AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


terça-feira, 24 de setembro de 2013

SOBRE O RUINOSO NEGÓCIO DA FAGAR - PAULO SÁ - DEPUTADO DO PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS PELO ALGARVE Sobre o ruinoso negócio da FAGAR, deixo aqui um extrato da ata de uma reunião da Assembleia Municipal de Faro (dia 3/set/2012): «Sr. Deputado Paulo Sá (CDU) – A questão que eu queria referir aqui é a questão relacionada com a Fagar e uma recente auditoria do Tribunal de Contas, que foi feita a esta Empresa Municipal. O PCP sempre defendeu que o setor das águas, saneamento e resíduos sólidos, deve ser gerido pelo Estado. Opusemo-nos firmemente, durante anos, e continuamos a opor-nos, à privatização deste setor, nomeadamente através da concessão a privados



DO FACEBOOK

PAULO SÁ - DEPUTADO DO PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS PELO ALGARVE

Sobre o ruinoso negócio da FAGAR, deixo aqui um extrato da ata de uma reunião da Assembleia Municipal de Faro (dia 3/set/2012): «Sr. Deputado Paulo Sá (CDU) – A questão que eu queria referir aqui é a questão relacionada com a Fagar e uma recente auditoria do Tribunal de Contas, que foi feita a esta Empresa Municipal. O PCP sempre defendeu que o setor das águas, saneamento e resíduos sólidos, deve ser gerido pelo Estado. Opusemo-nos firmemente, durante anos, e continuamos a opor-nos, à privatização deste setor, nomeadamente através da concessão a privados. Opusemo-nos, em 2005, à criação da Empresa Municipal Fagar em parceria com acionistas privados. Dissemos, na altura, que a criação desta empresa apenas servia os interesses dos parceiros privados, que embolsariam os lucros, enquanto os custos seriam pagos pelo Município e pelos consumidores farenses. Ao fim de sete anos, uma auditoria do Tribunal de Contas à Empresa Municipal Fagar, concluída no passado mês de janeiro, veio a dar razão ao PCP. Permitam-me citar algumas conclusões desta auditoria. De acordo com o Tribunal de Contas, o acordo financeiro garantia aos acionistas privados uma taxa de rendibilidade de 8,41%. Através de um expediente (esta palavra “expediente” é do Tribunal de Contas, não é nossa), o acionista privado conseguirá uma taxa de rendibilidade de 14,9%. Sobre esta parceria, afirma o Tribunal de Contas que, e passo a citar, “o acordo financeiro alcançado não prevê qualquer transferência efetiva de risco para o parceiro privado, na medida em que a rendibilidade do projeto está, em última instância, garantida por via do esforço ou do parceiro público, ou dos consumidores ou de ambos”. Ou seja: lucro garantido para os privados, à custa do Estado e dos contribuintes. Nas palavras do Tribunal de Contas – e cito – “o parceiro público assegura o equilíbrio financeiro da empresa e consequentemente a remuneração acionista prevista para o parceiro privado, independentemente dos resultados empresariais alcançados”.
Sempre afirmámos isto, mas não deixa de ser reconfortante que o Tribunal de Contas, ao fim de todos estes anos, nos venha dar razão.»

CDU - FREGUESIA DE SANTA BÁRBARA DE NEXE - Caros concidadãos da nossa Freguesia, É com imensa honra que apresentamos a recandidatura da CDU à presidência da Junta de Freguesia de Santa Bárbara de Nexe. Não uma honra pessoal mas uma honra de quem se disponibiliza para continuar ao serviço da nossa terra e das nossas gentes, sem ganhos monetários e apenas com a satisfação de poder servir a nossa Freguesia.

1_pdfsam_carta_apresentacao_Santa_Barbara
Caros concidadãos da nossa Freguesia,

É com imensa honra que apresentamos a recandidatura da CDU à presidência da Junta de Freguesia de Santa Bárbara de Nexe. Não uma honra pessoal mas uma honra de quem se disponibiliza para continuar ao serviço da nossa terra e das nossas gentes, sem ganhos monetários e apenas com a satisfação de poder servir a nossa Freguesia.

A nossa recandidatura pretende continuar o trabalho que a CDU tem desenvolvido na nossa Freguesia ao longo dos mandatos que temos presidido Junta de Freguesia. Orgulhamo-nos do trabalho desenvolvido pelo Presidente da Junta - Leonardo Abreu, pelos membros de executivo passados e actuais – Joaquim Isidro Pinto, Wenceslau Nunes, Sérgio Martins e José Manuel Aniceto, e também por todos os membros da Assembleia de Freguesia e várias dezenas de elementos e apoiantes das nossas listas.

A CDU apresenta-se com obra feita, seja a nível material ou imaterial, nascida e/ou desenvolvida com nossas ideias e capacidades, da qual destacamos algumas: caminhos pavimentados, melhoramento de espaços públicos, novas calçadas, apoio às associações, valorização da nossa cultura e identidade, valorização do acordeão e cantaria, capacidade de negociação e trabalho, a não extinção da nossa Freguesia.

Antes das presidências da CDU, em mandatos do PSD e do PS, tínhamos apenas 3 caminhos pavimentados (2 em Bordeira e 1 no Canal, com o contributo dos moradores).Hoje temos mais de 40 caminhos pavimentados por toda a Freguesia e mais não temos porque a Câmara Municipal de Faro, no actual mandato do PSD e do CDS, cancelou o protocolo que permitia essas obras. E infelizmente não podemos fazer nada de significativo para melhorar o estado calamitoso das estradas, quer porque é uma competência e responsabilidade da Câmara, quer porque a Câmara não dá às Juntas de Freguesia condições para actuar nesta matéria.

Temos sempre por prioridade o apoio financeiro e logístico às associações por forma a estimular o desenvolvimento cultural, recreativo e cívico da nossa Freguesia. Quando a CDU chegou à Junta de Freguesia tínhamos 2 associações activas e hoje temos 5, com novas associações criadas com o nosso envolvimento institucional e pessoal. E só não temos 6 face ao processo de extinção, contra a nossa vontade, da CIMFARO – Casa do Idoso do Meio Rural de Faro. Não seguimos as opções nacionais e concelhias do PSD e do CDS que levaram ao fim dos subsídios camarários às associações.

E temos particular orgulho de termos estado na origem e/ou desenvolvimento, com o envolvimento e colaboração de várias associações e dezenas de pessoas, do recentereflorescimento da nossa cultura do acordeão e da obra dos nossos acordeonistas, da cantaria e dos nossos artífices da pedra.

Apresentamos capacidade de negociação e trabalho, visível diariamente com a nossa presença na resolução de problemas e na realização de obras, no sucesso que foi o primeiro protocolo de nossa autoria das Juntas de Freguesia com a Câmara Municipal (agora extinto pelo PSD e CDS), com a grande vitória que foi o desenvolvimento da luta contra a extinção da nossa Freguesia, com uma gestão marcada pela consideração por todos independemente da sua condição económica e social.

Faremos uma campanha baseada no respeito e na verdade, recusando a calúnia e a mentira, defendendo as nossas ideias e capacidades para a nossa Freguesia.

Mas não podemos deixar de mencionar o que a lista do PSD e do CDS candidata na nossa Freguesia tenta esconder mas que representa, quer a nível do governo nacional, quer a nível da Câmara Municipal de Faro, com gravíssimos reflexos na nossa Freguesia: toda a crise e o desemprego que atingem o nosso país; as portagens na Via do Infante; o fim dos protocolos e a diminuição drástica de receitas da nossa Junta de Freguesia e das outras em geral; o fim dos subsídios às associações e a extinção da CIMFARO – Casa do Idoso do Meio Rural de Faro; o estado calamitoso das estradas e até a extinção das Freguesias de Estoi, São Pedro, Conceição e Sé.

Toda a independência ou irreverencia propagandeadas por certos candidatos do PSD e do CDS, passados ou presentes, na Freguesia e no Concelho, não passam de fogo de vista e no final alinham sempre com o que é a matriz da politica nacional desses partidos.

Com a CDU, a nossa Freguesia e as nossas gentes, continuarão a poder contar com quem os defenderá sem reservas e com a capacidade de negociação e trabalho que nos tem permitido desenvolver importantes projectos.

Viva a Freguesia de Santa Bárbara de Nexe!

Vivam as nossas gentes e os distintos 20 sítios da nossa Freguesia!

Vivam a nossa cultura e associações!
2_pdfsam_carta_apresentacao_Santa_Barbara

Frases sobre Gatos "O gato é médium, bruxo, alquimista e parapsicólogo.

Frases sobre Gatos

"O gato é médium, bruxo, alquimista e parapsicólogo.
É uma chance de meditação permanente a nosso lado,
a ensinar paciência, atenção, silêncio e mistério.
 O gato é um monge portátil à disposição de quem o saiba receber."

(Artur da Távola)
 
 
"Como qualquer um que já passou muito tempo com os gatos já sabe,
 os gatos têm enorme paciência com as limitações da mente humana.”

(Cleveland Amory)
 
 
"O gato é uma lição diária de afeto verdadeiro e fiel.
Suas manifestações são íntimas e profundas.
Exigem recolhimento, entrega, atenção."

(Artur da Távola)
 
 
"Já estudei muitos filósofos e muitos gatos.
A sabedoria dos gatos é infinitamente superior".

(Hippolyte Taine)

I-LOVE--CATS.BLOGSPOT.PT

Pedro "pequenos"Passos quer "prender" a Constituição.e mais dia menos dia,suspende a Democracia. É inaceitavel a pressão que está a fazer sobre o Tribunal Constitucional. Não é só ele,até Mario Draghi,até a Standard & Poors. Este Comportamento é execravel,escandaloso.







Pedro "pequenos"Passos quer "prender" a Constituição.e mais dia menos dia,suspende a Democracia.
É inaceitavel a pressão que está a fazer sobre o Tribunal Constitucional.
Não é só ele,até Mario Draghi,até a Standard & Poors.
Este Comportamento é execravel,escandaloso.
É vergonhoso o comportamento deste plutocrata sem escrupulos e deste desgoverno.Pedro"pequenos"Passos está a querer passar a iimagem de que a Constiuição é o inimigo que tem de ser abatido.
Diz Pedro,"que possivel chumbo não afactará só o governo mas sim o país","que os sucessivos chumbos podem levar ao segundo resgate",tretas,o segundo resgate está pronto,e vai entrar que nem uma seta,e vai cair-nos no colo,que é como quem diz , mais depenados e depauperados vamos ficar.
Estamos ligados á máquina se cortam a luz,vamos pelo cano abaixo.
O que os Portugueses querem é que ele se demita leve o Maduro e mais o resto da cambada que o acompanha,chega de tanta demagogia e hipocrisia.
Este desGoverno só é forte com quem não pode enfrentá-lo.
Mas nós,Povo,podemos,somos muitos podemos e devemos enfrentá-lo!
É um Governo de subservientes e colaboracionistas.
Este Governo há muito que não deveria estar no Poder.
A intrusão da União Europeia e do FMI nas políticas orçamentais e fiscais dos Estados membros,eles também pressionam o Tribunal Constitucional, é igual ao fim da "democracia" e à perda total da Soberania,cá para mim já não temos nenhuma,e é isso que este desgoverno está a permitir todos os dias.Roubos mais roubos,uma sucessão interminavel,sempre em cima dos mesmos.
Basta,temos que parar esta loucura.
A "Democracia" é uma relíquia da qual não podemos nem devemos prescindir,apesar de esta não ser a "minha democracia".
Soberania, entre outras coisas, é o conjunto dos poderes que formam uma nação politicamente organizada .
Como digo, pusemos a cabeça no cepo, agora, olha...Ou lutamos ou ajoelhamos.
O respeito é bonito,desejavel e não tem preço.


Joe Wolf

E A GENTE A PAGAR ! - Fiscalização Swaps da Madeira 'fora de controlo' Os swap celebrados pelo Governo e por empresas públicas da Madeira não estão a ser avaliados, nem na Assembleia da República nem no parlamento regional, avança o Público. No entanto, as perdas não param de aumentar.

Fiscalização 

Swaps da Madeira 'fora de controlo'
Os swap celebrados pelo Governo e por empresas públicas da Madeira não estão a ser avaliados, nem na Assembleia da República nem no parlamento regional, avança o Público. No entanto, as perdas não param de aumentar.
ECONOMIA
Swaps da Madeira 'fora de controlo'
DR
O presidente da comissão de inquérito parlamentar sobre os swap, Jorge Lacão, afirmou ao Público que “não cabem nas competências do Parlamento Nacional a fiscalização dos actos praticados pelos governos das regiões autónomas”.
No entanto, confrontado com hipótese dos swap da Madeira terem efeitos nas contas públicas nacionais, o socialista Lacão admitiu que a questão pode voltar comissão, caso seja suscita pelos partidos.
De acordo com o Público, os 26 contratos swap assinados pela Madeira entre 2006 e 2011 apresentavam perdas potenciais superiores a 175,8 milhões de euros em Abril de 2013. 

Dívida 'Arrufo' na coligação custou 14 milhões em juros Desde a crise política de Julho que o Estado português é visto como um emitente de dívida mais arriscado, situação agravada também pelo recente chumbo do Tribunal Constitucional. De acordo com as contas do Jornal de Negócios, Portugal pagou mais 14 milhões de euros em juros nas seis emissões de dívida de curto prazo após a saída de Vítor Gaspar.

Dívida 

'Arrufo' na coligação custou 14 milhões em juros
Desde a crise política de Julho que o Estado português é visto como um emitente de dívida mais arriscado, situação agravada também pelo recente chumbo do Tribunal Constitucional. De acordo com as contas do Jornal de Negócios, Portugal pagou mais 14 milhões de euros em juros nas seis emissões de dívida de curto prazo após a saída de Vítor Gaspar.
POLÍTICA
'Arrufo' na coligação custou 14 milhões em juros
DR
Nos seis leilões de dívida, realizados após a saída de Gaspar e o pedido de demissão do agora vice-primeiro-ministro, o Tesouro pagou sempre taxas de juro mais elevadas.
Veja-se o exemplo da última emissão de dívida, na semana passada: o Estado ‘vendeu’ bilhetes do Tesouro a 18 meses com uma taxa implícita de 2,293%, enquanto em Junho esta tinha sido de 1,603%.
Cálculos do Jornal de Negócios dão conta de um prejuízo de 13,86 milhões na emissão de bilhetes. Daí que a pressão dos credores esteja a aumentar para o Governo, que não pode fechar os olhos ao impacto que qualquer querela política ou um chumbo do Tribunal Constitucional tem nos mercados.

INCLUI VÍDEO - “A gente cá em casa, toda a gente vota, não é... não é?” Um grupo de jovens montemorenses com (e sem) ligações partidárias – que aqui não vêm ao caso – pensou criar um objecto audiovisual com o fim de apelar ao voto nestas eleições autárquicas. Sem qualquer pista sobre sentido de voto. Tentando um rigoroso espírito de serviço público.

“A gente cá em casa, toda a gente vota, não é... não é?”




Um grupo de jovens montemorenses com (e sem) ligações partidárias – que aqui não vêm ao caso – pensou criar um objecto audiovisual com o fim de apelar ao voto nestas eleições autárquicas. Sem qualquer pista sobre sentido de voto. Tentando um rigoroso espírito de serviço público.
Conseguiram-no! À excepção dos próprios cidadãos de Montemor-o-Novo, que poderão identificar a maior parte dos intervenientes no vídeo e, eventualmente, conhecer as suas opções político-partidárias, mais ninguém poderá vislumbrar aqui qualquer apelo subliminar ao voto nesta ou aquela força partidária ou movimento.
Trata-se de um conseguido apelo à não abstenção... como um valor em si. Todas as forças partidárias concorrentes às eleições foram convidadas a participar.
Infelizmente, os candidatos e militantes de uma das forças políticas da cidade - que não identificarei – acompanhados de alguns independentes cuja participação também teria sido importante, não estiveram disponíveis para participar. Entre os primeiros, uns por real impossibilidade de agenda provocada por ausência da cidade e outros pela velha tentação, ainda não totalmente superada, de desconfiar, à partida, deste tipo de “coisas”. Os independentes, talvez por terem da independência uma concepção algo radical... que corresponde a não participar em nada de cariz político.
Fizeram mal! Creio que uns e outros já se terão dado conta disso mesmo.

Por mim já estava "convencido", mas creio que o vídeo levará alguns indecisos a votar... também na CDU.
Para terminar, uma declaração de interesses com que talvez devesse ter aberto este texto: o meu filho mais novo, ele próprio sem filiação partidária (de que eu tenha conhecimento), dada a sua “queda” para estas coisas da imagem... foi convidado para realizar e seleccionar as gravações de vídeo e fazer a montagem e edição final do dito.
Parabéns a todos! Gostei de ver!




FANTÁSTICA FOTOGALERIA - very typical Mais uns orçamentos de Estado, mais um ou dois resgates, mais umas quantas avaliações e imposições da troika merkeliana, mais uns tantos cortes de salários, roubos nas pensões, impostos elevados ao céu dos infernos, e teremos Portugal de volta aos tempos de Salazar. Nada distinguirá o legado de Passos do legado de Salazar. Nada distinguirá Passos de Salazar.

very typical



Mais uns orçamentos de Estado, mais um ou dois resgates, mais umas quantas avaliações e imposições da troika merkeliana, mais uns tantos cortes de salários, roubos nas pensões, impostos elevados ao céu dos infernos, e teremos Portugal de volta aos tempos de Salazar. Nada distinguirá o legado de Passos do legado de Salazar. Nada distinguirá Passos de Salazar.

Mas há quem goste. César das Neves, o abominável homem Neves, gosta. É o Portugal no ponto. De rebuçado e mel. De pé descalço. De sardinha para três. De sopas de cavalo cansado. De pobrezinhos e honrados. De pobretes mas sempre, sempre alegretes.

Very typical. Indeed.































































Fotografias de Gérard Fourel