AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


domingo, 9 de novembro de 2014

Alentejo Interioridade e pobreza fazem da Câmara de Mourão a maior empregadora

Alentejo Interioridade e pobreza fazem da Câmara de Mourão a maior empregadora

Mourão, no Alentejo, é o município do continente com mais funcionários por cada mil habitantes, o que é justificado pela autarquia com a interioridade, a pobreza do concelho e a falta de indústria.
PAÍS
Interioridade e pobreza fazem da Câmara de Mourão a maior empregadora
Lusa
A autarca disse esperar que a redução de trabalhadores que possa vir a ser exigida pelo Governo, por o município ter recorrido ao Programa de Apoio à Economia Local e por poder vir a aderir ao Fundo de Apoio Municipal, se faça à custa de alguns funcionários que estejam em idade de aposentação.
No entanto, a proposta de Orçamento do Estado para 2015 impõe a redução de funcionários entre 2% a 3% para os municípios endividados que se encontrem em situação de saneamento ou em rutura financeira.
A autarca socialista explicou que, em 2001, o concelho levou "uma machadada" na sua economia local, já que o enchimento da barragem do Alqueva obrigou ao desmantelamento de uma fábrica de papel, a qual chegou a empregar centenas de trabalhadores.
O fecho da unidade fabril "fez com que as pessoas procurassem a câmara para responder à sua situação de desemprego", disse, referindo que o município decidiu "ajudar as famílias" porque não tinham alternativas de emprego no concelho.
Com a construção da barragem de Alqueva, frisou, Mourão "ganhou estradas novas", mas ficou muito aquém do esperado nos setores agrícola e turístico.
"Já tive reuniões no Ministério da Agricultura para exigir que seja ampliado o perímetro de rega em algumas zonas do concelho", assinalou, aludindo que está já em construção o primeiro grande projeto turístico do concelho, o "L'And Reserve", que pode criar "alguma dinâmica e emprego".
Maria Clara Safara precisou que, atualmente, a câmara tem 177 trabalhadores, dois dos quais encontram-se com licença sem vencimento, a que se juntam mais dois prestadores de serviços, um na área da justiça e outro no departamento de obras.
Apesar do elevado número de funcionários em relação à população do concelho, a autarca considerou que se justifica o número de trabalhadores, alegando que "há serviços que se têm de fazer todos os dias, quer seja para dois habitantes ou para 200".
"Os serviços de limpeza da via pública e a recolha de lixo" são alguns exemplos dados pela autarca, que realçou que "é sempre necessário deslocar os serviços municipais, mesmo para as zonas do concelho com menos habitantes".
A presidente da câmara disse que, "muitas vezes", o município "até tem falta de assistentes técnicos" e que enfrenta "algumas dificuldades à medida que alguns [trabalhadores] se aposentam", o que tem obrigado à "mobilidade de funcionários para serviços onde fazem mais falta".
O concelho de Mourão, composto por três freguesias (Mourão, Granja e Luz), apresenta uma taxa de desemprego a rondar os 23 por cento.

LUGARES MARAVILHOSOS

Praia na caverna - Papafragas Beach - Ilha Milos - Grécia

Situado na ilha de Milos, uma linda ilha vulcânica no mar Egeu, a praia de Papafragas encontra se dentro de uma caverna rochosa natural, curvo da face do penhasco, esta pequena e deserta praia é magicamente protegido domundo exterior.
Assemelhando-se a uma piscina gigantesca com águas cristalinas, esta praia é uma jóia muito bem escondida de Milos por conta do seu difícil acesso, tornando-se um lugar idílico  para despertar os seus sentidos e revitalizar sua alma.






Caverna Melissani - Lago Melisani - Ilha de Kefalonia - Grécia

Está localizada na ilha de Kefalonia, a noroeste de Sami, cerca de 5 km de Agia Efthymia, na Grécia.  As cavernas são cercados por florestas, e para o oeste encontra-se a encosta. Um lugar mágico. Cerca de um terço do seu comprimento é um lago. 
Está localizada a leste das montanhas de Evmorfia e Agia Dynati e é muito visitada por turistas. A água sobe a partir do sistema de caverna, a uma profundidade de 30 metros a partir de um lado da caverna e flui para a outra extremidade da caverna. 

Florestas rodeiam a caverna e as encostas da montanha fica a oeste. Um lugar de água limpa e formaçãosurpreendente de rochas.  Possui um lago de coloração azul intenso. Na mitologia grega, Melissani era a caverna das ninfas. 
Tem uma característica típica de ambiente do litoral do aquífero cárstico de carbonato, que forma uma espécie de cenote. Um eixo vertical, dá acesso  ao lençol freático, onde se pode fazer uma passeio em um pequeno barco. 
Esta água subterrânea é salobra, mistura entre água doce do lençol subterrâneo e água do mar que se mistura. As águas subterrâneas da caverna Melissani saem na praia Fridi. 
A baía de Sami tem muitos cenotes com água salobra que flui através de saídas ao longo da costa do mar, formando nascentes litorais salobras.


Smoo Cave - Escócia

É um grande combinado de caverna do mar e de caverna de água doce em Durness em Sutherland, Highland, na Escócia. Está localizada a 2 km a leste da aldeia de Durness e atualmente é servido por um parque de estacionamento, banheiros, escadas e passarelas. 

Planos estão sendo consideradas para a melhoria de acesso para os cerca de 40.000 visitantes que recebe anualmente. Tours da caverna também operam durante os meses de verão, levando os visitantes para a câmara interna de barco.
A caverna é única no Reino Unido , em que a primeira câmara foi formada pela ação do mar, enquanto que as câmaras internas são passagens de água doce, formadas a partir de águas pluviais.
É composta por três seções principais: uma grande câmara de entrada da caverna do mar, uma câmara de cachoeira e uma passagem de água doce curto que leva a uma câmara de depósito terminal com algumas interessantes flowstone(fluir pedra). 
A  câmara principal foi ampliada consideravelmente pela ação do mar a cerca de 40m de largura e 15m de altura, a maior entrada de caverna do mar na Grã-Bretanha.



Província de Hainan - "Havaí Chinês" - 20 milhões de turistas por ano

Este país de dimensões continentais, com mais de 9,5 milhões de km2 (3o maior país do mundo), possui desertos, montanhas, estepes, florestas tropicais, e também ilhas tropicais com praias lindas, que não deixam nada a dever aos mais luxuosos destinos turísticos do Pacífico.
No extremo sul da China, onde o gigantesco país atravessa a zona tropical do planeta, está a "Província Arquipélago" de Hainan, cuja principal ilha tem o mesmo nome. Apesar de ter uma área similar à da Bélgica, as crianças chinesas aprendem na escola que Hainan.
Para quem sempre imaginou a China com base em estereótipos, as praias de areias brancas e vários tons de azul nos surpreendem, bem como os luxuosos Resorts, Restaurantes e Casas Noturnas da região.
A segunda maior cidade da província, Sanya, no extremo sul da ilha de Hainan, é a base preferida pelos turistas para explorar as mais belas praias chinesas. Uma infraestrutura de Aeroportos, estradas e hotéis invejáveis torna a viagem bastante agradável. 
Mais de 20 milhões de turistas, em sua maioria chineses, visitam Hainan anualmente. .Aproximadamente 1 milhão de turistas não chineses vêm principalmente da Coréia, Rússia e Japão. 
 E se os turistas quiserem ver algo além das praias, há montanhas, florestas, templos, monumentos e parques. Hotéis e Apartamentos de luxo em Hainan. Resorts de tirar o fôlego. A vida marinha também é impressionante em Hainan.

CURIOSIDADE
Em Hainan, no distrito de Nanshan, a cerca de 40 km de Sanya, um Buda de 108 metros ergue-se em meio às águas claras do Mar da China. Trata-se de uma das maiores Estátuas de Buda do mundo, que fica dentro de um grande parque cultural.


Fonte: rioblog
www.vocerealmentesabia.com

Pescador fisga arraia rara de 363 quilos no mar da Flórida

Pescador fisga arraia rara de 363 quilos no mar da Flórida

De acordo com a reportagem, o animal foi capturado, catalogado e devolvido ao marO pescador Mark Quartiano fisgou uma arraia rara de 363 quilos e 4,2 metros no mar da Flórida (EUA). Praticante da pesca desportiva, o capitão revelou à ABC News que a criatura tinha aparência jurássica, e que parecia um dinossauro: “Era muito velho. Tinha crustáceos em volta dele todo”, afirmou. 

O pescador classificou o animal como Dactylobatus Clarkii — também conhecido como Hookskate, que costuma viver abaixo dos 300 metros de profundidade. Mark levou quatro horas para conseguir trazer a espécie ao barco.
Embora seja um profundo conhecedor dos mares, Mark foi corrigido pelo historiador George H. Burgess, do Museu de História Natural da Flórida, que afirmou em entrevista à GrindTV que o bicho foi classificado errado.Trata-se, na verdade, de um exemplar raro de uma arraia de cauda longa e venenosa, a Dasyatis Centroura.

www.vocerealmentesabia.com

Roberta Miranda e Fagner - Encosta A Tua Cabecinha No Meu Ombro E Chora....

ESTALAR OS DEDOS E O PESCOÇO FAZ MAL ? - O estalo dos dedos acontece porque há uma interação entre o fluido sinovial, o qual tem a função de lubrificar as articulações e os ossos.

Estalar os dedos faz mal?

Por que os dedos estalam?

O estalo dos dedos acontece porque há uma interação entre o fluido sinovial, o qual tem a função de lubrificar as articulações e os ossos. 
O ruído do estalo acontece quando os ossos das articulações se separam, alongando o tecido conectivo, causando uma descompressão do fluido, movimentação das articulações e dos ossos e a formação de gases que se depositam na cápsula da articulação, que no próximo estalo faz um barulho intenso entre os ossos e trazendo a tão desejada sensação de alívio.
Além dos dedos, muitas pessoas têm o hábito de estalar outras articulações do corpo como costas, cotovelos, joelhos e ombros. E, assim como nos dedos, essas regiões também estão suscetíveis a sofrer com os problemas já citados acima, por isso, se quiser obter o relaxamento através do estalo da articulação, procure um profissional especializado para que não haja danos maiores. Se você tem a mania de estalar os dedos e outras articulações e sente dores, procure um especialista para obter um diagnóstico mais preciso sobre o problema.

Estalar os dedos engrossa?

Pelo que parece, pelos dados científicos já obtidos, dificilmente isso é possível de estar ocorrendo. Nós tendemos a sentir um alívio depois de estalar nossos dedos ou ir para um quiroprata. Isto acontece porque os órgãos tendinosos de Golgi, um conjunto de terminações nervosas, são estimulados quando os dedos são estalado Isto relaxa os músculos ao redor da articulação.
Estalar o pescoço faz mal?

No entanto, alguns quiropratas têm alertado contra estalar seu pescoço. Estalos constantes no pescoço significam que você é hiper-móvel em suas articulações ou há muito espaço e suas articulações poderiam sair do alinhamento. Os músculos ao redor das articulações do pescoço podem apertar demais para segurá-las no lugar, podendo causar tensão no pescoço.

Assim, enquanto estalar suas articulações não vai te causar uma artrite, as chances são de que você pode estar contribuindo pelo menos para um torcicolo leve todos os dias.
Consequências 
Os estalos nos dedos fazem mal sim, entretanto, não causam lesões mais sérias em indivíduos normais que não sofrem com nenhuma anomalia nos ossos ou articulações. Mas, com o passar do tempo e o hábito frequente, os estalos influenciam em uma produção maior de líquido interno entre as articulações, o que pode causar problemas como perda de flexibilidade, lesão na cápsula da articulação, dor e perda da força nos dedos. 



Fonte: manualglobal
www.vocerealmentesabia.com

Contratos da Misericórdia de Lisboa na área da Saúde levantam suspeitas e originam inquérito interno - Empresas ligadas a um conhecido militante do PSD de Lisboa ganharam nos últimos três anos um lugar significativo entre os fornecedores da Santa Casa. Por vezes, as empresas consultadas pertencem às mesmas pessoas. Algumas vendem simultaneamente serviços de telecomunicações, fraldas descartáveis e mobiliário.

Contratos da Misericórdia de Lisboa na área da Saúde levantam suspeitas e originam inquérito interno

Empresas ligadas a um conhecido militante do PSD de Lisboa ganharam nos últimos três anos um lugar significativo entre os fornecedores da Santa Casa. Por vezes, as empresas consultadas pertencem às mesmas pessoas. Algumas vendem simultaneamente serviços de telecomunicações, fraldas descartáveis e mobiliário. Perguntas do PÚBLICO motivaram inquérito em curso.
Santana Lopes apertou regras após ser questionado pelo PÚBLICO DANIEL ROCHA
A Misericórdia de Lisboa adjudicou, desde 2012, pelo menos 18 contratos públicos, num valor próximo dos dois milhões de euros, a um conjunto de dez empresas quase todas acabadas de constituir.Todas elas eram estreantes enquanto fornecedoras da instituição e todas elas pertencem a pessoas que têm participações cruzadas nessas e noutras empresas, frequentemente sedeadas nos mesmos locais. Em muitos daqueles contratos, geralmente resultantes de ajustes directos, as únicas firmas convidadas a apresentar propostas integram um grupo mais alargado de duas dezenas de sociedades pertencentes às mesmas pessoas, sendo que algumas não têm qualquer actividade conhecida. 
A administração da Misericórdia, depois de confrontada pelo PÚBLICO com estes factos, há três semanas, mandou abrir um inquérito interno e instituiu regras mais apertadas para a aquisição de bens e serviços e para a adjudicação de empreitadas. 
As situações identificadas pelo PÚBLICO, a partir das informações obrigatoriamente publicadas em bases de dados oficiais, abrangem uma parcela muito reduzida das compras da Misericórdia. Desconhece-se, no entanto, se elas são apenas a expressão de práticas mais generalizadas.
O que não surpreenderia numa casa cujas estruturas intermédias e superiores são ocupadas, há décadas, por sucessivas camadas de clientelas dos diferentes partidos que têm governado o país e, consequentemente, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML). Isto porque o provedor e os restantes membros da Mesa (o órgão que administra a instituição) são nomeados pelo Governo. 
Empresa sem alvará
Significativa é a adjudicação, no Verão do ano passado, de uma obra de 125 mil euros destinada a reabilitar os 160 m2 da cobertura de uma moradia, em Carcavelos, onde a Misericórdia tem um lar para crianças. Na ficha de publicitação do contrato, disponível no portal Base da internet, diz-se que se tratou de um ajuste directo entregue à empresa Brick 4 You. O espaço destinado à identificação das empresas convidadas a apresentar propostas está em branco.
De facto, o Código dos Contratos Públicos não obriga, quando se trata de ajustes directos, à consulta de mais do que um fornecedor, mas o recurso a essa prática é geralmente recomendado e é seguido por muitas entidades sujeitas às regras da contratação pública, como sucede com a SCML. Neste caso, apesar de tal não constar da ficha publicada, o processo arquivado na instituição indica que foram convidadas cinco empresas. 
Três delas têm sede na zona de Leiria e a sua actividade habitual circunscreve-se aos concelhos limítrofes. A quarta está praticamente inactiva e tinha visto o seu alvará, obrigatório para a realização daquele tipo de obra, ser cancelado no ano anterior, pelo Instituto da Construção e do Mobiliário (INCI), por não ter sido pedida a sua revalidação. A quinta, a Atena Construções, tinha sido criada um mês e meio antes de o seu nome ser incluído na lista das empresas a convidar, a 7 de Junho. Nessa data, contudo, a sociedade, com sede no Cartaxo, não possuia qualquer alvará, nem tinha qualquer actividade.
A sua proposta foi a única apresentada, sendo certo que à data da entrega continuava a não ser detentora de alvará. No dia 7 de Agosto foi registada a mudança do seu nome. A palavra Atena desapareceu (para não se confundir com a principal empresa do grupo), e a nova firma passou a chamar-se Brick 4 You, mantendo os mesmos sócios. A 14 de Agosto, o INCI emitiu um alvará em seu nome. O quadro de pessoal da empresa era formado por apenas um técnico a meio tempo. 
Vinte dias depois, o contrato de empreitada foi assinado com a Misericórdia e a cobertura, que se encontrava em “razoável estado de conservação”, segundo um levantamento feito por consultores externos, foi arranjada no inverno passado. 
“Eticamente inaceitável” 
Um ano antes, em Abril de 2012, um outro contrato chama a atenção entre os cerca de 600, com um valor global próximo dos 170 milhões de euros, que a SCML celebrou e que foram publicados nos três anos que Santana Lopes leva de mandato. Trata-se de um contrato de 23 mil euros entregue por ajuste directo, em Abril de 2012, à firma Axentel - Comunicações. Objecto: ajudar a SCML na “qualificação e descrição técnica dos materiais necessários à abertura da Unidade de Cuidados Continuados da Aldeia de Juso”, no concelho de Cascais.