AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


quinta-feira, 5 de junho de 2014

FOTOGALERIA - Amanhã, 06 de junho de 2014, SERA O 70 º Aniversário da Invasão do Dia D

DIA D - AMANHÃ FAZ 70 ANOS

 ALGUMAS FOTOS COM MONTAGEM COMPARANDO ESSA DATA E O DIA DE HOJE
Amanhã, 06 de junho de 2014, SERA O 70 º Aniversário da Invasão do Dia D 

AINDA LÁ NÃO ENTROU E JÁ SE SACODE A FOFURA



BOMBA! - O FBI DIRIGE ANONYMOUS CONTRA O BRAZIL

BOMBA! - O FBI DIRIGE ANONYMOUS CONTRA O BRAZIL





EXCLUSIVO: COMO UM informante do FBI AJUDOU ANONYMOUS HACK BRASIL


Escrito por 
DANIEL STUCKEY E ANDREW BLAKE 
05 de junho de 2014 / / 07:55 EST 

No início de 2012, os membros da hackers Anonymous REALIZARAM uma série de ataques a sites governamentais e corporativos no Brasil. Eles o fizeram sob a direção de um hacker que, sem o conhecimento deles, usava outro chapéu: ajudar o Federal Bureau of Investigation realizar um de seus maiores investigações sobre delitos cibernéticos até o momento.



(No começo de 2012, membros do coletivo Anonymous atacaram sites na internet do Governo e de empresas brasileiras. Os ataques eram dirigidos – sem que eles soubessem – por alguém que usava um outro chapéu: alguém que ajudava o FBI a realizar uma das maiores investigações de sua história sobre crimes na internet.)

A year after leaked files exposed the National Security Agency’s efforts to spy on citizens and companies in Brazil, previously unpublished chat logs obtained by Motherboard reveal that while under the FBI’s supervision, Hector Xavier Monsegur, widely known by his online persona, “Sabu,” facilitated attacks that affected Brazilian websites.

 

(Um ano depois que os vazamentos expuseram os esforços da NSA (do Governo americano) para espionar cidadãos e empresas no Brasil, material inédito obtido por “Motherboard” revelou que, enquanto esteve sob supervisão do FBI, Hector Xavier Monsegur, mais conhecido como “Sabu”, foi quem facilitou os ataques a sites brasileiros.)

A operação levanta questões sobre como o FBI usa vulnerabilidades globais de internet durante as investigações de crimes cibernéticos, como ele trabalha com os informantes, e como ela compartilha informações com outros policiais e agências de inteligência. 

(A Operação Levanta Dúvidas sobre Como o FBI EUA como fragilidades Da Investigações EM internet cibernéticos crimes sobre, Como o FBI ópera SEUS informantes e Como compartilha INFORMAÇÃO COM OUTRAS Agências Policiais e de Inteligência (do Governo americano). 

Depois de sua prisão, em meados de 2011, Monsegur continuou a organizar ataques cibernéticos, enquanto trabalhava para o FBI. acordo com documentos e entrevistas, Monsegur passou metas e exploits para hackers para atrapalhar o governo e servidores corporativos no Brasil e vários outros países. 

militanciaviva.blogspot.pt