AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


domingo, 21 de setembro de 2014

Reino Unido - escultor Robin Wight cria cenas dramáticas de fadas em arame inoxidável suspensas de árvores em cenários maravilhosos


Dramáticos arame de aço inoxidável Fadas por Robin Wight fadas escultura de arame leão
Jo Fitzpatrick
Dramáticos arame de aço inoxidável Fadas por Robin Wight fadas escultura de arame leão
Dramáticos arame de aço inoxidável Fadas por Robin Wight fadas escultura de arame leão
Dramáticos arame de aço inoxidável Fadas por Robin Wight fadas escultura de arame leão
Dramáticos arame de aço inoxidável Fadas por Robin Wight fadas escultura de arame leão
Dramáticos arame de aço inoxidável Fadas por Robin Wight fadas escultura de arame leão
Dramáticos arame de aço inoxidável Fadas por Robin Wight fadas escultura de arame leão
www.thisiscolossal.com

Pássaros feitos de pétalas de flores e folhas por Red Hong Yi - Conhecido por seus inúmeros projetos de arte onde as imagens são criadas usando vários objetos, o artista Red Hong Yi começou uma nova série de pássaros feitos com pétalas de flores e folhas.

Pássaros feitos de pétalas de flores e folhas por Red Hong Yi 



Conhecido por seus inúmeros projetos de arte onde as imagens são criadas usando vários objetos,  o artista Red Hong Yi começou uma nova série de pássaros feitos com pétalas de flores e folhas.Pássaros feitos de pétalas de flores e folhas por Red Hong Yi plantas múltiplas flores pássaros
Pavão feito de ervilha borboleta flores, folhas bottlebrush, paus de folha de coco, allamandas / flores de trombeta
Pássaros feitos de pétalas de flores e folhas por Red Hong Yi plantas múltiplas flores pássaros
Pássaros feitos de pétalas de flores e folhas por Red Hong Yi plantas múltiplas flores pássaros
Galo feito de gérberas e folhas
Pássaros feitos de pétalas de flores e folhas por Red Hong Yi plantas múltiplas flores pássaros
Papagaio feito de ervilhas borboleta e gerberas
Pássaros feitos de pétalas de flores e folhas por Red Hong Yi plantas múltiplas flores pássaros
Kingfisher feito de gerberas, ervilha borboleta e trevos roxos
Pássaros feitos de pétalas de flores e folhas por Red Hong Yi plantas múltiplas flores pássaros
Calau feitas de crisântemos, germeras e trevos roxos
Pássaros feitos de pétalas de flores e folhas por Red Hong Yi plantas múltiplas flores pássaros
Flamingos feitos de gerberas cor de rosa e galhos
Pássaros feitos de pétalas de flores e folhas por Red Hong Yi plantas múltiplas flores pássaros
Flamingo feito de gerberas cor de rosa e galhos
Pássaros feitos de pétalas de flores e folhas por Red Hong Yi plantas múltiplas flores pássaros
Cardeal do norte feita de gérberas vermelhas e crisântemos roxos profundos com dill
Pássaros feitos de pétalas de flores e folhas por Red Hong Yi plantas múltiplas flores pássaros

www.thisiscolossal.com

FOTOGALERIA ESPECIAL DESENVOLTURAS & DESACATOS -VOCÊ VAI FICAR PASMADO(A) COM A BELEZA DESTE DESFILE ! VEJA AQUI VÍDEOS E IMAGENS IMAGENS DO CORSO ZUNDERT NA HOLANDA COM CARROS ALEGÓRICOS FEITOS DE FLORES - CORSOS DE 2013/14




Gigante Escultural flutua coberto de flores de Zundert Corso 2013 


www.thisiscolossal.com

Gigante Escultural flutua coberto de flores de Corso Zundert desfiles 2013 escultura Holanda flores
Bubblegum por Gerard van Erk, Jack Nouws e Brian Bota / Foto © Omroep Brabant
Gigante Escultural flutua coberto de flores de Corso Zundert desfiles 2013 escultura Holanda flores
Não era mim por Erik van Elsacker, Aart-Jan Borrias e René Jochems / Foto © Omroep Brabant
Gigante Escultural flutua coberto de flores de Corso Zundert desfiles 2013 escultura Holanda flores
Louco Ouro por Steven van Erck e Stefan van Steen / Foto © Niels Braspenning
Gigante Escultural flutua coberto de flores de Corso Zundert desfiles 2013 escultura Holanda flores
Foto © Omroep Brabant
Gigante Escultural flutua coberto de flores de Corso Zundert desfiles 2013 escultura Holanda flores
Vennus de Milos por Robin Schijfs, Jesse e Verheijen Ton van Beek / Foto © Niels Braspenning
Gigante Escultural flutua coberto de flores de Corso Zundert desfiles 2013 escultura Holanda flores
Foto © Omroep Brabant
Gigante Escultural flutua coberto de flores de Corso Zundert desfiles 2013 escultura Holanda flores
Galeto por Kees Oomen / Foto © Niels Braspenning
Gigante Escultural flutua coberto de flores de Corso Zundert desfiles 2013 escultura Holanda flores
Enganado por Jos van Aert e Erwin Braspenning / Foto © Niels Braspenning
Gigante Escultural flutua coberto de flores de Corso Zundert desfiles 2013 escultura Holanda flores
Monstros por Sander van Hooydonk, Fedde van Erk e Gijs Leijdekkers / Foto © Niels Braspenning
Gigante Escultural flutua coberto de flores de Corso Zundert desfiles 2013 escultura Holanda flores
Gordel por Roy Verdaesdonck e Niek van den Broek / Foto © Omroep Brabant
É a maior época do ano para a pequena cidade de Zundert, na Holanda. Vinte carros alegóricos gigantes desfilaram pela cidade como parte do Corso Zundert ( anteriormente ), um desfile anual de flores que vê equipes de designers e artesãos competem para construir a escultura mais original cobria quase completamente com flores dália.
VÍDEOS








Esculturas imponentes feito de flores em exposição no Bloemencorso, um desfile de flor em Zundert, Holanda desfiles escultura Holanda flores
Esculturas imponentes feito de flores em exposição no Bloemencorso, um desfile de flor em Zundert, Holanda desfiles escultura Holanda flores
Esculturas imponentes feito de flores em exposição no Bloemencorso, um desfile de flor em Zundert, Holanda desfiles escultura Holanda flores
Esculturas imponentes feito de flores em exposição no Bloemencorso, um desfile de flor em Zundert, Holanda desfiles escultura Holanda flores
Esculturas imponentes feito de flores em exposição no Bloemencorso, um desfile de flor em Zundert, Holanda desfiles escultura Holanda flores
Esculturas imponentes feito de flores em exposição no Bloemencorso, um desfile de flor em Zundert, Holanda desfiles escultura Holanda flores
Esculturas imponentes feito de flores em exposição no Bloemencorso, um desfile de flor em Zundert, Holanda desfiles escultura Holanda flores
Esculturas imponentes feito de flores em exposição no Bloemencorso, um desfile de flor em Zundert, Holanda desfiles escultura Holanda flores
Esculturas imponentes feito de flores em exposição no Bloemencorso, um desfile de flor em Zundert, Holanda desfiles escultura Holanda flores
Esculturas imponentes feito de flores em exposição no Bloemencorso, um desfile de flor em Zundert, Holanda desfiles escultura Holanda flores

Esta é a época do ano para o maior desfile de flores do mundo, o Corso Zundert, na Holanda! Localizado na pequena cidade de Zundert, na fronteira com a Bélgica, o desfile anual apresenta 20 carros alegóricos gigantes criados por vários distritos da cidade. Para incentivar uma ampla variedade de criatividade do desfile nunca tem um tema fixo, deixando as equipes livres para desenhar o que
quiserem, desde que os carros alegóricos se encaixem nos padrões 20x10 metros e estejam completamente enfeitados com flores dália.


Este ano, as atrações foram tão variadas quanto um avião 737 desmontado, e até um cefalópode (moluscos marinhos a que pertencem os polvos) tocando guitarra, mas primeiro prêmio ficou com um musculoso cavalo, o Horsepower.














JÁ ESTREOU EM SÃO BENTO O FAMOSO TEATRO DE MARIONETES COM A PEÇA - PEDIMOS DESCULPA AOS PORTUGUESES

JÁ ESTREOU EM SÃO BENTO O FAMOSO TEATRO DE MARIONETES COM A PEÇA - PEDIMOS DESCULPA AOS PORTUGUESES


O Crescimento do Islamismo no mundo

HISTÓRIA DO PALÁCIO DA FONTE DA PIPA, OU BANCO SANCHO - LOULÉ

Palácio da Fonte da Pipa OU BANCO SANCHO - Loulé (POR SE DIZER ASSOMBRADO O PALACETE MANTEM-SE ATÉ HOJE AO ABANDONO)

Por me ter deslocado recentemente ao Algarve para fotografar a fabulosa "Casa do Pai", cujo projecto pretende torná-la na mais faustosa casa algarvia do século XXI, onde nada se poupou em requintes de "bemvadez" que fará corar um xeique das arábias...
Aproveitei  a oportunidade uma vez que me encontrava na vizinhança, para fotografar também a mais faustosa casa do Algarve do século XIX... o Palácio da Fonte da Pipa, em Loulé... foi um dia em cheio!
Quando iniciei este projecto, pesquisei no cibernético espaço alguns potenciais candidatos que justificassem uma ruinosa reportagem, e encontrei um manancial de oportunidades que exigiam um  enorme esforço logístico pela distância a que se encontravam... 
Fui ainda várias vezes avisado por leitores deste nosso blogue da existência desta autêntica pérola, este palácio era um dos mais apetecidos troféus que finalmente consegui conquistar.
A sua imerecida fama prende-se essencialmente em histórias de assombração, tendo sido alertado várias vezes por populares, dos "perigos" que poderia encontrar, mas ninguém me avisou do vislumbre que iria testemunhar...
Segundo se conta, à laia de mito urbano, a filha de um proprietário terá falecido na quinta e há quem a tenha visto à janela da torre, na minha opinião é mais uma história da carochinha para afastar os curiosos, sem ter algum fundamento... 
Há também outra versão que terão sido sepultadas na propriedade, vítimas da gripe espanhola, a tenebrosa pneumónica nos anos de 1916-18, e hoje ainda deambulam as suas penadas almas por este aprazível local.
À semelhança da "Casa do Pai", o seu construtor não se fez rogado em conceber uma residência digna das mil e uma noites, materializando a sua cultura e fortuna através de uma opulenta morada.
Foi em 1875, após uma viagem pelo Norte da Europa, que Marçal de Azevedo Pacheco se inspirou, e aqui erigiu a sua casa de sonho, com a intenção de receber a régia visita de El Rei D. Carlos, que acabou por ficar em Estói.
Marçal de Azevedo Pacheco, foi um homem de estado, Presidente da C. M. de Loulé, deputado do Partido Regenerador pelo circulo de Macedo de Cavaleiros, Par do Reino,  Sub-Director Geral do Ministério da Justiça, Presidente do Tribunal do Contencioso Administrativo do distrito de Lisboa, entre outros importantes cargos, foi também tio de um dos nossos melhores ministros das Obras Públicas, o Engº Duarte Pacheco.
Esta propriedade, foi na altura crismada como Quinta da Esperança, embora esse nome nunca tenha vingado por este local já há muito ser conhecido por Fonte da Pipa, por aqui haver uma antiga fonte que saciava os mais sedentos louletanos.
Para executar com a arte necessária tão elaborada obra, cumprindo rigorosamente cada cómodo como uma verdadeira obra prima de pintura decorativa, foi contratado para o efeito, José Pereira Júnior (Pereira Cão).
Pereira Cão era um pintor e ceramista que já tinha dado provas de raras habilidades artísticas, aquando a sua intervenção no Real Palácio da Ajuda, restaurando e decorando-o, pela ocasião do casamento do príncipe D. Luís.
Pelo esmero da construção e decoração, o tempo decorreu sem pressas e a obra estava ainda inacabada no ano de 1896, quando faleceu o seu ilustre proprietário vitimado por uma grave doença, nunca chegando a tirar partido deste local de sonho.
Foi em 1920 adquirido por Manuel Dias Sancho, um abastado cidadão de S. Brás de Alportel, que detinha na altura uma casa bancária com o seu nome. A casa foi então acabada tendo sido introduzidas melhorias ao projecto inicial.
A decoração dos jardins e a electrificação do palácio foram então a sua prioridade. Seguindo um estilo  inspirado nos mosaicos de Gaudi, utilizando conchas, porcelanas, cascas de caracol entre outros elementos decorativos, como incrustações nos bancos e mobiliários de jardim.
A crise financeira que abalou o mundo em 1929, e a crise política que na altura grassava em Portugal levou muitas empresas à insolvência tendo feito graves mazelas nos bolsos de muita gente, ditando a sorte deste senhor, cuja fortuna foi severamente abalada.
Viu as suas propriedades serem confiscadas para cobrir os prejuízos da sua casa bancária, e esta ser absorvida pelo Banco do Algarve, tal como o palácio aqui retratado.
O palácio foi então adquirido a este banco, por Francisco Guerreiro Pereira, um rico proprietário algarvio que edificou em 1935, na cidade de faro, o Palacete Guerreirinho, um dos mais belos projectos de Norte Júnior.
A dedicação a uma das suas maiores paixões, resultou num grande contributo à Fonte da Pipa,  o enriquecimento do jardim com plantas exóticas que ainda hoje existem e subsistem, fazendo do matagal envolvente uma notável colecção arbórea.
Por morte deste último proprietário, em 1948 a quinta foi herdada pelo seu filho primogénito, o Dr. António Guerreiro Pereira Júnior, um eminente médico de Faro, que a manteve até 1981, ano em que a vendeu à sociedade "Quinta da Fonte da Pipa, Urbanizações, Lda".
Esta sociedade idealizou para aqui um projecto cultural e centro de congressos, onde chegaram a acontecer algumas exposições e outros eventos, que tiveram na altura um sucesso imediato. Para poder explorar a propriedade em pleno, foi proposto um projecto que previa a construção de uma série de infra-estruturas no terreno de 30 hectares, o que ainda não teve aprovação desde 1981... desde então que os actuais proprietários impacientemente aguardam que o seu avultado investimento consiga gerar emprego, cultura, e quiçá alguns euros... enquanto assistem impotentes à degradação desta magnífica casa.
Até que aconteça algo neste País à beira mar abandonado, muitas jóias como estas estão condenadas ao marasmo e à ruína. Há autênticos "burrocratas", que ou não querem ter trabalho, ou não querem ver Portugal a prosperar.

ruinarte.blogspot.pt