AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


terça-feira, 28 de outubro de 2014

FOGUETÃO DA USA EXPLODIU - A Cygnus devia entregar 2,2 toneladas de mantimentos e de experiências científicas na ISS, onde estão seis astronautas

FOGUETÃO DA USA EXPLODIU



A Cygnus devia entregar 2,2 toneladas de mantimentos e de experiências científicas na ISS, onde estão seis astronautas



Não é ainda conhecida a causa da explosão ocorrida após o foguetão ter descolado de Wallops Island, Virginia, às 18.22 horas (22.22 horas em Lisboa).



Segundo um comentador da televisão da NASA, "não há indicação de que existam pessoas em perigo", mas houve "danos materiais significativos".



.De acordo com a Orbital, este foi o primeiro lançamento nocturno do foguetão Antares.





SERÁ ? - BES África - Salário de Pinho passa de 39 mil para... dois mil euros

BES África Salário de Pinho passa de 39 mil para... dois mil euros

O salário de Manuel Pinho, ex-ministro da Economia de Sócrates, vai sofrer uma valente tesourada já no próximo mês. Segundo o Expresso Diário, o administrador do BES África vai sofrer uma redução de 95%, passando dos atuais 39 mil euros mensais para ‘apenas’ dois mil euros.
ECONOMIA
Salário de Pinho passa de 39 mil para... dois mil euros
Global Imagens
Segundo o Expresso Diário, o antigo ministro da Economia de José Sócrates vai perder cerca de 37 mil euros do seu vencimento mensal como administrador da holding BES África.
Mais concretamente, e falando em números redondos, o socialista vai passar dos atuais 39 mil euros mensais de rendimento para ‘apenas’ dois mil euros.
Este corte no salário do administrador faz parte de um processo de clarificação e ajustamento da remuneração que irá ainda afetar outros cargos administrativos no banco.

ALGARVE ESSA PÉROLA MOURISCA

SERRAS ALGARVIAS: HISTÓRIA E TRADICÃO

Passeio guiado por Salir, Monchique e Silves.
De Este a Oeste as serras são a fronteira natural do Algarve com o resto do país. Neste passeio vamos perceber a sua importância no desenvolvimento singular desta região e conhecer alguns dos locais mais interessantes da serra de Monchique e do Caldeirão.
Aqui tudo é autêntico. De Loulé a Salir, de Monchique a Silves, a paisagem muda suavemente. Do “mato” tão característico à floresta de Monchique povoada por espécies que não encontramos em mais nenhum lugar Algarve, a biodiversidade é impressionante.
Degustaremos produtos regionais, e teremos oportunidade de visitar a nascente da famosa água termal de Monchique.
O almoço será um dos pontos altos onde a gastronomia tradicional estará em destaque.
Para o fim ficou Silves, uma das cidades mais importantes do Algarve e que merece uma visita cuidada, sobretudo ao Castelo, à Sé e ao museu.
Só nos resta voltar ao ponto de partida com um dia muito diferente na memória.

















PAPAS DE MILHO

Polenta, frangollo... No Algarve: Xerém.
As papas de cereais são uma das receitas culinárias mais antigas e ainda em uso em quase todo o mundo.
Na bacia do Mediterrâneo eram tradicionalmente feitas com milho painço, trigo ou aveia. Com o nome de polenta foram a base da alimentação das legiões romanas e de uma grande parte da população durante centenas de anos.
Com a chegada do milho das américas no sec. XV tudo mudou.
No Algarve muitas vezes eram utilizadas mós manuais para moer o milho, o que dava origem a uma moagem grossa e pouco homogenea que era chamada de zerém. Assim as papas de milho ficaram também a ser conhecidas por xerém.
Qualquer que fosse o nome dado, continuaram a ser parte importante da gastronomia algarvia. Durante muitos anos foram consideradas comida de pobre mas hoje em dia tornaram-se um prato cada vez mais apetecido por quem visita a nossa região.
Um dos segredos para que o xerém fique com a textura certa, está na escolha da moagem da farinha, que não deve ser muito fina.
Pode ser acompanhado com berbigão, conquilhas, carne de porco… ou o que apetecer. Algumas pessoas adicionam-lhe açúcar e fazem uma sobremesa.

«Um olhanense passava
muito bem para onde fosse
com um prato de xerém
e uma batatinha doce»





CAIMÃO

Azul e vermelho na Ria 
Por caminhos pitorescos chegamos a Lagos, a paragem final do nosso passeio. Percorremos a cidade que outrora foi ponto de partida de muitas expedições portuguesas, e tomamos um lanche com produtos regionais para recuperar a energia de um dia inesquecível. Formosa.
O símbolo da ria Formosa é uma ave de cores vibrantes, que se tornou um caso de sucesso na recuperação da avifauna portuguesa.
O Caimão (porphyrio porphyrio) que também é conhecido como Galinha-sultana é uma das aves europeias mais cobiçadas pelos observadores de aves. Destaca-se pela sua plumagem azul que contrasta com as patas e bico vermelhos. Nidifica em pauis e lagos, onde se esconde entre a vegetação embora as suas cores e as suas vocalizações (como uma buzina…) o tornem relativamente fácil de localizar.
Constrói o ninho flutuante com ramos de plantas aquáticas e as suas crias têm plumagem cinzenta até se tornarem adultas. Tem pés longos terminando em dedos muito compridos que facilitam a locomoção em terrenos submersos ou sobre vegetação flutuante. Omnívoro, a sua alimentação inclui sobretudo folhas, rebentos e raízes de plantas, insetos e crustáceos. É uma das maiores espécies da família Rallidae onde se incluem aves como Galinha-d'água e o Galeirão.
Já esteve em perigo de desaparecer de Portugal, mas desde a década de 1990 a sua população tem vindo a recuperar de uma forma notável.
Esta espécie é fácil de observar no Algarve, sobretudo na ria Formosa, onde existem locais de observação privilegiados.








ONDE O ATLÂNTICO SE TRANSFORMA

Tour na Costa Vicentina por Aljezur, Sagres e Lagos.
A nossa primeira paragem é em Aljezur que servirá de porta de entrada para o Parque Natural da Costa Vicentina.
Por ruas estreitas subimos até ao castelo, dono de uma vista única, que vigia os vales férteis e as encostas da Serra de Espinhaço de Cão.
Daqui rumamos a Sul, pelos locais mais característicos da Costa Vicentina, sempre junto ao mar onde temos a oportunidade de almoçar um excelente peixe acabado de pescar.
Sempre em direção a sul, Sagres é a nossa próxima paragem. Visitaremos a fortaleza de no Cabo de São Vicente, local de inspiração para os navegadores portugueses.








www.areapura.com
  

Aranha caranguejeira Ravine - UMA ARANHA MUITO ESTRANHA

Aranha caranguejeira Ravine

Medindo não mais que 3 cm, as caranguejeiras do nero Cyclocosmia talvez sejam as aranhas mais incríveis e estranhas já conhecidas. Elas não só possuem o abdome que parece ter sido cortado ao meio, como também têm a traseira “tatuada” que serve como um tampão de camuflagem.


Quando se sentem ameaçadas as caranguejeiras Ravine, cavam uma pequena toca no solo onde entra de cabeça deixando apenas a traseira achatada, endurecida e bastante resistente  selando a abertura. Este fenômeno é conhecido como fragmose que consiste na obturação do ninho com uma parte do próprio corpo. Este comportamento mantém os potenciais predadores confusos.


Por causa desta morfologia abdominal e do comportamento de fragmose, essas aranhas são muito difíceis de serem vistas e existem poucos pesquisadores se especializando neste grupo no mundo. Os padrões das tatuagens no disco abdominal são diferentes em cada espécie do gênero e por isso suas formas e desenhos são utilizados na identificação específica. As Cyclocosmias pertencem à família Ctenizidae e são encontradas geralmente na América do Norte.


www.vocerealmentesabia.com

Receitas caseiras para tratar seus pés Os pés não podem ser esquecidos no ritual de beleza cotidiano das mulheres.

Receitas caseiras para tratar seus pés

Os pés não podem ser esquecidos no ritual de beleza cotidiano das mulheres. Para ficar com os pés bonitos e sem aquelas incômodas rachaduras não é preciso gastar muito, algumas receitas caseiras para os pés já podem resolver o problema. 

Ingredientes naturais ou produtos adquiridos facilmente em perfumarias ou farmácias podem ser usados para fazer essas soluções em casa. Veja as dicas:

Receitas caseiras para pés ressecados

Junte 4 colheres (sopa) de açúcar e 2 colheres (sopa) de mel, massageie os pés com a mistura antes de tomar banho. Depois que os pés já estiverem secos, finalize passando um hidratante. Entre as receitas caseiras para pés ressecados se pode destacar as usadas para deixar os pés mais macios. Para fazer isso é só misturar ½ copo de vinagre e 1 litro de água morna em uma bacia e colocar os pés de molho por 20 minutos.
As receitas caseiras de esfoliação para pés também são importantes para que você fique sempre com os pés bonitos. O açúcar é um ótimo ingrediente para essas soluções feitas em casa. Uma opção para passar nos pés e massageá-lo fazendo movimentos circulares é misturar 1 e ½ xícara (chá) de açúcar cristal, 4 colheres (sopa) de azeite de oliva e 5 gotas de óleo essencial de laranja para esfoliar os pés. 

hidratação da pele fica por conta do óleo de oliva e da laranja. O único porém é com relação à parte de cima dos pés, que é mais delicada e deve ser massageada com cuidado para não machucar.
Hidratação dos pés: receitas caseiras

O hábito de hidratar a pele deve ser precedido de outro hábito que, neste caso, é a esfoliação dos pés. O procedimento auxilia a limpeza, removendo células mortas acumuladas e diminuindo os obstáculos que dificultam a penetração do hidratante. Para que os pés fiquem sempre hidratados, é preciso, portanto, esfoliá-los, também. 


A dica é mergulhá-los numa mistura 1 litro de água morna e meio copo de vinagre e aguardar 15 ou 20 minutinhos. Isso irá amaciar a pele dos pés e prepará-la para a esfoliação. Em seguida, pode-se fazer uma mistura de açúcar e azeite e aplicá-la nos pés, fazendo movimentos circulares. Isto também pode ser feito com produtos específicos para esfoliação. Feito isso, é preciso lavar a pele e lixar os pés, partindo, em seguida, para a hidratação.
Depois de esfoliar os pés, lembre-se de lixá-lo com uma lixa especifica para pés, mas sem exagerar. Além de seu hidratante habitual, você pode também fazer uma receita caseira para hidratar os pés. 

Os ingredientes são: 10 comprimidos triturados de ácido acetilsalicílico triturados – genérico da aspirina –, 10 colheres (sopa) de água oxigenada 20 volumes e 100 ml de glicerina

Após misturar os ingredientes passe, à noite, nos pés, porém, deixe apenas 15 minutos na primeira vez para testar se não causa alergia ou ardência. Enxágue, se nada ocorrer, você pode repetir a operação na próxima noite, mas deixe o creme nos pés, coloque uma meia e só retire a mistura lavando os pés de manhã.
Qualquer tipo de hidratante é útil aos pés. Os específicos, no entanto, têm poder de ação maior. Esta mistura é bastante eficaz, mas também é possível melhorar a aparência dos pés aplicando o creme hidratante, após a esfoliação e permanecendo com ele, durante muitas horas. 
Neste caso, o melhor horário para se fazer isso é antes de ir dormir. A dica é aplicar uma generosa quantidade de hidratante e, em seguida, colocar meias. Isso irá fazer com que o produto seja ainda mais eficaz. Deve-se repetir o procedimento da esfoliação apenas duas vezes por semana, no máximo. Já a hidratação deve ser diária.

www.vocerealmentesabia.com