AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


segunda-feira, 30 de abril de 2012


SAUDAÇÃO AO 1º DE MAIO




SAUDAÇÃO AO 1º DE MAIO


Neste lº de Maio, Dia do Trabalhador, saudamos os trabalhadores portugueses e a sua central sindical, a CGTP – IN - e manifestamos a nossa total solidariedade com a luta por eles desenvolvida.

Neste 1º de Maio, Dia do Trabalhador, saudamos as massas trabalhadoras que - dando continuidade às importantes jornadas que foram, nomeadamente, as recentes greves gerais e as grandiosas manifestações de massas realizadas nos últimos meses - vêm à rua comemorar o seu Dia, lutando pelos seus direitos, por Abril, pelo futuro - e que, certamente, aqui afirmarão, hoje, a sua determinação de prosseguir, intensificar e ampliar a luta necessária.

Neste 1º de Maio, Dia do Trabalhador, saudamos a luta dos  trabalhadores pelo direito ao emprego com direitos, contra as alterações à legislação laboral, contra a precariedade e o desemprego, contra os salários em atraso, contra os roubos cometidos por sucessivos governos representantes dos interesses dos grandes grupos económicos e financeiros – com a certeza de que, lutando pelos seus interesses e direitos, é por Abril e pelas suas conquistas que os trabalhadores lutam.

Neste 1º de Maio, Dia do Trabalhador, lembramos o Primeiro 1º de Maio, aquele em que, uma semana após o Dia da Liberdade, os trabalhadores, o povo e os militares de Abril, iniciaram a caminhada rumo às grandes conquistas revolucionárias que viriam a transformar profunda e positivamente Portugal – e saudamos essas conquistas que, alcançadas através da unidade POVO/MFA, foram componentes estruturantes da democracia de Abril consagrada na Constituição da República Portuguesa.

Neste 1º de Maio, Dia do Trabalhador, saudamos a luta das massas trabalhadoras e populares enquanto instrumento de acção essencial para derrotar a ofensiva dos partidos da política de direita contra Abril e para conquistar um futuro de desenvolvimento, progresso, liberdade e justiça social para Portugal – e recordamos palavras do general Vasco Gonçalves, dirigidas em 17 de Maio de 1975 aos trabalhadores da Sorefame: «Vós tendes na mão, vós e os outros trabalhadores, e aqueles que estão interessados em construir um Portugal democrático, um Portugal que aponte para o socialismo, vós tende na mão o futuro da nossa Pátria»

VIVA O 1º DE MAIO!
VIVA A LUTA DOS TRABALHADORES!

estatística

"Alguns usam a estatística como os bêbados usam postes: mais para apoio do que para iluminação." 

*Andrew Lang - escritor escocês*


a sombra - poema de António Garrochinho


no beijo - flores no cabelo - poemas de António garrochinho



é preciso avisar toda a gente


VITORINO - JOANA ROSA

Rosa Albardeira | Baile Popular