NOTA

OS TEXTOS ASSINADOS POR OUTRÉM OU RETIRADOS
DE OUTROS BLOGUES OU SÍTIOS NÃO REFLECTEM NECESSÁRIAMENTE
A OPINIÃO OU POSIÇÃO DO EDITOR DO "desenvolturasedesacatos"

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

A verdade escondida sobre Cavaco Silva e a PIDE! Este é talvez o artigo, que MELHOR define o Presidente que temos. Quando tivemos um Primeiro Ministro assim, e voltamos a ter novamente esta figura no poder, como Presidente da Republica,

A verdade escondida sobre Cavaco Silva e a PIDE!

Este é talvez o artigo, que MELHOR define o Presidente que temos.
Quando tivemos um Primeiro Ministro assim, e voltamos a ter novamente esta figura no poder, como Presidente da Republica,

Após uma investigação aos arquivos da ex-PIDE depositados na Torre do Tombo em Lisboa, eis a cópia do original do Formulário Pessoal Pormenorizado do senhor Cavaco Silva, no qual, em 1967,o mesmo declarou a sua intenção em integrar a ex-PIDE da ditadura salazarista.
Este senhor, por ironia do destino, é o actual Presidente da República de um país que se diz democrático.
Esta democracia dá para tudo!
É ESTE SONSO QUE TANTOS TÊM POR MUITO HONESTO.
A QUE TÍTULO, É QUE UM CIDADÃO SE INSCREVERIA NA PIDE?? SIM, ISTO É UMA "FICHA DE INSCRIÇÃO", E ESTÁ ASSINADA POR ELE ….

Que poderemos NÓS ESPERAR DELE ???

[Imagem: mn6l.jpg]

O nosso presidente era Policia da Pide:

[Imagem: 1sj8.jpg]

Em 1964 o Silva ainda não era um PIDE seria só em 1967:

[Imagem: sdwy.jpg]

[Imagem: cyek.jpg]

[Imagem: w9oq.jpg]

[Imagem: av52.jpg]

PARA QUE A MEMÓRIA NÃO ESQUEÇA!

Quem ouvir Cavaco Silva e não o conhecer bem, ficará a pensar que está perante alguém que nada teve a ver com a situação catastrófica em que se encontra este país.
Quem o ouvir e não o conhecer bem, ficará a pensar que está perante alguém que pode efectivamente ser a solução para um caminho diferente daquele até aqui seguido.
Só que... Este senhor, ou sofre de amnésia, ou tem como adquirido que nós portugueses temos todos a memória curta, eu diria mesmo, muito curta.

Vejamos, então qual o contributo de Cavaco Silva para que as coisas estejam como estão e não de outra maneira:

* Cavaco Silva foi ministro das finanças entre 1980 e 1981 no governo da AD.
* Foi primeiro-ministro de Portugal entre 1985 e 1995 (10 anos!!!).
* Cavaco Silva foi só a pessoa que mais tempo esteve na liderança do governo neste país desde o 25 de Abril.
* É presidente da República desde 2005 até hoje (5 anos)
* Por este histórico, logo se depreende que este senhor nada teve a ver com o estado actual do país.

* Mas vejamos quais foram as marcas deixadas por Cavaco Silva nestes anos todos de andanças pelo poder:

* Cavaco Silva enquanto primeiro-ministro alterou drasticamente as práticas na economia, nomeadamente reduzindo o intervencionismo do Estado, atribuindo um papel mais relevante à iniciativa privada e aos mecanismos de mercado.

* Foi Cavaco Silva quem desferiu o primeiro ataque sobre o ensino “tendencialmente gratuito”.

* Foi Cavaco Silva o pai do famoso MONSTRO com a criação de milhares de “jobs” para os “boys” do PPD/PSD e amigos. Além de ter inserido outros milhares de “boys” a recibos verdes no aparelho do Estado.

* Foi no “consulado Cavaquista” que começou a destruição do aparelho produtivo português. Em troca dos subsídios diários vindos da então CEE, começou a aniquilar as Pescas, a Agricultura e alguns sectores da Indústria.

Ou seja: começou exactamente com Cavaco Silva a aniquilação dos nossos recursos e capacidades.

* Durante o “consulado Cavaquista”, entravam em Portugal muitos milhões de euros diariamente como fundos estruturais da CEE.

Pode-se afirmar que foram os tempos das “vacas gordas” em Portugal. Como foram aplicados esses fundos?

* O que se investiu na saúde? E na educação? E na formação profissional?
* Que reforma se fez na agricultura? O que foi feito para o desenvolvimento industrial?

A situação actual do país responde a tudo isto! NADA!

Mas então como foi gasto o dinheiro?
Simplesmente desbaratado sem rigor nem fiscalização pela incompetência do governo de Cavaco Silva.
Os habitantes do Vale do Ave, minimamente atentos, sabem como muitos milhões vindos da CEE foram “surripiados” com a conivência do governo “Cavaquista”.
Basta lembrar que na época, o concelho de Felgueiras era o local em Portugal com mais Ferraris por metro quadrado.
Quando acabaram os subsídios da CEE, onde estava a modernização e o investimento das empresas?
Nos carros topo de gama, nas casas de praia em Esposende, Ofir, etc. Etc.

Quanto às empresas... Essas faliram quase todas. Os trabalhadores - as vítimas habituais destas malabarices patronais - foram para o desemprego, os “chico-espertos” que desviaram o dinheiro continuaram por aí como se nada se tivesse passado.
Quem foi o responsável? Obviamente, Cavaco Silva e os seus ministros!
Quanto à formação profissional...
Talvez ainda possamos perguntar a Torres Couto como se fartou de ganhar dinheiro durante o governo Cavaquista, porque é que teve que ir a tribunal justificar o desaparecimento de milhões de contos de subsídios para formação profissional. Talvez lhe possamos perguntar: como, porquê e para quê, Cavaco Silva lhe “ofereceu” esse dinheiro.

Foi também o primeiro-ministro Cavaco Silva que em 1989 recusou conceder ao capitão de Abril, Salgueiro Maia, quando este já se encontrava bastante doente, uma pensão por “Serviços excepcionais e relevantes prestados ao país”, isto depois do conselho Consultivo da Procuradoria Geral da República ter aprovado o parecer por unanimidade.
Mas foi o mesmo primeiro-ministro Cavaco Silva que em 1992, assinou os pedidos de reforma de 2 inspectores da polícia fascista PIDE/DGS, António Augusto Bernardo, último e derradeiro chefe da polícia política em Cabo Verde, e Óscar Cardoso, um dos agentes que se barricaram na sede António Maria Cardoso e dispararam sobre a multidão que festejava a liberdade.

Curiosamente, Cavaco Silva, premiou os assassinos fascistas com a mesma reforma que havia negado ao capitão de Abril Salgueiro Maia, ou seja: por “serviços excepcionais ou relevantes prestados ao país".
Não esquecer que Cavaco Silva pertenceu aos “quadros da PIDE”…..

É bom também recordar que Cavaco Silva e o seu “amigo” e ministro Dias Loureiro foram os responsáveis por um dos episódios mais repressivos da democracia portuguesa.
Quando um movimento de cidadãos, formado de forma espontânea, se juntou na Ponte 25 de Abril, num "buzinão" de bloqueio, em protesto pelo aumento incomportável das portagens. Dias Loureiro com a concordância do chefe, Cavaco Silva, ordenou uma despropositada e desproporcional carga policial contra os manifestantes. Nessa carga policial “irracional”, foi disparado um tiro contra um jovem, que acabou por ficar tetraplégico.
Era assim nos tempos do “consulado Cavaquista”, resolvia-se tudo com a repressão policial. Foi assim na ponte, foi assim com os mineiros da Marinha Grande, foi assim com os estudantes nas galerias do Parlamento...

Foi ainda no reinado do primeiro-ministro Cavaco Silva, que o governo vetou a candidatura de José Saramago a um prémio literário europeu por considerar que o seu romance “O Evangelho segundo Jesus Cristo” era um ataque ao património religioso nacional.
Este veto levou José Saramago a abandonar o país para se instalar em Lanzarote, na Espanha, onde viveu até morrer. Considerou Saramago, que não poderia viver num país com censura.

Cavaco Silva tem sido o Presidente da República nos ULTIMOS 5 anos.
Sendo ele o dono da famosa frase: “nunca tenho dúvidas e raramente me engano”, como é que deixou Portugal chegar à situação em que
se encontra?
E mais outra frase também mais recente: “Para ser mais honesto do que eu tem de nascer duas vezes” (NOTOU-SE COM O QUE ELE E OS SEUS AMIGOS DO BPN LHE METERAM NO BOLSO EM AÇÕES QUE LHE RENDERAM :

[Imagem: k4tq.jpg]

Oliveira e Costa - Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais do governo Cavaquista entre 1985 e 1991. Ex presidente do famoso BPN.
A história deste fulano já é mais conhecida que os tremoços, nem vale a pena escrever mais nada.

[Imagem: 8n1z.jpg]

Dias Loureiro - Ministro dos governos Cavaquistas. Assuntos Parlamentares entre1987 e 1991, Administração Interna entre1991 e 1995.
Associado aos crimes financeiros do BPN, com ligações ainda não clarificadas ao traficante de armas libanês, Abdul Rahman El-Assir, de quem é grande amigo.
Foi conselheiro de estado por nomeação directa de Cavaco Silva, função que ocupou com a “bênção” de Cavaco, até já não ser possível manter-se no lugar devido às pressões políticas e judiciais.

[Imagem: 94kw.jpg]

Ferreira do Amaral - Ministro dos governos Cavaquistas. Comércio e Turismo, entre 1985 e 1990, Obras Públicas, Transportes e Comunicações entre 1990 e 1995. Foi nesta condição (ministro das obras públicas do governo Cavaquista) que assinou os contratos de construção da Ponte Vasco da Gama com a Lusoponte, e a concessão (super-vantajosa para a Lusoponte) de 40 anos sobre as portagens das duas pontes de Lisboa.
Ferreira do Amaral é actualmente presidente do conselho de administração da Lusoponte….. (apenas por mera coincidência...)

[Imagem: 8fww.jpg]

[Imagem: 8esr.jpg]

Duarte Lima - Lider da bancada do PPD/PSD durante o Cavaquismo.

[Imagem: ehkk.jpg]

Envolvido em transacções monetárias “estranhas” no caso Lúcio Tomé Feteira, estando acusado pela Policia Brasileira de ter assassinado a companheira – D. Rosalina Machado.

[Imagem: cqyu.jpg]

A juntar a isto tudo (e que já não é pouco!), tem-se revelado uma pessoa, inculta, arrogante e que nunca deixou de ser o saloio de Boliqueime!

[Imagem: 76s6.jpg]

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Indignados, porquê? Os bombeiros estão revoltados com o silêncio de Cavaco sobre a morte de três dos seus membros e ontem aproveitaram para manifestar o seu desagrado colocando mensagens no FB da presidência, na página onde o PR exprimia o seu pesar e fazia o elogio fúnebre de um fulano que pretendia a redução dos salários dos os trabalhadores portugueses para resolver a crise

Indignados, porquê?

Os bombeiros estão revoltados com o silêncio de Cavaco sobre a morte de três dos seus membros e ontem aproveitaram para manifestar o seu desagrado colocando mensagens no FB da presidência, na página onde o PR exprimia  o seu pesar e  fazia o elogio fúnebre de um fulano que pretendia a redução dos salários dos os trabalhadores portugueses para resolver a crise
 Não percebo a indignação dos bombeiros. Deram dinheiro a ganhar a Cavaco? Não! Foram informadores  da PIDE? Não!  
Os bombeiros já deviam saber  que Cavaco reconhece o mérito do trabalho de ex-agentes da PIDE e de gente que lhe deu  dinheiro a ganhar, como o amigo Oliveira e Costa. (Ainda será condecorado pelos bons serviços prestados ao país, antes de Cavaco terminar o seu mandato, vão ver!). No entanto, Cavaco fez questão de vir a terreiro apresentar uma desculpa extraordinária: a morte de bombeiros exige recato; a de Borges deve ser publicitada. Porquê?
Provavelmente  porque Borges-  que para aconselhar o governo  nas privatizações levava para casa 25 mil mocas por mês- vai  poupar 300 mil€/ano ( e mais uns trocos) ao Estado e, morrendo com 63 anos, prescindiu da reforma. Morreu servindo o país, enquanto os bombeiros morrem por uma razão mesquinha -e dispendiosa para o Estado- que é salvar vidas e património natural. 

CRÓNICAS DO ROCHEDO

Não morri. Mataram-me! grita-nos Ana Rita

OLHÃO: FUTEBOL, IMOBOLIARIO, POLITICA - FERMENTO DE CORRUPÇÃO Há quatro anos atrás, o Sporting Clube Olhanense subia ao primeiro escalão do futebol nacional. Era também ano de eleições, e o presidente da Câmara viu nisso uma oportunidade de ouro, jogando com os sentimentos dos olhanenses, de ganhar votos nas eleições que se aproximavam, anunciando um apoio ao clube na ordem de um milhão de euros.

OLHÃO: FUTEBOL, IMOBOLIARIO, POLITICA - FERMENTO DE CORRUPÇÃO

Há quatro anos atrás, o Sporting Clube Olhanense subia ao primeiro escalão do futebol nacional. Era também ano de eleições, e o presidente da Câmara viu nisso uma oportunidade de ouro, jogando com  os sentimentos dos olhanenses, de ganhar votos nas eleições que se aproximavam, anunciando um apoio ao clube na ordem de um milhão de euros.
Volvidos quatro anos e com novas eleições à porta, outro cambalacho se prepara, só que desta vez não surgem os autarcas a "oferecer" o que não é deles, mas o clube a pedir algo a que não tem direito nem moral para o fazer.
O Sporting Clube Olhanense era detentor de um património assinalável, que tem vindo a ser alienado, do qual constava o Estádio Padinha.
Em declarações que podem ser lidas em http://www.maisfutebol.iol.pt/superliga-geral/olhanense-presidente--dividas-confirma/1482122-1676.html o presidente do Sporting Olhanense vem anunciar que o regresso a casa se verifica precisamente no dia das eleições, Coincidencia? Não, antes mais uma manobra eleitoralista. É que nas mesmas declarações é dito que foi doado ao clube um terreno para um campo de treinos junto ao Estádio Municipal, isto é na Quinta João de Ourem, propriedade do Grupo Bernardino Gomes.
Ora os negócios da Bernardino Gomes com a Câmara Municipal de Olhão estão todos viciados e a sugerir a existência de corrupção, bastando para isso verificar que estão construídos na Quinta João de Ourem 110 fogos a mais do que o Plano Director Municipal permitia; que o Marina Village tem cerca de 80 fogos a mais do que o PDM de Olhão permitia; que a venda do terreno para o hotel foi outro negocio escuro sem falar no índice de construção violar o PDM.
A Bernardino Gomes não é propriamente uma instituição de solidariedade social, até pelos antecedentes, mal se percebendo que venha agora oferecer um terreno ao clube local, se não houvesse outros interesses escondidos. Na Quinta João de Ourem nada se pode construir sem a necessária desafectação da Reserva Agrícola em primeiro lugar e em segundo não pode ser praticada a agricultura intensiva para evitar a contaminação do lençol freático, tendo até áreas de protecção para o furo de captação de agua. Portanto o que se trata é de contornar as restrições para que no futuro a Bernardino Gomes possa vir a dar outra utilidade àquele espaço, à revelia das questões ambientais que se levantam.
Claro que a isto não serão alheios os autarcas socialistas, membros do Conselho Geral do clube, que assim põem o presidente futebolistico a pedir em lugar de serem eles a oferecer. E que pede o presidente do futebol? Nada menos que a infra-estruturação do campo de treinos. Se tivermos em conta os protocolos que a Câmara Municipal de Olhão celebrou com o clube, mais os subsídios que lhe são atribuídos, então será melhor propor que a Câmara Municipal de Olhão crie a taxa fixa SCO de 5 euros, na factura da agua.
Temos pois o futebol, que até veste de preto e vermelho e não rosa, a interferir na campanha eleitoral com o clube a apelar indirectamente ao voto de quem lhes dá tantas benesses.
Quanto ao silencio dos candidatos que se perfilam para disputar a cadeira da presidência, temos que dizer que se o socialista faz parte do Conselho Geral, o líder da "oposição" fez parte do Conselho Fiscal do clube.
Já é tempo mais que suficiente para acabar com esta promiscuidade entre futebol, imobiliário e politica por ser nesse pântano que fermenta a corrupção!
REVOLTEM-SE, PORRA!


OLHÃO LIVRE

É tão lindo envelhecer em portugal

É tão lindo envelhecer em portugal


Querem-nos com mais saúde, dizem-nos os hipócritas. Querem-nos a viver mais e melhor, dizem-nos os beneméritos não se sabe bem de quem sem ser deles mesmos. Que comamos legumes, fruta, farináceos. Que evitemos as gorduras, as carnes vermelhas, o álcool, o café. E, acima de tudo, nada de tabaco, nem uma passa, um pequeno prazer, nada de nada, que está cheio de impostos e de nicotina.

Entrementes, aos 50, 50 e tal, atiram-nos para o desemprego, por imprestáveis, velhos, desadequados ao mundo moderno e aos seus altos valores, alto rendimento, complexíssima tecnologia, exigentíssima especialização, pouca ou nenhuma experiência e sobretudo, ah! e sobretudo, salários a rondar a miséria, um terço, um quarto do que ganhávamos e toma lá que já vais com sorte em arranjar trabalho. 

Entrementes, não nos deixam reformar, sem penalização, antes dos 66, daqui a uns tempos 67, 68 ou 69 que nunca foi um bonito número. Se chegarmos à idade da reforma, se tivermos essa sorte ou azar, atiram-nos com um par de notas que mal chegam para a comida, os medicamentos, a renda de casa, a ajuda que costumávamos dar ao Antoninho, à Belinha, ao Manel, que estão desempregados, desesperados. Não contentes com isso, cortam-nos a pensão cada vez mais. Cada vez mais sujeitos ao livre-arbítrio, à vontade de meia dúzia de irresponsáveis, imorais, amorais, os que querem que vivamos mais e com mais saúde. Não nos dizem é com quê. Para quê.

Quatro almas

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Imagens chocantes mostram violência no Cairo Fotografia de corpos queimados junto a Universidade está a circular na Internet como «prova» da violência no país

Imagens chocantes mostram violência no Cairo

Fotografia de corpos queimados junto a Universidade está a circular na Internet como «prova» da violência no país



















A imagem de conteúdo chocante de pelo menos três corpos queimados caídos no chão junto à Universidade do Cairo está a circular na Internet como «prova» da violência vivida esta quarta-feira no Egito quando uma operação policial para desmantelar os dois maiores acampamentos de apoiantes do Presidente deposto Mohamed Morsi, no Cairo, levou a um número indeterminado de mortos e feridos.

A informação sobre o número de vítimas é altamente contraditória e ainda não existe confirmação independente de dados. Segundo o ministério do Interior há pelo menos seis policias mortos e 63 feridos. No total, as autoridades admitem 17 mortos.

Após o avanço das forças de segurança, a Irmandade Muçulmana apelou aos egípcios para saírem à rua e «pararem o massacre». A Reuters informa que segundo uma testemunha o exército abriu fogo contra manifestantes que atiravam pedras.

«Não é uma tentativa de dispersão, mas uma tentativa de esmagar de forma sangrenta qualquer voz que se opõe ao golpe de Estado militar. Rabaa apela aos egípcios para saírem à rua para pararem o massacre», disse o porta-voz da Irmandade Muçulmana Gehad el-Haddad numa mensagem divulgada também no Twitter.

Governo diz que controla um acampamento

O Ministério do Interior egípcio anunciou, entretanto, o «controlo total» pelas forças de segurança de um dos dois acampamentos de protesto dos apoiantes do Presidente islamita deposto no Cairo depois de uma operação policial.

A praça Al-Nahda está «totalmente sob controlo» e as «forças policiais conseguiram remover a maior parte das tendas» que se encontravam no local, refere o Ministério.

Segundo um oficial de segurança, citado pela agência AFP, dezenas de manifestantes que reclamam o regresso ao poder do Presidente deposto Mohamed Morsi foram detidos com a ajuda de residentes na área.

O embaixador português no Cairo garante que os portugueses estão bem, mas apela a que não se desloquem para as grandes cidades, onde estão a ocorrer os confrontos.

Apoiantes do Presidente deposto Mohamed Morsi do Egito incendiaram uma igreja católica em Sohag no centro do país como «represália» pela carga da polícia no Cairo, noticia a agência de notícias oficial MENA.

Os atacantes utilizaram cocktails molotov que foram atirados contra a igreja de Sohag, uma cidade na região centro do Egito onde vive uma considerável comunidade de cristãos coptas. A igreja ficou destruída pelas chamas.

O Ministério do Interior egípcio anunciou hoje o «controlo total» pelas forças de segurança de um dos dois acampamentos de protesto dos apoiantes do Presidente islamita deposto no Cairo depois de uma operação policial.

No entanto, do lado da Irmandade Muçulmana os número são bem diferentes. O movimento islamita ao qual Morsi pertenceu até ser eleito Presidente, afirmou ter registado pelo menos 250 mortos e milhares de feridos, numa mensagem divulgada na rede social Twitter pelo porta-voz Gehad al-Haddad.

o caso Atlântida uma versão do caso "Já ouviram falar do famoso "ferry" que foi fabricado nos estaleiros de Viana do Castelo para fazer a interligação das ilhas dos Açores, e que o Governo(?) do Sr César & Cª Lda, rejeitou porque, em vez de dar 20Knots de velocidade, só dava 18,5Knots (?!)



o caso Atlântida

uma versão do caso

"Já ouviram falar do famoso "ferry" que foi fabricado nos estaleiros de Viana do Castelo para fazer a interligação das ilhas dos Açores, e que o Governo(?) do Sr César & Cª Lda, rejeitou porque, em vez de dar 20Knots de velocidade, só dava 18,5Knots (?!). Ora a princípio projectou-se um "ferry" para transportar uns 12 carros e dois camiões e 80 passageiros, que é o normal para estas viagens inter-ilhas de rotina. 
.
Eis quando um "expert" da política, com grande visão, lembrou que uma vez por ano há as Festas do Senhor Santo Cristo e, nesse dia, com a vinda dos emigrantes, a lotação poderá subir para 600 passageiros. Aí decide-se fazer um navio para 700 lugares para dar 20 knots de velocidade, com uma dada quota de casco!!
.
Acontece que, depois do desenho "final", o Governo do Sr César mandou introduzir algumas alterações (estilo camarotes de luxo que, quem já fez cruzeiros, ficou de boca aberta !!!) e isso criou mais peso em relação ao projecto inicial e afundou o casco mais uns centimetros, retirando obviamente velocidade !!! Em resumo: Este "famoso" navio está no Alfeite e a sua manutenção (para que não apodreça) custa a todos nós €400.000/mês!!!!
.
O Governo dos Açores (por votação da AR, onde estava a Senhora Secretária de Estado da Defesa, que agora tem este tabuleiro quente nas mãos!!!) rejeitou o navio porque em vez de 20 Knots, só dá 18,5Knots, mas foi alugar "ferry" um que só dá 14Knots (ah! ah! ah! ah!) e custa a todos nós uns milhões de Euros/ano (disseram-me o valor mas nem quis acreditar, nem quero dizer!!!!)"

SHE AND BOBBY MCGEE

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Eleições Autárquicas – Há coisas tão "feínhas"...

Eleições Autárquicas – Há coisas tão "feínhas"...


E lá volto ao mesmo! A lei de limitação de mandatos autárquicos, na minha modesta opinião, nem deveria existir! A única limitação ao direito de se fazer eleger para uma autarquia, devia ser a comprovada falta de honestidade, transparência verdade, competência.
Infelizmente, o facto é que a lei existe. Infelizmente, o facto é que foi feita de forma suficientemente incompetente (??) para permitir interpretações divergentes.
Agora, por maiores que sejam as confusões geradas, todas as interpretações são legítimas... mas, felizmente, contestáveis.
Ainda assim, há coisas que me desanimam um pouco.
Se de um movimento com objectivos misteriosos e um nome “afascistado”, como é a “Revolução Branca” que, diga-se em abono, não concorre às eleições, este encarniçamento sobre as candidaturas, única forma de aparecerem nos media e, quem sabe, acabarem a formar um partido... é compreensível, já este passatempo do BE, que o leva a pôr a política em tribunal um pouco por todo o lado... é bastante esquisito.
Não haveria forma de debater isto politicamente, nos lugares certos, ou, no limite, tentando “impugnar”, ou confirmar, ou aclarar a lei directamente no Tribunal Constitucional, em vez desta espécie de tiro ao alvo sobre candidatos específicos?
Não é uma vergonha para a política, para a justiça (e para a democracia) esta sucessão inevitável de decisões contraditórias dos tribunais, ora pelo facto de, como já disse, a lei dar lugar a interpretações, ou porque os senhores juízes acabam fatalmente sob a suspeição de se moverem por simpatias partidárias?
E, finalmente, ainda quanto ao BE... não seria bem melhor dedicar-se com empenho ao trabalho político, com o justo objectivo de ganhar algum peso eleitoral a nível autárquico, em vez de se entreter a “dinamitar” candidaturas concorrentes?
Quando, passadas as eleições, um candidato impedido de se candidatar, decidir impugnar todas as eleições em que, ao abrigo da mesmíssima lei e com as mesmas “limitações” a apontar, houver candidatos a quem foi permitido fazerem-se eleger de novo... de que lado ficará o Bloco de Esquerda, perante essa evidente injustiça?

Samuel
Cantigueiro

Sai um PACU para a Manta Rota?

Sai um PACU para a Manta Rota?

Em Janeiro de 2011 eu recomendava esta vaselina aos defensores da entrada do FMI em Portugal.
Qual o meu espanto quando ontem li que outro  PACU -desaparecido da Europa desde 2002, mas agora regressado aos mares nórdicos - poderia ser uma bela prenda neste Verão, para uns tipos que  me andam a tratar mal 
Quem sabe se eles não gostam de PACU recheado?

Crónicas do rochedo

DE VOLTA AO VOSSO CONVÍVIO

OLÁ AMIGO(A)S E CAMARADAS

DEPOIS DE QUASE TRÊS SEMANAS AUSENTE DO VOSSO CONVÍVIO POR MOTIVOS TÉCNICOS O DESENVOLTURAS E DESACATOS ESTÁ DE VOLTA.

A TODOS UMA BOA SEMANA.