AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


terça-feira, 18 de setembro de 2012



Uma medida interessante...


"A TSU é uma medida interessante pelo papel que tem na sustentabilidade da segurança social"- terá, segundo "o Público", defendido Pedro Mota Soares junto dos seus pares do CDS/PP.
Eu já sabia que o ministro da segurança social era um  ministro diferente porque, dois dias depois de ter tomado posse, deslumbrou o especialista de Relvas, Pedro Correia, que o viu montado numa Vespa nas ruas de Lisboa.
Eu também já desconfiava que a caixa de pirolitos deste ministro com cara de jesuíta acabado de se estampar contra uma parede, não batia totalmente bem.
Mas o que eu não sabia é que a proposta  da TSU que Paulo Portas garante ter tentado evitar, tivera o apoio de Mota Soares. A ser verdade o que escreve "o Público", confirma-se que a converseta do líder do CDS/PP na manhã de domingo, a propósito das suas reticências à TSU não foi mais do que conversa da treta, no rescaldo das manifs da véspera. Por outro lado, ficou também claro que Pedro Mota Soares será um dos remodeláveis, numa iminente remodelação, com que o governo tentará salvar a face.
Só que, como todos sabemos, os ministros que vierem substituir os actuais são uma segunda escolha. Logo, serão ainda piores do que os actuais. O governo não é uma reedição das bodas de Canã e não tem um Jesus para fazer o milagre. Bem... a não ser que PPC contrate Jesus ao Benfica para substituir o secretário de estado da cultura Francisco José Viegas!!!

MNE Estado escondeu subsídios de luxo a diplomatas
O Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) nunca divulgou o montante dos subsídios atribuídos aos diplomatas e Paulo Portas, tal como os seus antecessores no cargo, também não vai para já divulgar esses valores, que foram alvo de críticas da troika.
Estado escondeu subsídios de luxo a diplomatas
DR
O Correio da Manhã (CM) escreve hoje que o Ministério dos Negócios Estrangeiros nunca revelou até agora quanto é que gastava com subsídios atribuídos aos diplomatas e acrescenta que o actual ministro com aquela pasta, Paulo Portas, vai manter essa tradição.


Ao jornal, o ministério admite que “os despachos que regem a matéria de abonos actualmente em vigor no MNE são de 1986 e 1994, não tendo, na altura, sido publicados”.
De acordo com o CM, as capitais onde os diplomatas têm subsídios mais elevados são Copenhaga, Roma e Madrid. O abono de representação de um conselheiro da embaixada, segunda categoria na carreira diplomática (e imediatamente abaixo de embaixador), por exemplo, atinge os 6.291 euros em Copenhaga, 6.285 euros em Roma e 6.190 euros em Madrid.
Segundo as contas do jornal, com todos os abonos (de representação e casa), um conselheiro recebe um vencimento mensal que ultrapassa os 11.800 euros.
A troika quer que o Governo introduza alterações nos abonos. 

ERAM BANDOS - GENERAL ALMEIDA BRUNO




Excerto do programa da RTP, A Guerra, II Série, 3º Episódio, com as declarações do Gen Almeida Bruno (Cortesia do Magalhães Ribeiro)


50 Balões de Ar Quente muito loucos !

Nem sei em qual deles daria uma voltinha ... são todos fantásticos !































20 FOTOS DE ACIDENTES REAIS - AVISO ! UMA OU OUTRA FOTO PODE FERIR SENSIBILIDADES