AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


sexta-feira, 18 de julho de 2014

FILME BRASILEIRO COMPLETO - Beijo 2348/72

UM TEXTO INTELIGENTE - O texto abaixo é bastante inteligente - expressa ideias que por serem essenciais entram em conflito com um Sistema que agoniza em razão de sua artificialidade - ostentação e ganância; sem dúvida, este é um dos reflexos dentre os que explicam e acentuam a miséria nesse Mundo.

UM TEXTO INTELIGENTE

O texto abaixo é bastante inteligente - expressa ideias que por serem essenciais entram em conflito com um Sistema que agoniza em razão de sua artificialidade - ostentação e ganância; sem dúvida, este é um dos reflexos dentre os que explicam e acentuam a miséria nesse Mundo. //

Uma das características da nossa Condição Humana é a diferença de valores... A questão é que o "peso do tesouro falso" parece impressionar e seduzir mais do que o essencial que precisamos para desfrutar desse ciclo com o relativo equilíbrio. Claudio Pierre

"Eu não sou pobre! Pobres são aqueles que acreditam que eu sou pobre.
Tenho poucas coisas, é certo, as mínimas, mas apenas para ser rico.
Quero ter tempo para… dedicá-lo às coisas que me motivam.
Se tivesse muitas coisas, teria que me ocupar de resolvê-las, de protege-las, de conservá-las, de aumentá-las e não poderia fazer o que eu realmente gosto.

A verdadeira liberdade, riqueza se encontra na austeridade, no consumir pouco.

Vivo em uma pequena casa, para poder dedicar tempo ao que verdadeiramente aprecio.
Senão, teria que ter tempo para manter, conservar, proteger todo o que possuo, o ter guardas, secretários e empregados que tomassem conta. Se eu tivesse muitas coisas, teria que me dedicar a cuidar delas, para que não fossem levadas…

Não, com três cómodos é suficiente. Passamos a vassoura, eu e a velha, e já se acabou.

Então, temos tempo para o que realmente nos entusiasma. Verdadeiramente, não somos pobres! Temos tempo e liberdade para fazermos o que desejamos, esta nossa riqueza!”

JOSÉ MUJICA

QUEM É JOSÉ MUJICA?

Conhecido como “Pepe” Mujica, o atual Presidente do Uruguai recebe USD$12.500/mês (doze mil e quinhentos dólares mensais) por seu trabalho à frente do país,
mas doa 90% de seu salário, ou seja, vive com 1.250 dólares, cerca de R$2.538,00 reais ou ainda 25.824 pesos uruguaios.

O restante do dinheiro ele distribui entre pequenas empresas e ONGs que trabalham com habitação.

“— Este dinheiro me basta e tem que bastar, porque há outros uruguaios que vivem com menos”, diz o presidente Mujica.

Aos 77 anos, Mujica vive de forma simples, usando as mesmas roupas e desfrutando da companhia dos mesmos amigos de antes de chegar ao poder.

Além de sua casa, seu único património é um velho Volkswagen, cor celeste, avaliado em pouco mais de mil dólares. Como transporte oficial, usa apenas um Chevrolet Corsa. Sua esposa, a senadora Lucía Topolansky, também doa a maior parte de seus rendimentos.


encontropoexistencia.blogspot.pt

AVISO URGENTE - Medicamento para colesterol aumenta risco de morte Um estudo internacional revela que a niacina (vitamina do complexo B usada no tratamento do colesterol) não reduz o risco de ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral, aumenta, pelo contrário, o risco de morte.



HOJE NO "AÇORIANO ORIENTAL"

Medicamento para colesterol 
aumenta risco de morte

Um estudo internacional revela que a niacina (vitamina do complexo B usada no tratamento do colesterol) não reduz o risco de ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral, aumenta, pelo contrário, o risco de morte.
 
Por isso, a maioria das pessoas não devia tomar este suplemento amplamente utilizado, também conhecido como vitamina B3, de acordo com um editorial no New England Journal of Medicine, publicado com os resultados do ensaio clínico realizados.

A niacina ganhou popularidade nos últimos 50 anos e atua essencialmente em levantar os níveis do “bom colesterol” HDL.

No entanto, o estudo de quatro anos, em pessoas com idades entre os 50 e os 80 anos e com colesterol elevado, não encontrou nenhum benefício nas taxas de ataques cardíacos ou acidentes vasculares cerebrais, segundo o New England Journal of Medicine, citado pela agência noticiosa AFP.
O estudo incluiu 25.673 pessoas que já tomavam medicação para reduzir o colesterol.

A alguns foi-lhes prescrito também niacina como fármaco de libertação prolongada, enquanto a outros pacientes foram, aleatoriamente, administrados placebos.
A niacina “foi associada a um aumento tendencial da morte”, disseram os cientistas, acrescentando que está também associada a “significativos aumentos de efeitos secundários graves: problemas de fígado, excesso de infeções, excesso de sangramento, gota, perda do controlo do açúcar no sangue de diabéticos e o desenvolvimento de diabetes em pessoas que tinham a doença quando o estudo começou”.

Donald Lloyd-Jones, responsável pela Medicina Preventiva na Northwestern University Feinberg School of Medicine e no hospital Northwestern Memorial, disse que 9% do aumento do risco de morte entre os utilizadores de niacina – que os cientistas consideram elevado – significa que os benefícios são ofuscados.

“Pode haver uma morte por cada 200 pessoas a quem prescrevemos a niacina”, vincou Lloyd-Jones, que escreveu o editorial no jornal.
“Com este tipo de resultado, esta é uma terapia inaceitável para a maioria dos pacientes”, concluiu.

* E quantos já morreram por causa deste veneno que é frequentemente prescrito.



apeidaumregalodonarizagentetrata.blogspot.pt

Ain't Got No, I Got Life - Nina Simone

Elodie Frégé - Je te dis non

These Arms of Mine - Otis Redding

ALGARVE - PORTIMÃO - Hospital de Portimão investiga médico acusado de recusar assistir uma idosa

Hospital de Portimão investiga médico acusado de recusar assistir uma idosa


O Centro Hospitalar do Algarve informou hoje que abriu um processo interno sobre a alegada recusa de um médico do Hospital de Portimão em socorrer uma doente em paragem cardiorrespiratória e que veio a morrer, avança a agência Lusa, citada pelo SAPO Saúde.

O caso, ocorrido a 14 de Julho, mereceu reacção dos deputados Cecília Honório e João Semedo do Bloco de Esquerda, que pedem esclarecimentos sobre o caso ao Ministério da Saúde.

Em comunicado, os deputados referem que a polícia foi chamada a intervir naquele serviço de saúde por causa de desentendimentos entre dois enfermeiros e um médico.

“Na génese desta situação esteve o facto de o médico em causa ter alegadamente recusado colaborar nas manobras de suporte avançado de vida que estes enfermeiros encetaram para fazer face a uma paragem cardiorrespiratória de uma pessoa de cerca de 80 anos”, lê-se no documento enviado ao Ministério da Saúde.

Perante a situação, terá sido convocado outro médico para socorrer a doente, que acabaria por falecer, acrescentam os deputados.

Os deputados querem ainda saber se a situação vai ser averiguada pelo Hospital de Portimão e pela Inspecção-Geral das Actividades em Saúde.

À Lusa, o gabinete de comunicação do Centro Hospitalar do Algarve, entidade que gere os Hospitais de Portimão e Faro, disse que já está em curso um processo interno de averiguações sobre o caso.

Até à conclusão das averiguações, o médico em causa foi afastado do Serviço de Urgências, acrescentou a mesma fonte.

Absolvição: Berlusconi é agora inocente no ‘caso Ruby’, delibera Tribunal de Milão

Absolvição: Berlusconi é agora inocente no ‘caso Ruby’, delibera Tribunal de Milão


Nem os advogados de Silvio Berlusconi esperavam tanto. O ex-primeiro-ministro italiano foi absolvido no ‘caso Ruby’, depois de condenado em primeira instância por incitação à prostituição com menor e abuso de poder. Só que a deliberação do Tribunal de Milão pode não ser a última…Condenado por incitação à prostituição de uma menor de idade e por abuso de poder, Silvio Berlusconi foi hoje absolvido das acusações, no Tribunal de Milão.
A reviravolta nesta longa batalha jurídica surpreendeu os próprios advogados do ex-primeiro-ministro de Itália, como reconheceu um deles, Franco Coppi: “o veredicto vai além das nossas expetativas mais otimistas”.
Condenado a sete anos de prisão, em primeira instância, o antigo governante foi agora considerado inocente em Milão, a mesma cidade onde os magistrados, alegadamente, o perseguem por motivos políticos.
Em causa estava a alegada relação sexual com Kharima el Mahroug, uma dançarina de casas noturnas cujo nome artístico era ‘Ruby, a ladra de corações’, quando esta seria ainda menor de idade.
Berlusconi teria também abusado do poder (segundo a acusação) quando obteve a liberdade de ‘Ruby’ sob custódia policial, num caso em que a dançarina fora acusada de roubo.Para o Tribunal de Milão, o político é inocente de ambas as acusações: a de abuso de poder “não tem fundamento” e, sobre a incitação à prostituição, os juízes deliberaram que “o facto não constitui delito”.
A decisão de hoje pode não ser a última. O Ministério Público italiano tem ainda a possibilidade de recorrer para o Supremo

Portas justifica compra de submarinos com antiguidade dos equipamentos

Portas justifica compra de submarinos com antiguidade dos equipamentos



O antigo ministro da Defesa Paulo Portas justificou a opção pela compra de submarinos alemães em 2003 com a antiguidade dos equipamentos, sublinhando ter sido poupado um total de mil milhões de euros.
Paulo Portas está a explicar, na Comissão de Inquérito ao caso dos submarinos, a atuação enquanto ministro da Defesa.
O ex-ministro justifica a necessidade de agir para evitar o colapso, tendo em conta o estado em que diz ter encontrado o equipamento militar em 2002.
«À cabeça, quero destacar o risco de desaparecimento de capacidades militares por absoluta vetustez dos equipamentos. O estado da arte era este: as corvetas já tinham ultrapassado os 40 anos de vida, os submarinos que sobravam haviam sido projetado há 40 anos, as chaimites iam a caminho das quatro décadas, as G3 eram do tempo da guerra, os aviocar tinham 30 anos», enumerou o atual vice-primeiro-ministro.
Paulo Portas sublinhou ainda que o concurso para a aquisição de submarinos não começou em 2002 e que a questão das contrapartidas teve deficiências desde o início.

ATENÇÃO ALGARVIOS, ATENÇÃO MOTARDS ANTÓNIO COSTA E ANTÓNIO JOSÉ SEGURO VÊM À CONCENTRAÇÃO MOTARD - FARO

ATENÇÃO ALGARVIOS, ATENÇÃO MOTARDS 

ANTÓNIO COSTA E ANTÓNIO JOSÉ SEGURO VÊM À CONCENTRAÇÃO MOTARD - FARO


Seguro tenta mudar a imagem cinzenta participando no concurso miss t-shirt molhada da concentração motard de Faro

António Costa vem promover a nova mota de marca XUXA

O encontro motard de Faro de 2014 terá como pontos altos um seminário sobre poupança de combustível em tempos de crise e a participação do secretário-geral do PS nos concursos Miss T-shirt Molhada e Bota Abaixo de Imperiais. Aparece.

ESTAMOS EM 2014 ! A PROPÓSITO...LEMBRAM-SE DO FILME O "OVO DA SERPENTE" !?

O ovo da serpente
 

Assistir ao filme O Ovo da Serpente é como sentir um soco no estômago e ficar sem ar por alguns minutos. Não é à toa que esta produção de Ingmar Bergman é um dos seus trabalhos mais contundentes e que talvez seja o mais conhecido do grande público. Com certeza é o mais político e intenso trabalho de reconstituição de época e um olhar crítico sobre a Alemanha antes do surgimento do Nazismo. Liv Ullmann com seu olhar intenso e sua interpretação soberba dão ao filme toda a dramaticidade que o diretor exige. Não é por menos que Liv Ullmann é a atriz preferida de seus trabalhos. Tanto a admira como atriz e como mulher que casou com ela. David Carradine também está perfeito no papel do judeu Abel Rosenberg. Abel Rosenberg, um trapezista judeu desempregado, está em Berlim em Novembro de 1923 para tentar descobrir a razão do suicídio de seu irmão. A Alemanha está em crise na república de Waimar em razão da primeira guerra mundial. O povo vive em constantes crises existenciais, econômicas e sociais e o poder político está em franco declínio e os cidadãos vivem sem uma perspectiva de futuro. Neste ambiente de caos o “ovo da serpente” encontra ambiente propício para ser chocado e eclodir com força e mudar os destinos do mundo e da Alemanha. Abel encontra abrigo em um apartamento de um cientista que também lhe oferece um emprego. Sua cunhada vive como corista em uma boate de quinta categoria e mora em uma pensão e ambos acabam se relacionando nesta semana tumultuada. A solidão de ambos, a miséria em que vivem e o futuro sem futuro os colocam numa situação constrangedora de viver um caso tumultuado. No trabalho Abel desconfia que alguma coisa está errada e, ao investigar o tal cientista, descobre que ele está fazendo experiências humanas em nome da ciência médica e da supremacia ariana e encontra respostas para o suicídio do irmão. A fome, o desemprego, a superinflação e a violência urbana criam situações de desespero geral aumentando o descontentamento de uma nação criando assim um ambiente favorável para que Hitler encontre eco a sua megalomania de um poder absoluto e tirano. Acima de tudo, encontra um povo disposto a elevá-lo ao topo da hierarquia indiferente aos seus métodos racistas e cruéis. Um retrato fiel de uma Alemanha em crise e uma profunda reflexão sobre as origens do nazismo. O título do filme é uma síntese perfeita das condições que permitiu o surgimento de Hitler e seu regime nazista. Não é um filme para se assistir indiferente e a reflexão se faz necessário até para que não venhamos a cair na mesma armadilha de sermos salvos por falsos heróis e salvadores da pátria egocêntricos e racistas. 



pimentaeouro.blogs.sapo.pt

As primeiras sessões de cinema em Portugal por Manuel Félix Ribeiro em entrevista ao jornal O Sete em 1978

citizengrave.blogspot.pt

A Soror Mariana de Almada Negreiros - "Portugal inteiro há-de abrir os olhos um dia - se é que a sua cegueira não é incurável e então gritará comigo, a meu lado, a necessidade que Portugal tem de ser qualquer coisa de asseado!Morra o Dantas, morra! Pim" *





A Soror Mariana de Almada Negreiros


"Portugal inteiro há-de abrir os olhos um dia - se é que a sua cegueira não é incurável e então gritará comigo, a meu lado, a necessidade que Portugal tem de ser qualquer coisa de asseado!Morra o Dantas, morra! Pim" *

«Almada Negreiros apresenta em 1913, na Escola Internacional de Lisboa, a sua primeira exposição individual, composta de 90 desenhos; aqui trava conhecimento com Fernando Pessoa, com quem edita a Revista Orpheu, juntamente com Mário de Sá Carneiro. Júlio Dantas, médico, poeta, jornalista e dramaturgo, é a maior figura da intelectualidade da época e afirma que a revista é feita por gente sem juízo. Irónico, mordaz, provocador mesmo, Almada responde com o Manifesto Anti-Dantas, onde escreve: "…uma geração que consente deixar-se representar por um Dantas é uma geração que nunca o foi. É um coio d’indigentes, d’indignos e de cegos, e só pode parir abaixo de zero! Abaixo a geração! Morra o Dantas, morra! Pim!". O manifesto teve algum impacto no meio artístico; é tempo de mudar as mentalidades e a sociedade, e Almada fá-lo como poucos, atacando a cultura burguesa instituída e os seus representantes ao mais alto nível.»

Almada Negreiros, POETA D'ORPHEU, FUTURISTA E TUDO.


Vocês não sabem quem é a soror Mariana do Dantas? Eu vou-lhes contar: 

A princípio, por cartazes, entrevistas e outras preparações com as quais nada temos que ver, pensei tratar-se de soror Mariana Alcoforado a pseudo autora daquelas cartas francesas que dois ilustres senhores desta terra não descansaram enquanto não estragaram pra português, quando subiu o pano também não fui capaz de distinguir porque era noite muito escura e só depois de meio acto é que descobri que era de madrugada porque o bispo de Beja disse que tinha estado à espera do nascer do Sol! 

A Mariana vem descendo uma escada estreitíssima mas não vem só, traz também o Chamilly que eu não cheguei a ver, ouvindo apenas uma voz muito conhecida aqui na Brasileira do Chiado. Pouco depois o bispo de Beja é que me disse que ele trazia calções vermelhos. 

A Mariana e o Chamilly estão sozinhos em cena, e às escuras, dando a entender perfeitamente que fizeram indecências no quarto. Depois o Chamilly, completamente satisfeito, despede-se e salta pela janela com grande mágoa da freira lacrimosa. E ainda hoje os turistas têm ocasião de observar as grades arrombadas da janela do quinto andar do Convento da Conceição de Beja na Rua do Touro, por onde se diz que fugiu o célebre capitão de cavalos em Paris e dentista em Lisboa. 

A Mariana que é histérica começa a chorar desatinadamente nos braços da sua confidente e excelente pau de cabeleira soror Inês. 

Vêm descendo pla dita estreitíssima escada, várias Marianas, todas iguais e de candeias acesas, menos uma que usa óculos e bengala e anda toda curvada prá frente o que quer dizer que é abadessa. 

E seria até uma excelente personificação das bruxas de Goya se quando falasse não tivesse aquela voz tão fresca e maviosa da Tia Felicidade da vizinha do lado. E reparando nos dois vultos interroga espaçadamente com cadência, austeridade e imensa falta de corda... Quem está aí?... E de candeias apagadas? 

- Foi o vento, dizem as pobres inocentes varadas de terror... E a abadessa que só é velha nos óculos, na bengala e em andar curvada prá frente manda tocar a sineta que é um dó d'alma o ouvi-la assim tão debilitada. Vão todas pró coro, mas eis que, de repente, batem no portão sem se anunciar nem limpar-se da poeira, sobe a escada e entra plo salão um bispo de Beja que quando era novo fez brejeirices com a menina do chocolate. 

Agora completamente emendado revela à abadessa que sabe por cartas que há homens que vão às mulheres do convento e que ainda há pouco vira um de cavalos a saltar pla janela. A abadessa diz que efectivamente já há tempos que vinha dando pela falta de galinhas e tão inocentinha, coitada, que naqueles oitenta anos ainda não teve tempo pra descobrir a razão da humanidade estar dividida em homens e mulheres. Depois de sérios embaraços do bispo é que ela deu com o atrevimento e mandou chamar as duas freiras de há pouco com as candeias apagadas. Nesta altura esta peça policial toma uma pedaço d'interesse porque o bispo ora parece um polícia de investigação disfarçado em bispo, ora um bispo com a falta de delicadeza de um polícia d'investigação, e tão perspicaz que descobre em menos de meio minuto o que o público já está farto de saber - que a Mariana dormiu com o Noel. O pior é que a Mariana foi à serra com as indiscrições do bispo e desata a berrar, a berrar como quem se estava marimbando pra tudo aquilo. Esteve mesmo muito perto de se estrear com um par de murros na coroa do bispo no que se mostrou de um atrevimento, de uma insolência e de uma decisão refilona que excedeu todas as expectativas. 

Ouve-se uma corneta tocar uma marcha de clarins e Mariana sentindo nas patas dos cavalos toda a alma do seu preferido foi qual pardalito engaiolado a correr até às grades da janela gritar desalmadamente plo seu Noel. Grita, assobia e rodopia e pia e rasga-se e magoa-se e cai de costas com um acidente, do que já previamente tinha avisado o público e o pano cai e o espectador também cai da paciência abaixo e desata numa destas pateadas tão enormes e tão monumentais que todos os jornais de Lisboa no dia seguinte foram unânimes naquele êxito teatral do Dantas. 

A única consolação que os espectadores decentes tiveram foi a certeza de que aquilo não era a soror Mariana Alcoforado mas sim uma merdariana-aldantascufurado que tinha cheliques e exageros sexuais. 

Continue o senhor Dantas a escrever assim que há-de ganhar muito com o Alcufurado e há-de ver que ainda apanha uma estátua de prata por um ourives do Porto, e uma exposição das maquetes pró seu monumento erecto por subscrição nacional do "Século" a favor dos feridos da guerra, e a Praça de Camões mudada em Praça Dr. Júlio Dantas, e com festas da cidade plos aniversários, e sabonetes em conta "Júlio Dantas" e pasta Dantas prós dentes, e graxa Dantas prás botas e Niveína Dantas, e comprimidos Dantas, e autoclismos Dantas e Dantas, Dantas, Dantas, Dantas... E limonadas Dantas- Magnésia. 

E fique sabendo o Dantas que se um dia houver justiça em Portugal todo o mundo saberá que o autor de Os Lusíadas é o Dantas que num rasgo memorável de modéstia só consentiu a glória do seu pseudónimo Camões. 

E fique sabendo o Dantas que se todos fossem como eu, haveria tais munições de manguitos que levariam dois séculos a gastar. 


(Excerto do MANIFESTO ANTI-DANTAS de José de Almada-Negreiros)


MANIFESTO ANTI-DANTAS completo
 por Mário Viegas












citizengrave.blogspot.pt

BALANÇO DE UM PERCURSO ACENTUADO DE DEGRADAÇÃO (I) (…o SNS á lupa) - Mais de 1 milhão de portugueses sem MF (Médico de Família). Encerramento de Centros, Extensões e Unidades de Saúde, de SAP’s, redução de valências e horários de funcionamento. Privatização dos cuidados públicos de saúde.


BALANÇO DE UM PERCURSO ACENTUADO DE DEGRADAÇÃO (I)

(…o SNS á lupa)

Mais de 1 milhão de portugueses sem MF (Médico de Família). Encerramento de Centros, Extensões e Unidades de Saúde, de SAP’s, redução de valências e horários de funcionamento. Privatização dos cuidados públicos de saúde. 

O cenário é sentido pelas populações e pelos profissionais e é confirmado pelos números das estatísticas oficiais. Assiste-se a uma evolução profundamente negativa. Definido o conceito de PRIVATIZAÇÃO – transferência de prestação de cuidados de saúde do SNS para o sector privado, definida a estratégia do governo – opção ideológica de criar um SNS a duas velocidades: um serviço público mínimo, sem qualidade e com falta de meios e um sistema assente na prestação privada, suportado em seguros privados de saúde (cerca de 2 milhões de portugueses já têm seguros de saúde) e na transferência de avultados meios financeiros do Estado para os grupos privados, a partir dos Subsistemas públicos, Parcerias Público- Privadas e Regime Convencionado. 

Portugal da crise profunda, período 2011 – 2012. Austeridade, subfinanciamento do SNS, “racionalidade” de custos. Os grupos económicos da área da saúde facturam 1250 milhões de euros, crescendo num ano cerca de 20%. Desse autêntico manã, cerca de 30% são receitas transferidas dos 3 subsistemas públicos (ADSE, ADM e SAD). O Estado aliena prestação de cuidados, transferindo para a Mello Saúde, BES Saúde, HPP e Grupo Trofa, consultas (27,7% do total), cirurgias (16,7% do total).

ESCÂNDALOS – 90% dos tratamentos da hemodiálise são realizados em unidades privadas! Porquê? Cerca de 2400 doentes oncológicos serão enviados para o privado para serem tratados! Porquê? “Falta de capacidade dos serviços públicos de saúde”, “reorganização dos serviços de saúde”! Porquê? Deficits de assistentes operacionais nas Unidades de saúde, precariamente substituídos por POC’s, sem formação, sem motivação, sem reconhecimento… Um Despacho de 2014, a “lei da rolha” que exige silêncio, cumplicidade, cegueira, “sigilo”.

CR

cris-sheandbobbymcgee.blogspot.pt

MP pede condenação com pena suspensa de ex-ministra Maria de Lurdes Rodrigues

MP pede condenação com pena suspensa de ex-ministra Maria de Lurdes Rodrigues

O Ministério Público (MP) pediu hoje a condenação com pena suspensa da antiga ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, e de mais dois arguidos, e o pagamento de uma indemnização ao Estado.


Maria de Lurdes Rodrigues e outros três arguidos estão acusados de prevaricação de titular de cargo político.

Nas alegações finais que hoje decorrem, além da condenação com pena suspensa de Maria de Lurdes Rodrigues, o procurador do Ministério Público pediu também a condenação para o advogado João Pedroso e para João Silva Batista, ex-secretário-geral do Ministério da Educação. 

"O MP entende que a lei impõe a suspensão da execução da pena, que deve ficar condicionada à entrega de uma quantia ao Estado", referiu o procurador. 

Por outro lado, o Ministério Público pediu a absolvição da arguida Maria Matos Morgado, à altura dos factos chefe de gabinete. 

Em causa está a contratação de João Pedroso, por ajuste directo, para exercer tarefas de consultoria jurídica, a partir de 30 de Janeiro de 2007. 

A acusação sustenta que, pela contratação do irmão de Paulo Pedroso, antigo dirigente do PS, o Ministério estipulou o pagamento de 220 mil euros (sem IVA), que João Pedroso receberia em duas prestações de 40 por cento (106.480 euros), uma até 20 de fevereiro e outra até 20 de julho de 2007, e uma com os remanescentes 20 por cento (53.240), até dezembro do mesmo ano.

* Pena suspensa porquê? Quando é que os prevaricadores de titular de cargo público vão para a prisão com a mesma frequência com que prevaricam, Portugal é um Estado de Direito para quem, para aqueles, por exemplo, que deixam morrer dois doentes do coração  por não lhes ter sido prestada assistência devida??? 
A senhora em questão só mudou de tacho, foi para a Fundação Luso Americana.



apeidaumregalodonarizagentetrata.blogspot.pt

COMO ELE VAI COMENDO OS BISCOITOS