AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


terça-feira, 17 de junho de 2014

Portugal eleito para uma . das vice-presidências da . Assembleia-Geral da ONU

Portugal eleito para uma
das vice-presidências da
. Assembleia-Geral da ONU

Portugal vai assumir a partir de setembro uma das vice-presidências da 69.ª sessão da Assembleia-Geral das Nações Unidas, anunciou hoje o Governo, que interpreta a eleição como "o reconhecimento pelo trabalho consistente" do país na ONU. 


"Portugal foi eleito para uma das vice-presidências da 69.ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas", anunciou o ministério dos Negócios Estrangeiros, em comunicado. 

A sessão, que se inicia em setembro de 2014 e se prolonga por um ano, será "particularmente importante pois fará a avaliação dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio aprovados no ano 2000 e definirá a nova agenda de desenvolvimento que será depois adotada numa cimeira global de chefes de Estado e de Governo a realizar em setembro de 2015", refere a nota. 

"O Governo português congratula-se com esta eleição, que reflete o reconhecimento pelo trabalho consistente de Portugal no seio da Organização das Nações Unidas em prol damanutenção da paz e da segurança internacionais, do desenvolvimento sustentável e dos direitos humanos", sublinha o ministério de Rui Machete.

* Traz prestígio um pouco fingido já que são os donos do dinheiro e as super potências que continuam a mandar numa organização que se propõe ser conciliadora, mas que se agacha às esmolas chorudas dos países ricos.



apeidaumregalodonarizagentetrata.blogspot.pt

As igrejas da Antártida "Mesmo na Antártida* se pode encontrar igrejas e templos. Os valentes pesquisadores do continente gelado também precisam de apoio espiritual, inclusive talvez, mais do que outras pessoas... Este post apresenta os locais mais meridionais de culto do mundo...

As igrejas da Antártida





"Mesmo na Antártida* se pode encontrar igrejas e templos. Os valentes pesquisadores do continente gelado também precisam de apoio espiritual, inclusive talvez, mais do que outras pessoas...
Este post apresenta os locais mais meridionais de culto do mundo...


A capela das neves
A capela cristã não confessional, é um dos templos mais austrais do mundo. Sob a autoridade da Estação McMurdo dos EUA na Antártida, localizada na ilha de Ross, é um templo não muito afortunado.
Apesar de ter sido construída em uma paisagem congelada e desolada, a capela foi duas vezes destruída pelo fogo.
A construção original, foi devastada em um incêndio que começou na sala de aquecimento, enquanto que a sua substituta, pegou fogo durante uma forte tempestade, após ter ficado abandonada por vários anos.

O detalhe do vitral com o desenho do continente.

A igreja atual, também foi construída pelos residentes da estação e possui um curioso vitral personalizado, com uma mancha com o formato do continente gelado.
Durante o inverno, a estação abriga cerca de 200 pessoas, enquanto que no verão, às vezes chega a ter 1.000 visitantes.
A igreja das neves, também trata de atender os fiéis de todas as religiões e o Padre Michael Smith, ficou conhecido por conduzir serviços budistas e cerimônias Baha'i.


Igreja da Santíssima Trindade.
Construída na Rússia na década de 1990 com pinho siberiano, foi transportada em um navio de abastecimento até a estação Russa (da antiga União Soviética), Bellingshausen na ilha Rei George. Dois monges de um mosteiro Russo, primeiramente ofereceram cultos na igreja durante todo o ano e desde então, há um rodízio de sacerdotes durante o ano todo.

Desafiando o poder destrutivo dos ventos polares, a estrutura de madeira com entalhes, está a 15 metros de altura. A Igreja Ortodoxa pode acomodar até 30 visitantes e atende às necessidades espirituais dos russos, poloneses, chilenos e coreanos residentes nas estações próximas. Alguns serviços são na verdade, realizados em espanhol.

Os deveres dos sacerdotes incluem também, orar pelas almas dos 64 russos que perderam suas vidas em diversas expedições. Embora raramente fique lotada, a igreja realizou uma cerimônia de casamento entre pesquisadores da Rússia e do Chile, assim como um ocasional batismo.



A capela de gelo em Belgrano II Base de Dados.
A igreja mais austral do mundo encontra-se em uma gruta de gelo na base Argentina Belgrano II.
Dia e noite, aqui são alternados em intervalos de 4 meses, e no céu da noite se pode observar a aurora australis.

A igreja de São Francisco de Assis
A Estação Base Esperanza, uma das 13 bases de pesquisa da Argentina na Antártida, é considerada pelos argentinos como a 'cidade' (Apesar de que o lugar está mais para uma aldeia...) mais meridional do mundo.

A base de investigação possui além da igreja, uma escola permanente com professores, um museu, um bar e um hospital com instalações de maternidade permanentes, onde já nasceram vários cidadãos Antárticos.
E enquanto é claramente importante para os pesquisadores ficarem perto de Deus durante o seu tempo na Antártica, eles também não veem mal algum em ter um cassino (que também serve como centro da comunidade).


Capela de São Ivã de Rila.
Localizada na ilha Livingston, a Igreja ortodoxa construída na estação polar búlgara, possui quatro pesquisadores fixos desde o ano 1988.

Apesar da simplicidade, possui inclusive um sino real, doado pelo ex-primeiro ministro da Bulgária, quem certa vez, trabalhou como médico da estação.


Capela Santa María Reina de la Paz.
Talvez esta seja a única igreja no mundo, construída de contentores de carga.
As cerimônias religiosas são realizadas por um diácono que vive na base.
Situada no maior assentamento na Antártida, Villa las Estrellas, aqui vivem durante todo o ano, as famílias dos trabalhadores da base militar chilena. A população no verão pode chegar até 120 pessoas e 80 no inverno. A base possui uma escola, um albergue, um escritório de correios e um banco.




Capela de Nossa Senhora de Luján.
A capela se encontra em outra base argentina, a base Marambio.
Posando para a foto, em frente da capela católica estruturada em aço, o Padre Nicholas Daniel Julián aparece bem trajado em um casaco de frio. Ele ajudou a construir a igreja na base permanente.

Durante a construção, foi criada a primeira pista de pouso na Antártida, e ainda é utilizada com muita frequência.
Devido a isso, a estação também é chamada de 'A porta de entrada à Antártida.'




A Igreja dos baleeiros.
Uma igreja que merece atenção, apesar de não estar na Antártida, mas localizada bem perto do Círculo Polar Sul, é a Igreja dos baleeiros.
Esta igreja luterana norueguesa foi construída no povoado baleeiro de Grytviken, na Georgia do Sul, em 1913.

Foi construída pelos próprios marinheiros e é o único edifício no povoado, que ainda é utilizado para o seu propósito original. A estação baleeira foi abandonada em 1966.
Quando o assentamento foi estabelecido pela primeira vez em 1904, foram abatidas 195 baleias na primeira temporada.
Os baleeiros usavam todas as partes dos animais - da gordura, carne, ossos e vísceras eram extraídos o óleo e os ossos e a carne, eram transformados em fertilizantes e forragem.

Elefantes marinhos também foram caçados por sua gordura. Cerca de 300 homens trabalharam na estação durante o seu apogeu, operando durante o verão austral de outubro a março.

A população de baleias dos mares ao redor da ilha, foi substancialmente reduzida ao longo dos 60 anos de operação da estação, até que foi fechada.
Naquela altura, as populações de baleias eram tão baixas, que a sua exploração contínua era inviável.
Mesmo agora, a costa em torno de Grytviken está repleta de ossos de baleia e os restos enferrujados de plantas de processamento de óleo de baleia e navios baleeiros abandonados.
Em 1998, a igreja dos baleeiros foi reformada pelos detentores do South Georgia Museum (Museu do Sul da Georgia), que está localizado agora na casa do gerente da antiga estação baleeira.
A igreja é raramente utilizada, exceto para cerimônias ocasionais de casamento, geralmente de descendentes de baleeiros que foram enterrados no assentamento.







Abrax

www.rusmea.com

Jihadistas divulgam imagens de execuções em massa de soldados iraquianos Governo garante ter recuperado a iniciativa e travado o avanço dos combatentes do ISIS. Atentado no centro de Bagdad levanta dúvidas sobre a segurança na capital.

Jihadistas divulgam imagens de execuções em massa de soldados iraquianos



Governo garante ter recuperado a iniciativa e travado o avanço dos combatentes do ISIS. Atentado no centro de Bagdad levanta dúvidas sobre a segurança na capital. 

Intensificam-se os esforços para travar o avanço das forças rebeldes do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (ISIS), que se instalaram no Norte do Iraque e numa rápida progressão têm vindo a conquistar terreno em direcção a Bagdad. O Exército do Iraque, apoiado por unidades de combate curdas e milícias populares xiitas, montou um cordão de segurança em torno da capital. Os Estados Unidos estacionaram o seu porta-aviões George HW Bush no Golfo Pérsico, e num gesto inédito, o Irão manifestou a sua disponibilidade para cooperar com Washington para garantir a segurança e estabilidade do Iraque.
As movimentações das tropas nacionais parecem, para já, ter surtido algum efeito no que diz respeito à protecção de Bagdad. Os extremistas do ISIS e os grupos sunitas armados que entretanto se juntaram à insurreição foram obrigados a abrandar o ritmo perante a oposição militar em redor da capital. As Forças Armadas iraquianas garantiam ontem que tinham recuperado a iniciativa contra os militantes, recuperando duas cidades a Norte da capital e “eliminando” 279 terroristas em 24 horas, informou o porta-voz do primeiro-ministro Nouri al-Maliki, numa conferência de imprensa transmitida em directo pela televisão.
 
No entanto, um atentado no centro de Bagdad no domingo de manhã mostrava que a muralha em torno do centro político maioritariamente xiita é tudo menos inexpugnável: um bombista suicida fez-se explodir, matando nove pessoas e deixando mais de 20 feridos – e a capital em ponto de ebulição.
A 50 quilómetros de distância, na localidade de Khlais, um centro de recrutamento do Exército nacional foi atingido por quatro morteiros, que fizeram seis mortos: três soldados e três voluntários que se apresentavam para o combate contra os sunitas, respondendo ao apelo do  clérigo xiita , o xeque Abdulmehdi al-Karbalai. Segundo a Reuters, o sermão da última sexta-feira motivou “milhares de xiitas” a procurar os centros do Exército para “pegar em armas e combater os terroristas, defender o seu país, o seu povo e os seus lugares sagrados”, conforme pediu o líder religioso.

Mais a Norte, entre Mossul e a fronteira síria, a violência tomou conta da cidade de Tal Afar, onde convivem xiitas e sunitas mas onde a maioria é de origem turca. Os confrontos agudizaram-se quando os residentes dos bairros sunitas recorreram ao ISIS, acusando a polícia e as forças armadas xiitas de estarem a varrer as suas áreas com fogo de artilharia. Os extremistas reagiram entrando em força na cidade e deixando as tropas nacionais, em minoria, sem reacção.

Fonte governamental disse que o Exército se viu forçado a responder de helicóptero – um avião militar iraquiano foi afastado por mísseis antiaéreos do ISIS. “A situação aqui é desastrosa. Os tiroteios são intensos e a maioria da população está feita refém dentro das suas casas, não pode abandonar a cidade. Se os combates se prolongarem vamos ter um massacre de civis”, estimou à Reuters um dirigente local.

"Este é o destino dos xiitas"

Através do Twitter, os jihadistas do ISIS divulgaram uma série de fotografias que mostram esquadrões de execução em actividade, informando que tinham executado 1700 soldados do exército iraquiano. Nas imagens, cuja autenticidade foi confirmada pelo porta-voz do Exército iraquiano, general Qassim al-Moussawi, vêem-se dezenas de homens a serem conduzidos para valas comuns onde depois terão sido fuzilados. As legendas das imagens informam que os mortos eram desertores do Exército do Iraque, que foram capturados pelos insurrectos - segundo o general al-Moussawi, as fotografias foram tiradas na província de Salahuddin, onde ocorreram violentos combates. Os mortos, diz a BBC, serão soldados que se renderam aos islamistas e não desertores.

“Este é o destino dos xiitas que [o primeiro-ministro] Nouri al-Maliki mandou combater os sunitas”, lê-se numa das legendas. Outra mensagem esclarece que a execução dos soldados iraquianos foi uma acção de retaliação e vingança pela morte do comandante extremista Abdul-Rahman al-Beilawy, que esteve envolvido na captura de Tikrit e Mossul, a segunda maior cidade do país. As duas mantêm-se sob o controlo dos extremistas.

A verificar-se, de forma independente, a sua autenticidade, este não será o único crime de guerra cometido nos últimos dias no Iraque, advertiu a alta comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Navi Pillay, referindo-se a relatos já confirmados de outras atrocidades.

A agência da ONU para os Refugiados, e a Organização Internacional para as Migrações, voltaram a alertar para a periclitante situação humanitária em que se encontram os mais de 500 mil iraquianos que abandonaram a cidade de Mossul e outras localidades tomadas pelo ISIS e se estão a encaminhar para a região do Curdistão. Um responsável municipal de Erbil, Rizgar Mustafa, dizia ontem à radio Voice of America que mais de 110 mil pessoas tinham procurado refúgio na cidade, e “esse número deverá aumentar nos próximos dias”.




conversacomleitores.blogspot.pt

Saiba porque os corruptos insistem em manter eleitores fantasmas. Ganham mais boys, melhor salário e poder!

Saiba porque os corruptos insistem em manter eleitores fantasmas. Ganham mais boys, melhor salário e poder!

Número de eleitores em Portugal não bate certo, existem cerca de 1,25 milhões eleitores-fantasma... mais uma artimanha que permite aos partidos, albergar mais boys e alargar o seu poderio, através do poder local. 
A listagem total das freguesias aponta para 9,62 milhões de portugueses registados nos cadernos eleitorais, mas as contas feitas pelo jornal «Correio da Manhã» revelam que há 1,25 milhões eleitores-fantasma em Portugal. O jornal «i» também fez as contas com base em números oficiais e dá conta de 800 mil eleitores-mistério. E se há divergência em relação aos números, o mesmo não se verifica em relação à justificação. Emigrantes, mortos e duplicação de registos são explicação consensual para a diferença entre a base de dados eleitoral e a população portuguesa.
O «Correio da Manhã» avança que entre os cerca de 1,25 milhões de eleitores-fantasma no país estão pessoas que já faleceram e ainda não foram eliminadas nas listas das freguesias. Aos falecidos somam-se emigrantes que mantêm o local de voto em Portugal apesar de se encontrarem no estrangeiro.
As contas do «Correio da Manhã», com base no Instituto Nacional de Estatística (INE), foram feitas por Jorge de Sá, director da Aximage. O responsável explica que, se aos 10,6 milhões de cidadãos residentes, dos dados do INE, se retirarem os menores de 18 anos, que não podem votar, e dois terços dos estrangeiros em Portugal, que não têm direito de voto (290 mil), chega-se a um total de 8,37 milhões de eleitores. A listagem total das freguesias aponta para 9,62 milhões. A diferença revela que há 1,25 milhões de eleitores-fantasma no país. fonte

Anteriormente já tinha publicado um estudo que explicava, os interesses ocultos que ajudam a manter esta situação, que facilmente se resolveria com um recenseamento, mas ninguém a resolve. A explicação parece simples, a informação é escassa, mas conseguiu-se apurar que quantos mais eleitores, mais tachos e mais poder para os partidos... Veja o artigo que se segue.

Conclusões
1 - A utilidade dos fantasmas como eleitores
2 – A dimensão da abstenção
3 – Votos que expressam rejeição
4 – Os ganhos e as perdas de mandatos
5 - A verdadeira representatividade dos eleitos

Conclusões
O recenseamento eleitoral está adulterado porque dá vantagens aos partidos e aos seus vereadores, em número e remunerações, sobretudo para o PSD/PS. Há no mínimo 73 concelhos onde o número de eleitores supera o da população total;
Essa sobreavaliação do eleitorado não é inocente, pois favorece a classe política monetariamente, como demonstrámos anos atrás (2).
Podem abundar na classe política ineptos e corruptos mas, certamente escasseiam os descuidados quanto a criativas possibilidades de rendimentos interessantes e prebendas associadas aos cargos.

O cálculo do número de vereadores em cada concelho (para as freguesias o problema terá um impacto semelhante) não se faz em função dos efetivos da população mas, tomando em consideração o número de eleitores que, estando sobreavaliados permitem em vários casos, o aumento do número de eleitos. É o que se chama um desvio de quantidade.
Mas, há também um desvio de valor uma vez que nos concelhos onde fraudulentamente tenham sido imputados mais de 40000 eleitores… há aumentos de salários para os mandarins de serviço. Veja-se a tabela de remunerações que se julga estar ainda em vigor, para os casos de presidências a tempo inteiro (em % do vencimento do PR).
Presidentes das câmaras de Lisboa e Porto
55% PR
Presidentes de câmaras com mais de 40000 eleitores
50% PR
Presidentes de câmaras com 10/40000 eleitores
45% PR
Presidentes de câmaras com menos de 10000 eleitores
40% PR
                          · As senhas de presença obedecem à mesma hierarquia
                         · O vencimento atual do PR é na tabela € - 7415 mas a manhosa figura foi lesta em preferir a acumulação de reformas (€ 10042) para                                  se furtar aos  cortes que zurzem a vida da plebe (3)
Caso esteja interessado em mais detalhes sobre o tema, siga este link, para ler o estudo completo.


apodrecetuga.blogspot.pt

O FASCISTA BAGÃO FELIX IRONIZA ! ESTE É UM DOS SACANAS QUE TAMBÉM PASSOU PELOS GOVERNOS QUE DESTRUÍRAM PORTUGAL MAS QUE ANDA SEMPRE AFAZER-.SE PASSAR POR INOCENTE E A SER BRANQUEADO PELA IMPRENSA E NÃO SÓ - UM PROGRAMA CAUTELAR JÁ !

Um programa cautelar, já!




O Sul intervencionado soçobrou perante o Norte luterano. Portugal perdeu por 0-4 contra os teutões. A Espanha baqueou por 1-5 frente aos holandeses. A Grécia levou três de um país não europeu, mas membro do FMI. A Irlanda nem lá foi. Ao todo, 1-12! A culpa é da troika, evidentemente. A chanceler alemã esteve na Baía com um acordeão, o primeiro-ministro português ficou em Lisboa por causa de um acórdão.
Ultrapassar a fase de grupos continua a ser possível. Quanto aos EUA, na Casa Branca o cão de água português Bo e a companheira Sunny apoiam-nos e para ganhar ao Gana é só preciso jogar com ganas.
O jogo foi um pesadelo. Entrámos a jogar com a prussiana Mannschaft como se estivéssemos num amigável com a Irlanda. A Alemanha jogou na primeira parte e - felizmente para nós - treinou na segunda. A Lei de Murphy aplicou-se-nos em cheio. Se alguma coisa pudesse correr mal, então tudo iria mesmo correr mal. Um penálti escusado, um Patrício desastroso, um Pepe malicioso, um Coentrão lesionado, uns pontas-de-lança inexistentes, um Meireles mete-medo, um Ronaldo apenas esforçado e até um sérvio demasiado venerando da chanceler. Quando tínhamos bola não tínhamos espaço, quando tínhamos espaço não tínhamos bola e quando não tínhamos ambos, tínhamos alemães pela frente. Mas, mesmo assim, há quem diga que Murphy foi um optimista…
Antes do jogo, a expectativa era radiante e a adjectivação prolixa espalhou-se virulentamente: “Este é o ano de Portugal”, “O mundo vai parar para ver a selecção”, “Fé a 100%” assim foram as primeiras páginas dos jornais desportivos.
Somos assim. Nestes dias, o nosso estado de alma quase dá cabo de um afinado sismógrafo. Na escala de Richter, passámos da euforia descocada alimentada ad nauseam pelas televisões e da sobranceria de artistas endeusados para uma depressão cavada com índices de confiança mais baixos e mais realistas.
Para evitar uma saída limpa, não há como pôr em prática um plano cautelar de emergência. Que cheguem depressa domingo e os States para nos resgatarmos do desastre desta segunda-feira.

A Bíblia - Uma delicia! Ainda acusam Saramago... Como certos puritanos interpretam a Bíblia.

A Bíblia - Uma delicia!

Ainda acusam Saramago...
Como certos puritanos interpretam a Bíblia. 
Vale a pena ler tudo.
Consta que há alguns anos atrás, não muitos (creio que já neste séc XXI, não no séc XI), uma célebre animadora de rádio dos EUA afirmou que a homossexualidade era uma perversão: 
«É o que diz a Bíblia no livro do Levítico, capítulo 18, versículo 22: "Tu não te deitarás com um homem como te deitarias com uma mulher: seria uma abominação". A Bíblia refere assim a questão. Ponto final» – afirmou ela, peremptória, cheia de si.

Alguns dias mais tarde, um ouvinte dirigiu-lhe uma carta aberta que dizia:

«Obrigado por colocar tanto fervor na educação das pessoas pela Lei de Deus. Aprendo muito ouvindo o seu programa e procuro que as pessoas à minha volta a escutem também. No entanto, eu preciso de alguns conselhos quanto a outras leis bíblicas.
Por exemplo, eu gostaria de vender a minha filha como serva, tal como nos é indicado no Livro do Êxodo, capítulo 21, versículo 7.Na sua opinião, qual seria o melhor preço?

O Levítico, também, no capítulo 25, versículo 44, ensina que posso possuir escravos, homens ou mulheres, na condição que eles sejam comprados em nações vizinhas. Um amigo meu afirma que isto é aplicável aos mexicanos, mas não aos canadianos. Poderia a senhora esclarecer-me sobre este ponto? Por que é que eu não posso possuir escravos canadianos?

Tenho um vizinho que trabalha ao sábado. O Livro do Êxodo, capítulo 25, versículo 2diz claramente que ele deve ser condenado à morte. Sou obrigado a matá-lo eu mesmo? Poderia a senhora sossegar-me de alguma forma neste tipo de situação constrangedora?

Outra coisa: o Levítico, capítulo 21, versículo 18, diz que não podemos aproximar-nos do altar de Deus se tivermos problemas de visão. Eu preciso de óculos para ler. A minha acuidade visual teria de ser de 100%? Seria possível rever esta exigência no sentido de baixarem o limite?

Um último conselho. O meu tio não respeita o que diz o Levítico, capítulo 19, versículo 19, plantando dois tipos de culturas diferentes no mesmo campo, da mesma forma que a sua esposa usa roupas feitas de diferentes tecidos: algodão e polyester.Além disso, ele passa os seus dias a maldizer e a blasfemar.Será necessário ir até ao fim do processo embaraçoso que é reunir todos os habitantes da aldeia para lapidar o meu tio e a minha tia, como prescrito no Levítico, capítulo 24, versículos 10 a 16? Não se poderia antes queimá-los vivos após uma simples reunião familiar privada, como se faz com aqueles que dormem com parentes próximos, tal como aparece indicado no livro sagrado, capítulo 20, versículo 14?

Confio plenamente na sua ajuda.»



apeidaumregalodonarizagentetrata.blogspot.pt


Emigração em Portugal volta a aumentar Entre permanentes e temporários, número de emigrantes portugueses já atinge os 128 mil. Número médio de filhos por mulher em novo mínimo: 1,21 filhos.

Emigração em Portugal volta a aumentar


Entre permanentes e temporários, número de emigrantes portugueses já atinge os 128 mil. Número médio de filhos por mulher em novo mínimo: 1,21 filhos.
O número de emigrantes portugueses continua a aumentar desde 2009, situando-se em 2013 nos 53.786 cidadãos nacionais a residir fora do país. Além destes, também o número estimado de emigrantes temporários mantém a tendência de crescimento, registando valores até superiores ao de emigrantes permanentes - 74.322, um aumento de 7% face ao valor estimado para 2012 (69.460).

O saldo migratório manteve-se, assim, no ano passado, em terreno negativo pelo terceiro ano consecutivo, embora o número de imigrantes também tenha aumentado no ano passado. Juntando temporários e permanentes, o número de emigrantes portugueses já chega aos 128.108.

Dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística dão conta do menor número de crianças a nascer em Portugal, uma esperança média de vida a chegar aos 80 anos, o que, conjugado com o impacto da emigração, leva a um agravamento demográfico no país.

A população emigrante é, por norma, composta por cidadãos em idade activa e, por consequência, em que as mulheres estão em idade fértil. Com a taxa de fecundidade a registar valores mínimos - número médio de filhos atingiu um novo mínimo, situando-se agora nos 1,21 filhos por mulher - a população residente em Portugal foi estimada em 10,42 milhões de pessoas, menos 59.988 do que a população estimada para 31 de Dezembro de 2012, o que representa uma taxa de crescimento efectivo negativa de 0,57%.