma estátua colorida, um dos muitos que replicam famosos Guerreiros de Terracota da China em um exhibtion em 03 de setembro, em Pequim. (Kevin Frayer / Getty Images)





25 - Um trabalhador fala em seu telefone enquanto ele senta-se contra um mural que cobre um edifício em construção em Londres, 21 de outubro (Suzanne Plunkett / Reuters)






26 - As pessoas se reúnem para ver a Catedral de Berlim (Berliner Dome)  em 09 de outubro, onde os técnicos testam as luzes na véspera da abertura do "Festival das luzes" na capital alemã. (Odd Anderson / AFP / Getty Images)






27 - Uma mulher usa a mão para proteger-se do sol, enquanto ela passa por uma instalação de arte em exposição para o Beijing Design Week em um shopping em Pequim, 24 set (Andy Wong / Associated Press)





28 - As pessoas caminham sobre a instalação "A piscina" durante o ''Festival Sinal '' em 17 de outubro, em Praga. Artistas locais e internacionais mostram as principais tendências das novas tecnologias e design de iluminação nas ruas de Praga. (Michal Cizek / AFP / Getty Images)





29 - Uma equipe de artistas de murais vestindo cintos de segurança colocam toques finais no mais novo mural para enfeitar a parede Greenway em Dewey Square Park, em Boston. Intitulado "Sete Moon Junction," pelo artista Shinique Smith. (David L. Ryan / Globe Staf





30 - O duque e a duquesa de Devonshire caminham através de uma peça feita pelo artista norte-americano Alice Aycock intitulado "Hoop-La" no Chatsworth House, no centro de Inglaterra, 4 de setembro. (Darren Staples / Reuters)





31 - Estudante segura um cartaz com um desenho retratando uma Bansky, uma menina com um balão de ar, durante o segundo dia de manifestação contra os cortes do governo em gastos com educação em Barcelona, ​​em 22 de outubro (Quique Garcia / AFP / Getty Images)






32 - Os membros da companhia de dança "Gentlemen de Rua" (GRUA), ou "Senhores do Street", fazem a sua performance de rua intitulado "Body Passando" nas ruas de Natal, dia 8 de agosto (Nuno Guimarães / Reuters)






33 - Um manifestante segurando um coquetel molotov está na frente de um mural de alunos segurando velas na parede de uma escola secundária local, durante um protesto em apoio da Arábia , na aldeia de Jidhafs oeste de Manama, 18 de outubro. (Hamad I Mohammed / Reuters)





34 - Trabalhadores instalam a "rendição incondicional" escultura do artista Seward Johnson - França, 25 de setembro (Stephane Mahe / Reuters)





35 - Homens remam em um barco durante fortes enchentes em Kostanjevica ob Krki, 13 de setembro. (Srdjan Zivulovic / Reuters)





36 - Os visitantes da feira tiram fotos em uma foto panorâmica em frente à catedral de Colônia, durante o dia do 'Photokina 2014 " em Colônia, Alemanha, 15 de setembro (Oliver Berg / EPA)





37 - Um pedestre faz o seu caminho passando pelo mural de parede recém-pintada em um subúrbio de Joanesburgo, África do Sul, 9 de outubro. (Denis Farrell / Associated Press)





38 - Um artista de rua tenta atrair a atenção de transeuntes, Roma, 18 de setembro (Andrew Medichini / Associated Press)




 


39 - Um vendedor arranja legumes para a venda na frente de arte de rua com Albert Einstein em Manila em 18 de setembro (Noel Celis / AFP / Getty Images)




40 - Annie McCarthy, 25, caminha através da instalação de arte de lixo intitulado "Alusão", de Igor Korsunskiy. Dez lixeiras foram colocadas no centro da cidade como galerias de arte temporárias como parte da Art Elevate 2014. (David Goldman / Associated Press)





41 - Um menino palestino passa por um mural representando o Domo da Rocha pintada em uma casa que testemunhas disseram que foi danificada pelo bombardeio israelense durante o mais recente conflito entre Israel e o Hamas, no leste da Cidade de Gaza - 31 de outubro. A escrita no mural diz: "A esperança continua, apesar da dor." (Suhaib Salem / Reuters)



www.comunidademib.blogspot.com.br