AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


sábado, 6 de setembro de 2014

REPRESSÃO POLICIAL (Instrumento do Capital)

VENCER O PERIGO PARA IR À ESCOLA

AGORA VEJA NESTAS FOTOS OS PERIGOS QUE AS CRIANÇAS PASSAM PARA IR À ESCOLA NAS FILIPINAS, SUMATRA NA INDONÉSIA E TAMBÉM EM ALGUNS PONTOS REMOTOS DA CHINA

Em algumas partes do mundo, é fácil de levar a educação para concedido. A viagem para a escola pode ser uma viagem de autocarro, a pé ou simplesmente no carro dos pais. Crianças em áreas remotas ao redor do mundo, por outro lado, têm que atravessar obstáculos perigosos na sua jornada diária para um futuro melhor.






















Tina Turner - We Don't Need Another Hero [Official Music Video]

Laura Branigan - Gloria [1982]

Jennifer Rush - Power Of Love (extended)

Laura Branigan - Gloria

BONNIE TYLER ~IT'S A HEARTACHE~

Jardim garrafa: plantas florescem em ecossistema que não tem sido aberto desde 1972

article-2267504-17212EB3000005DC-781_634x663

Jardim garrafa: plantas florescem em ecossistema que não tem sido aberto 


Tanto florescimento de vida vegetal em apenas uma garrafa. Será que isso é mesmo possível? Por mais incrível que pareça, esse jardim garrafa é ainda mais incrível do que parece: não tem sido aberto desde 1972.
David Latimer, 80 anos, é o dono deste curioso experimento que não tem tomado muito do seu tempo. A última vez que ele regou as plantas, o Brasil era governado pelo regime militar e Emílio Garrastazu Médici era presidente.

Mas como essas plantas sobrevivem? Seria uma montagem? De acordo com especialistas, não. É totalmente possível que plantas formem um miniecossistema que “cuida de si mesmo”. E, aparentemente, é o caso do jardim lacrado do Sr. Latimer (embora ninguém possa dizer com certeza se ele realmente não abre ou vem regando a garrafa com frequência).
article-2267504-172125D8000005DC-461_634x389

Jardim garrafa

No domingo de Páscoa de 1960, o Sr. Latimer pensou que seria divertido começar um jardim garrafa, por curiosidade.
Em um garrafão globular de cerca de 37 litros, Latimer derramou um pouco de composto e cuidadosamente colocou uma muda de plantas do gênero Tradescantia, usando um pedaço de arame.
Na época, colocou só um pouco de água, e apenas em 1972 deu outra “regada”. Desde então, o sistema tem prosperado, enchendo sua garrafa com folhagem saudável.
“O jardim fica em uma janela, para tomar um pouco de luz solar. As plantas crescem em direção à luz”, conta o Sr. Latimer.
Cientistas explicam que o jardim garrafa criou seu próprio ecossistema em miniatura. Apesar de ter sido cortado do mundo exterior, porque ainda está absorvendo luz, pode realizar fotossíntese, o processo pelo qual as plantas convertem luz solar em energia que precisam para crescer. A fotossíntese cria oxigênio e também coloca mais umidade no ar. A umidade se acumula no interior da garrafa e “chove” de volta na planta.
As folhas que apodrecem caem na parte inferior da garrafa, criando o dióxido de carbono necessário para a fotossíntese e os nutrientes que as plantas reabsorvem através das suas raízes.
A garrafa está atualmente em exposição sob as escadas no corredor da casa do Sr. Latimer em Cranleigh, Surrey (Reino Unido), no mesmo lugar que ocupou por 27 anos.
Segundo o designer de jardim e apresentador de televisão Chris Beardshaw, o jardim garrafa é um grande exemplo da maneira pela qual as plantas são capazes de se reciclar, e mostra a razão pela qual a NASA está interessada em levar plantas ao espaço.
“Plantas operam como purificadores, tirando poluentes no ar, de modo que uma estação espacial pode efetivamente se tornar autossustentável”, disse. “Este é um grande exemplo de quão pioneiras as plantas são, e como persistem dada as oportunidades”.
O Sr. Latimer espera passar o “experimento” adiante para seus filhos adultos uma vez que não estiver mais por perto. Se eles não quiserem, vai deixá-lo com a Royal Horticultural Society, uma sociedade britânica, para ver por quanto tempo esse ecossistema sustentável pode perdurar.
article-2267504-17214589000005DC-901_634x444

O processo

Jardins garrafa só precisam de luz para sobreviver. Ela é absorvida sobre as folhas da planta pelas proteínas que contêm clorofila (um pigmento verde). Parte dessa energia da luz é armazenada sob a forma de trifosfato de adenosina (ATP), e o restante é usado para remover elétrons a partir da água absorvida do solo pelas raízes das plantas.
Estes elétrons então tornam-se “livres” e são usados em reações químicas que convertem o dióxido de carbono em carboidratos, liberando oxigênio. Este processo de fotossíntese é o oposto da respiração celular que ocorre em outros organismos, incluindo humanos, em que os carboidratos que contêm a energia reagem com o oxigênio para produzir dióxido de carbono e água e liberar energia química.
Mas o ecossistema também usa respiração celular para quebrar material em decomposição derramado pela própria planta no solo. Nesta parte do processo, as bactérias no interior do solo da garrafa absorvem oxigênio dos resíduos, liberando dióxido de carbono que a planta pode reutilizar.
E, claro, à noite, quando não há luz solar para conduzir a fotossíntese, a planta também utiliza a respiração celular para manter-se viva, quebrando os nutrientes armazenados.
Como o jardim garrafa é um ambiente fechado, o ciclo de água também é um processo de autocontido. A água na garrafa é absorvida pelas raízes das plantas, liberada para a atmosfera durante a transpiração, e condensada, onde o ciclo começa novamente.[DailyMail]

INÉDITO - JOSÉ CARDOSO PIRES - OS ÓCULOS DO PESSOA


citizengrave.blogspot.pt

uma maneira original de tocar acordeão - Russia acordeon

uma maneira original de tocar acordeão - Russia acordeon

Die Twinnies - Bayernmädels - ACORDEÃO SOBRE PATINS

Clarinet Polka

"O défice que o seu Governo fez chegar aos 10% é o mais alto dos últimos...

7 Pessoas que morreram de formas muito estranhas. A morte é uma constante na vida, enquanto a maioria das pessoas morrem de forma comum, porém algumas são a diferentes, morem de forma muito estranhas e eu diria até irónica

7 Pessoas que morreram de formas muito estranhas.

A morte é uma constante na vida, enquanto a maioria das pessoas morrem de forma comum, porém algumas são a diferentes, morem de forma muito estranhas e eu diria até irônica. Muitos destes que você vai ver na lista são pessoas famosas e personalidades importantes para a história da humanidade.
Hans Steininger
pessoas morreram 01 7 Pessoas que morreram de formas muito estranhas
Hans Steininger é conhecido nos livros de história como o homem com a barba mais longa (1,37 metros). E até mesmo imortalizaram seu coroamento em pedra. Um dia, em 1567, houve um incêndio na cidade e na sua pressa Hans esqueceu-se de enrolar sua barba. Ele pisou na barba, perdeu o equilíbrio, tropeçou, quebrou o pescoço e morreu! Pense bem antes de deixar sua barba maior que um anão, ela pode acabar te matando!
Crasso
pessoas morreram 02 7 Pessoas que morreram de formas muito estranhas
Político e general romano e o mais rico homem da cidade de Roma e que financiou as legiões romanas. No entanto, sua derrota contra os partos, povo pertencente à Pártia, encerrou sua glória. Os partos puniram Crasso por sua ganância, derramando ouro fundido em sua garganta.
Bobby Leach
pessoas morreram 03 7 Pessoas que morreram de formas muito estranhas
Bobby Leach foi um aventureiro de renome mundial. Ele era conhecido na história como a primeira pessoa a descer com sucesso nas Cataratas do Niagara dentro de um barril (1911). Ele levou 18 minutos para chegar às Cataratas e outros 22 minutos para alguém socorrê-lo, uma vez que ele caiu na base, onde o barril ficou preso nas pedras. Ele sobreviveu, mas quebrou o maxilar e as duas rótulas. Em 1926 na Nova Zelândia, ele escorregou numa casca de laranja e fraturou a perna, que infeccionou e foi amputada. Bobby Leach morreu devido a complicações dois meses depois.
Thomas Midgley Jr.
pessoas morreram 05 7 Pessoas que morreram de formas muito estranhas
O químico americano Thomas Midgley Jr. foi o inventor da gasolina com chumbo e do clorofluorocarbono. Suas invenções causaram milhões de mortes na história da humanidade, assim como graves impactos ao meio ambiente. Mais tarde em sua vida, ele contraiu intoxicação por chumbo e poliomielite, deixando-o preso a uma cama. Ele então criou um elaborado sistema de cordas e roldanas que lhe permitia mover e ajustar o seu corpo em sua cama. Com 55 anos, foi estrangulado acidentalmente por suas cordas e roldanas.
Jerome Rodale
pessoas morreram 06 7 Pessoas que morreram de formas muito estranhas
Jerome Rodale é conhecido como o fundador da revolução de alimentos orgânicos. Como um naturalista, ele promovia uma vida mais saudável. Aos 72 anos de idade, estava gravando uma entrevista no Dick Cavett Talk Show. Ele estava dizendo que era tão saudável que poderia viver até os 100 anos quando caiu no chão, morto por um ataque cardíaco. A entrevista nunca foi ao ar.Tome cuidado ao se gabar de sua saúde, afinal nunca se sabe quando a natureza vai se virar contra você!
Clemente Vallandigham
pessoas morreram 071 7 Pessoas que morreram de formas muito estranhas
Após a Guerra Civil, o controverso político de Ohio, Clemente Vallandigham se tornou um bem sucedido advogado que raramente perdia um caso.
Em 1871, ele defendeu Thomas McGehan que foi acusado de disparar em Tom Myers durante uma briga de bar. Vallandigham alegava que Myers tinha disparado contra ele mesmo. Para convencer o júri, Vallandigham decidiu demonstrar sua teoria. Infelizmente, ele pegou uma arma carregada por engano e acabou atirando em si mesmo!
Ao morrer, Vallandigham conseguiu demonstrar a plausibilidade do disparo acidental e conseguiu com que seu cliente fosse absolvido.Isso que é bom advogado!
Myra Davis
pessoas morreram 08 7 Pessoas que morreram de formas muito estranhas
A atriz do filme Psicose, Myra Davis, teve uma morte semelhante à personagem que ela interpretou no filme. Em 1988, ela foi morta por um “psicopata”, reproduzindo a famosa cena do chuveiro que ela fez neste clássico de Alfred Hitchcock.

www.tolosco.com

ATAHUALPA YUPANQUI - LOS HERMANOS