AVISO


OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS
NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturas e desacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá
obviamente, da minha aprovação que depende
da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não
contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente
com a excepção dos que o sistema considere como
SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam
a apologia do racismo, xenofobia, homofobia
ou do fascismo/nazismo.


domingo, 31 de agosto de 2014

ALGARVE - FOTOGALERIA: Visita às Armações de Atum ao largo da Ilha da Barreta e Barril

FOTOGALERIA: Visita às Armações de Atum ao largo da Ilha da Barreta e Barril

O barulho dos motores do barco da Real Atunara é um sinal de alerta. Assim, não é de admirar que, mal a primeira cavala cai na água, os atuns das Armações que esta empresa tem instaladas ao largo da Ilha da Barreta (Deserta), em Faro, e da Praia do Barril, em Tavira, apareçam, quase de imediato, para “almoçar”.
Para os peixes, que estão a ganhar massa muscular antes de serem vendidos, a chegada de comida foi, como é habitual, um festim. 

Apesar de estarem instaladas em águas nacionais e serem exploradas por uma empresa da região, as Armações da Barreta e do Barril da Real Atunara estão a usar licenças concedidas a Espanha e Itália. 
Segundo Miguel Socorro, há neste momento cerca de 600 atuns nas duas armações da empresa, que serão «sacrificados» nas próximas semanas. O seu destino é o Japão, fruto de um acordo que a Real Atunara tem com «um dos maiores negociantes japoneses» e o negócio poderá valer mais de um milhão de euros, dado o elevado valor de mercado deste peixe.
Enquanto não chega essa verba, há outros negócios para fazer, como a venda da corvina hoje capturada na aquacultura off-shore associada às armações de atum. Uma campanha que deu mais frutos que o esperado, o que permitiu à comitiva ver outro “espetáculo” impressionante e deixou Miguel Socorro visivelmente satisfeito, já que os barcos da empresa levaram esta tarde para a lota quase 200 corvinas, muitas delas bem “graúdas”.
Fotos: Hugo Rodrigues/Sul Informação
































Sem comentários: