AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


quinta-feira, 17 de julho de 2014

CHICO HORTA - Pergunto ao Vento que Passa

20 anos dos aviões F-16 em Portugal



20 anos dos aviões F-16 em Portugal

20 Anos dos aviões F-16, desde Julho de 1994.

Os F-16 , Fighting Falcon, que patrulham e defendem o nosso espaço aéreo, em Portugal, já fizeram 20 Anos desde a sua chegada em Julho de 1994.


8 JULHO 1994

Chegada a Portugal. Aterram na Base Aérea Nº 5, em Monte Real, Leiria, os primeiros quatro F-16 OCU Fighting Falcon, de um lote de 20 aparelhos (17 monolugares e três bilugares). Estas aeronaves foram pagas com as contrapartidas norte-americanas pelo uso da Base das Lajes, nos Açores. Catorze anos depois de o mítico F-86 Sabre ter sido retirado do serviço, as Forças Armadas voltavam a dispor de meios para a defesa do nosso espaço aéreo, 50 vezes maior do que o território nacional.

13 OUTUBRO 1998

Guerra no Kosovo. Três F-16 integram a operação Allied Force, no âmbito da Guerra do Kosovo. A partir da Base Aérea de Aviano, em Itália, realizaram 281 saídas, com durações médias de seis a sete horas de voo, perfazendo no ar 1050 horas sobre o mar Adriático, Bósnia-Herzegovina, Macedónia, Albânia e Hungria. Por não disporem de armamento de última geração e eventuais disparos poderem provocar danos colaterais, às aeronaves portuguesas foram atribuídas missões de escolta de outros aparelhos. 

21 MARÇO 2000

Entre os melhores do mundo. Durante quase um mês, seis aviões da esquadra 201, “Falcões”, participou num dos mais importantes exercícios militares, o Red Flag. Descolaram de Monte Real rumo à Base Aérea de Nellis no deserto do Nevada, EUA, tendo realizado quatro escalas. Dois pilotos portugueses tiveram a oportunidade de assumir as funções de 'mission commander', o responsável pela organização das forças, planeamento e execução de missões envolvendo mais de 100 aviões.

9 JUNHO 2000

Adesão ao Multinational Fighter Program. Ao integrar o EPAF (European Participating Air Force), grupo de países europeus com caças F-16 de configuração MLU (Middle Life Update), constituído pela Dinamarca, Bélgica, Holanda e Noruega, Portugal passa a trocar conhecimento e a partilhar apoios diversos e descontos na aquisição de armamento para todos os membros do grupo. Em caso de necessidade, os F-16 destes cinco países poderão operar como uma única força, sob a égide da NATO (Organização do Tratado do Atlântico Norte). Para garantir a sua operacionalidade, realizam anualmente um megaexercício militar, o Frisian Flag. 

8 MARÇO 2002

Acidente em Monte Real. O capitão Jorge Moura, de 32 anos, despenhou-se no topo sul da pista da Base Aérea de Monte Real, em Leiria, deixando mulher e dois filhos. Aos comandos do F-16 com o número de cauda 15111, treinava manobras de acrobacia, mais concretamente um looping, para apresentar no festival aéreo comemorativo dos 50 anos da FAP. 

12 JUNHO 2004

F-16 vigiam espaço aéreo no Euro-2004Duas horas antes de cada jogo nenhuma aeronave poderia sobrevoar o estádio a menos de dois mil pés de altitude. Caso fosse detetado algum aparelho a tentar violar essa zona de exclusão aérea, e não fosse possível identificá-lo, seria acionado o sistema de defesa aérea. Um F-16 iria ao seu encontro. 

1 NOVEMBRO 2007

Nos céus do Báltico. Durante seis semanas, quatro F-16 garantem a defesa aérea da Letónia, Estónia e Lituânia. A partir da Base Aérea de Siauliai, na Lituânia, integram a missão Baltics Air Pollicing da NATO. Em setembro deste ano, os caças portugueses regressarão ao Báltico para voltar a policiar os céus desta região da Europa. 

28 JANEIRO 2008

Segundo acidente em 14 anos. Durante um voo de ensaio, um F-16 cai junto à Base Aérea Nº 5, em Monte Real, Leiria. Aos comandos do avião com o número de cauda 15140 seguia o tenente-coronel João Pereira, que conseguiu ejetar-se com sucesso. Segundo a Força Aérea, o avião, recentemente transformado para o padrão MLU (Middle Life Update), “ficou incontrolável devido a problemas com o sistema de comandos de voo”. 

13 AGOSTO 2012

Nos céus da Islândia. Seis aviões das esquadras 201, “Falcões”, e 301, “Jaguares”, policiam durante seis semanas os céus da Islândia, uma vez que este país nórdico não tem força aérea. A partir da Base Aérea de Keflavik, uma antiga instalação militar norte-americana localizada a 40 quilómetros da capital, Reiquejavique, foram executadas 92 saídas, totalizando 160h35 de voo. 

10 OUTUBRO 2013

Portugal vende 12 caças à Roménia. O Ministério da Defesa fecha negócio para a venda de 12 F-16 à Roménia: nove da frota portuguesa e três que serão comprados aos Estados Unidos. O negócio deverá render 78 milhões de euros ao Ministério da Defesa. Os aparelhos, depois de modernizados pela Força Aérea com a colaboração de empresas portuguesas, serão entregue em 2016 e 2017. Substituirão a frota de MIG-21, fazendo da Roménia o 28º país a operar este tipo de avião. Mais de 4540 F-16 foram produzidos até hoje, devendo continuar a ser fabricados até 2017 


http://www.noenigma.com/2014/07/20-anos-dos-avioes-f-16-desde-julho-de.html#sthash.MAGGczmF.dpuf



AVIÃO DA MALÁSIA AIR LINES FOI ESCOLTADO POR DOIS CAÇAS UCRANIANOS

Ganha consistência a notícia de que foi a força aérea ucraniana quem abateu o boeing 777



Um controlador do aeroporto na Ucrânia diz que o avião da Malásia, que caiu no leste, com 295 pessoas a bordo, foi escoltado por dois caças ucranianos até minutos antes de desaparecer do radar.



Texto completo en: http://actualidad.rt.com/actualidad/view/134299-controlador-trafico-aereo-buelo-mh17-escoltado-cazas-ucranianos



AQUI ESTÃO OS VERDADEIROS NAZIS DA NOVA ERA

DIÁRIO SABBATH
AQUI ESTÃO OS VERDADEIROS NAZIS DA NOVA ERA

A judia Ayelet Shaked do parlamento israelense marca todos os palestinos como terroristas, dizendo que as mães de todos os palestinos devem ser mortos durante o ataque israelense em curso sobre a sitiada Faixa de Gaza

Ayelet Shaked judia do partido (Início) ultra-nacionalista diz que as mães palestinas dão à luz cobras. 

"Eles têm que morrer e as suas casas devem ser demolidas para que elas não possam suportar mais nenhum terroristas", disse Shaked, acrescentando: "Eles são todos nossos inimigos e seu sangue deve estar em nossas mãos. Isso vale também para as mães dos mortos terroristas ".

Je T'apprendrai L'amour - Claude Barzotti

MALÁSIA AIR LINES - Ucrânia, Rússia e rebeldes negam ter abatido avião

Ucrânia, Rússia e rebeldes negam ter abatido avião
Rebeldes separatistas da região leste da Ucrânia, onde o avião caiu, negaram qualquer envolvimento. "Nós simplesmente não temos esse sistema de defesa aérea", de acordo com a agência Interfax.

Além disso, o governo da República Autoproclamada de Donetsk, que controla a área onde ocorreu o acidente, afirmou que passará as caixas-pretas do avião para autoridades russas. "Em Moscou, eles têm especialistas de alta competência que poderão determinar a causa do acidente, apesar de parecer óbvia em todo o caso", disse o vice-premiê Andrey Purgin.
 















AVIÃO DO PRESIDENTE PUTIN TERIA VOADO QUASE Á MESMA HORA NA ZONA DO ACI...

AVIÃO DO PRESIDENTE RUSSO TERIA VOADO QUASE À MESMA HORA NO LOCAL DO ACIDENTE

OS AVIÕES SÃO MUITO PARECIDOS DIZ A FONTE QUE LEVANTA A HIPÓTESE DE TENTATIVA DE ATENTADO AO AVIÃO DE PUTIN



O objetivo do míssil ucraniano que atingiu a Malaysia Airlines Boeing poderia ter sido o avião do presidente russo, Vladimir Putin, de acordo com uma fonte da aviação russa citado pela agência de notícias Interfax.






DIVIRTA-SE COM ESTES GIFS ENGRAÇADOS





















DAR DE VAIA_"CORRIDINHO"(Tradicional do Algarve)

DAR DE VAIA_"CORRIDINHO"(Tradicional do Algarve)

O português é um ás em internacionalizações ...

O português é um ás em internacionalizações ...

- Se tem um problema intrincado... vê-se grego;

- Se não compreende alguma coisa... “aquilo" é chinês;

- Se trabalha de manhã à noite... trabalha como um mouro;

- Se vê uma invenção moderna... é uma americanice;
- Se alguém fala muito depressa... fala como um espanhol;

- Se alguém vive com luxo... vive à grande e à francesa;

- Se alguém quer causar boa impressão... é só para inglês ver;

- Se alguém tenta regatear um preço... é pior que um cigano;

- Se alguém é agarrado ao dinheiro ... é pior que um judeu;

- Se vê alguém com um fato claro vestido... parece um brasileiro;

- Se vê uma loura alta e bonita... parece uma autêntica sueca;

- Se quer um café curtinho... pede uma italiana;

- Se vê horários serem cumpridos... trata-se de pontualidade britânica;

- Se vê um militar bem fardado... parece um soldado alemão;

- Se uma máquina funciona bem... é como um relógio suíço;

Mas quando alguma coisa corre mal... é mesmo À PORTUGUESA!!!

tamesxarengadze.blogspot.pt

SALTAR À CORDA


SÓ MERDA.... Em Maio de 2013, o doutor Ricardo Salgado queixava-se da dificuldade em encontrar mão de obra disponível no Alentejo.

Só merda...

Em Maio de 2013, o doutor Ricardo Salgado queixava-se da dificuldade em encontrar mão de obra disponível no Alentejo. Apesar da crise e do desemprego. Explicação, na altura, do presidente do BES: "Os portugueses preferem ficar com o subsídio de desemprego".  
Na altura, era visível que o cagão já estava de caganeira. Agora, já deu para ver que a merda sobrou para nós...
Um banqueiro que tem uma quota-parte da culpa da situação do endividamento das famílias, não deveria jamais abrir a boca para disparatar deste modo. Seria o mesmo que afirmar que os banqueiros querem fugir ao fisco e só coatados é que regularizam a sua situação fiscal, pagando os respetivos milhões em falta. Obviamente, que estaria perigosa e injustamente a generalizar. Do que é público, só um é que o fez.
Um dia destes, este João César das Neves, que é – digamos assim - espanto, vomitou: “É criminoso subir o salário mínimo”!..
A merecida resposta, por quem sabe, está aqui para ser lida.
Por mim, despeço-me deste homem, que é – digamos assim – um espanto, que se limitou a "TRANSMITIR O RECADO daqueles que LHE PAGAM: «há que reduzir os salários!».
O João, afinal,  está bom da cabeça. Disse TUDO aquilo perfeitamente pensado. Cumpriu aquilo para que lhe pagam os seus amigos da Opus Dei (a que pertence), dos Bancos (que assessora), das Grandes Corporações (que lhe pagam Consultorias).
Foi lá para transmitir o recado: “há que reduzir salários!”.
Assim já se percebe a figura de mentecapto a que se prestou.
E, assim, já merece uma resposta:
- Vai à MERDA, João!”



outramargem-visor.blogspot.pt

PSD ameaça decisão do Tribunal Constitucional com novo aumento de impostos Conceição Ruão, deputada do PSD, ameaçou esta quarta-feira que, caso o Tribunal Constitucional decida chumbar a proposta de lei que prevê a aplicação de cortes nos salários do Estado, o Governo poderá adoptar novas “medidas de natureza tributária”.

PSD ameaça decisão do Tribunal Constitucional com novo aumento de impostos

Conceição Ruão, deputada do PSD, ameaçou esta quarta-feira que, caso o Tribunal Constitucional decida chumbar a proposta de lei que prevê a aplicação de cortes nos salários do Estado, o Governo poderá adoptar novas “medidas de natureza tributária”.

De acordo com a proposta de lei aprovada a 12 de junho em Conselho de Ministros, o Governo pretende reintroduzir os cortes entre 3,5% e 10% aplicados aos salários do setor público superiores a 1.500 euros introduzidos em 2011 e que vigoraram até 2013. 
“Nós não temos excluída a hipótese de tomar medidas de outra natureza, designadamente, tributária se, eventualmente, estas normas vierem a ser declaradas inconstitucionais", afirmou a deputada social-democrata, Conceição Ruão, na Assembleia da República.
As declarações da deputada do PSD foram proferidas esta amanhã na comissão parlamentar do Orçamento, Finanças e Administração Pública, na qual estiveram a ser ouvidas as três estruturas sindicais da função pública no âmbito da proposta de lei do executivo que prevê a aplicação de cortes nas remunerações da administração pública a partir de 1.500 euros.
Perante as dúvidas levantadas pelos sindicatos quanto à constitucionalidade do diploma, Conceição Ruão admitiu que "o Governo também tem algumas dúvidas", tendo por isso solicitado ao Presidente da República a fiscalização preventiva da proposta de lei.
De acordo com o diploma aprovado a 3 de julho em Conselho de Ministros, o executivo compromete-se, gradualmente, já a partir de 2015, com a respectiva reversão dos cortes salariais aplicados aos funcionários públicos, num prazo de quatro anos.
Esta segunda versão da proposta de lei - uma vez que a primeira tinha já sido aprovada no Conselho de Ministros de 12 de junho - procede ainda à integração das carreiras subsistentes e dos cargos, carreiras e categorias dos trabalhadores na tabela remuneratória única.
Inicialmente, a votação final global da proposta de lei estava prevista para dia 10 de julho, mas uma vez que o diploma entretanto aprovado foi colocado em discussão pública, deverá ser votado a 25 de julho.
De acordo com a proposta de lei aprovada a 12 de junho em Conselho de Ministros, o Governo pretende reintroduzir os cortes entre 3,5% e 10% aplicados aos salários do setor público superiores a 1.500 euros introduzidos em 2011 e que vigoraram até 2013.
Estes cortes progressivos nos salários do setor público foram introduzidos pelo anterior executivo do PS através do Orçamento do Estado para 2011 e mantidos pelo atual Governo PSD/CDS-PP até ao ano passado.
No Orçamento do Estado para 2014, o Governo substituiu-os por cortes entre 2,5% e 10% aplicados aos salários do sector público a partir dos 675 euros.

www.esquerda.net

PS expulsa socialista que denunciou falsos militantes Raquel Wise/SOL PS expulsa socialista que denunciou falsos militantes Cristina Martins, a militante de Coimbra que denunciou o caso dos falsos militantes – um processo que está a ser investigado pela Justiça -, foi expulsa do PS.

PS expulsa socialista que denunciou falsos militantes


  
Raquel Wise/SOL
PS expulsa socialista que denunciou falsos militantes
Cristina Martins, a militante de Coimbra que denunciou o caso dos falsos militantes – um processo que está a ser investigado pela Justiça -, foi expulsa do PS.
“Uma perseguição, quando os que deviam ter sido expulsos não foram”, afirma ao SOL Cristina Martins. Em 2011, a socialista, coordenadora da Secção do PS Sé Nova, em Coimbra, alertou António José Seguro e outros dirigentes socialistas para irregularidades que se estavam a passar na Federação daquela cidade. Foi detectado um número excessivo de inscrições de militantes, algumas incompletas, com moradas erradas ou com o mesmo e-mail.
A socialista diz ter alertado o Secretário-Geral do PS para o caso e, numa reunião em Outubro de 2011, entregou cópias das fichas de inscrição alegadamente falsas ao Secretário Nacional para a Organização, Miguel Laranjeiro, ao dirigente, Eurico Brilhante Dias, e ao presidente da Comissão de Jurisdição Nacional, Ramos Preto. Juntamente com as fichas anexou documentos, como mapas da cidade, explicando porque é que considerava aquelas inscrições irregulares.
Apresentou, ainda, queixa na Comissão de Jurisdição Federativa e também na Comissão de Jurisdição Nacional. “Nunca me responderam”, garante. Cristina Martins levou então o caso ao Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) que está neste momento a investigar. O processo está em segredo de Justiça e já foram ouvidas centenas de testemunhas. Esgotadas as tentativas de resolver o caso internamente, falou com a comunicação social. O SOL e o Jornal de Notícias deram destaque ao caso.
Ontem, a socialista recebeu ordem de expulsão do partido. “Expulsaram-me com um documento de 27 páginas mas só recebi as páginas ímpares. A minha expulsão tem como base o facto de ter dado a conhecer aos jornalistas os casos dos falsos militantes e por isso, dizem, tive atitudes de desmilitância”, afirma.
Amanhã, Cristina Martins dará uma conferência de imprensa para denunciar outras irregularidades na Federação de Coimbra, “que não estão em segredo de Justiça”. A conferência está marcada na sede do partido. “Espero que me deixem entrar”, remata.