AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012



Agora que Janeiro já lá vai e Fevereiro caminha a passos largos nas nossas vidas, também as amendoeiras estão-se despindo do seu manto branco que tanto encantou inúmeros olhares.
Num passeio dado nesta bela tarde de sol de inverno, constatei que já são poucas as que ostentam ainda o vestido branco que a mãe Natureza lhes oferece nesta época do ano.
Para acompanhar as duas fotos obtidas há horas atrás nos arredores de Loulé, escolhi esta bela poesia do louletano Cândido Guerreiro mestre das letras poéticas de outros tempos.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
«AMENDOEIRAS»
Em Fevereiro, quando lá de cima
Deus, com a tinta de luar, escreve
Seus lindos versos algarvios, rima
A flor das amendoeiras com a neve…
Neve em flor! Sonho! Alvura! Quem descreve
O noivado irreal que se aproxima,
Pão branco, tão diáfano, tão leve,
Que nem talvez na música se exprima?
- Meninas da primeira comunhão,
Ascéticas, descendo da montanha
À beira do caminho em procissão,
Em vias-lácteas de perfume brando,
Oiço-vos bem a sinfonia estranha,
- Porque, amendoeiras, vós estais cantando…
\\\\\ Fotos obtidas na tarde de hoje nos arredores de Loulé

Posted by Palma
www.louletania.com


CARTOON versus QUADRAS

CALQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR SE FAZ FAVOR !
A Tia do Rosas
HenriCartoon

«A TIA DO ROSAS»

Flopes
Eu Salazar?? Vá chamar Salazar à sua tia!...
Resistirei com paciência e abnegação,
Chamar Salazar só pode ser provocação
Ao maior Flopes social-democracia !

Glosas 
Olha Flopes, a minha tia manda dizer
Se voltas a pronunciar o nome Salazar,
Contrata a nova PIDE para te f&#der…
Depressa  acaba esse maldito chilrear!

POETA



PCP propõe tolerância de ponto no Parlamento no dia de Carnaval

O PCP propôs à presidente da Assembleia da República que "determine a concessão de tolerância de ponto na terça-feira de Carnaval".

 
foto ARQUIVO JN
PCP propõe tolerância de ponto no Parlamento no dia de Carnaval
Bernardino Soares do PCP
 
Em carta enviada a Assunção Esteves assinada pelo líder do grupo parlamentar, Bernardino Soares, os comunistas argumentam com as "competências próprias" de que dispõe a presidente do Parlamento para determinar a tolerância de ponto.
É que, escreve o deputado, "a Assembleia da República dispõe de total autonomia em relação à organização dos seus trabalhos, bem como em relação ao corpo permanente de funcionários técnicos e administrativos que a Constituição lhe garante".
O PCP sempre se manifestou contra a não concessão de tolerância de ponto para os funcionários públicos, embora tenha admitido que se os serviços do Parlamento estivessem a funcionar, os comunistas não faltariam aos trabalhos parlamentares.


FÁRMACOS PARA MINISTROS PIEGAS



Isto Cheira-me a Golpe do James Bond…


SE como concluiu a Presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves (1), o primeiro-ministro Pedro Passos Coelho não é obrigado a ir ao Parlamento responder a perguntas dos deputados sobre o que se passa nos serviços secretos portugueses, entidade por si tutelada, é porque das três, uma: ou o primeiro-ministro não existe como tal (há quem diga que o verdadeiro primeiro-ministro é o senhor Ricardo Salgado do BES), ou os serviços secretos portugueses não prestam contas nem recebem ordens de ninguém, ou então, ironia das ironias, pura e simplesmente não existem, e andamos todos (mais uma vez) a ser enganados.

(1) Na sequência do pedido potestativo do PCP para ouvir o primeiro-ministro sobre as secretas

o fruto do prazer (real)




Passos Coelho pede aos portugueses para serem "menos piegas"!!??

"Ó Passos, arranja-me um “Taxito” na EDP a ganhar 44.999,00€/mês que eu deixo de ser “piegas” de certeza absoluta"!
O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, apelou, esta segunda-feira, aos portugueses para serem "mais exigentes", "menos complacentes" e "menos piegas" porque só assim será possível ganhar credibilidade e criar condições para superar a crise.
“in Jornal de Noticias”
Piegas? Este gajo anda mesmo a gozar com o povo. Isto são maneiras de falar com os Portugueses. É linguagem de um primeiro? Ainda era oposição já falava em “ir ao pote” e oferecia “enxadas as Sras. desempregadas”. Francamente cada um tem o que merece, mas eu não o coloquei lá.
O ridículo da “pieguice é que quem diz estas bacoradas é um Primeiro-ministro, que na vida nunca foi capaz de sobreviver sem os empregos "oferecidos" por Ângelo Correia! Este piegas, mesmo sem ter ocupação profissional, só conseguiu terminar uma Licenciatura (numa Universidade privada…) com 37 anos de idade e mesmo sem experiência de vida e de trabalho, conseguiu logo obter emprego como administrador… Acabou um curso aos 37 anos sem saber ler nem escrever e foi logo convidado para Administrador, vejam bem o potencial deste "Iluminado"!
Por um lado é capaz de ter razão, um povo que lhe retiram três meses de salário, entre impostos, subsídios de férias e de Natal e anda a chorar pelos cantos e manifestar-se nas redes sociais é mesmo de ser piegas. Quem sabe se ele não nos está a incentivar a apedrejar o Parlamento e S. Bento e a fazer barricadas nas ruas……
Cada vez mais "gosto" deste tipo, é tal e qual como eu o tinha imaginado, mentiroso, aldrabão, incompetente, burro e arrogante……

MOTOS, E SITUAÇÕES BIZARRAS, DIVIRTA-SE !





















PARA O(A) DISTRAIR UM POUCO O DESENVOLTURASE DESACATOS SELECIONOU ALGUMAS ILUSÕES DE ÓTIVA PARA CURTIR !





 ONDE ESTÃO OS GOLFINHOS ?



 DECUBRA ONDE ESTÁ O CORAÇÃO




Álvaro Pereira – Ó Álvaro... andaste com sorte!


Não sei se alguma vez vos tinha confidenciado que gosto muito do Agostinho Lopes. Se não tinha ... digo-o hoje.
Gosto muito do Agostinho Lopes!
         ... e ainda por cima, é um diplomata! Sim... que perante aquele argumento tão canalha quanto estúpido, sobre os “constantes ataques do PCP aos emigrantes”, saído do cérebro infecto do incompetente que faz de ministro da economia, o Agostinho Lopes ter-se ficado por um singelo “não diga asneiras, porra!”, é um belo exercício de calma, presença de espírito... e contenção verbal.



Nora Berra – Provavelmente não passam de “gaffes”...


Provavelmente não passam de gaffes... mas a verdade é que elas são cada vez mais frequentes na boca dos “nossos” governantes e a triste realidade que se vive hoje transforma-as instantaneamente em enormidades, ofensivas e insuportáveis.
Coube agora a vez a Nora Berra, a vistosa secretária de estado da saúde do governo de direita de Sarkozy. A governante francesa, pelo meio de recomendações várias para que os franceses se defendessem da vaga de frio, “entusiasmou-se”... eaconselhou os sem-abrigo a ficarem em casa.
Claro que lhe caiu em cima o Carmo e a Trindade, que, confesso, não sei como se chamam na França... mas podia ter sido bem pior. Já imaginaram o que seria se Nicolas Sarkozy, para “ajudar” a sua secretária de estado, cometesse a profunda idiotice de pedir aos sem-abrigo para não serem piegas?!



Manuel Braga da Cruz – O que vossa excelência quer, sei eu!


Chegou-me ao conhecimento uma série de críticas ao actual sistema de financiamento do ensino superior público, incluindo (obviamente) o valor das propinas pagas pelos estudantes, críticas de que destaco três:
«…a actual lei, ao sustentar a quase gratuitidade da frequência do ensino superior gera uma insustentável injustiça social, como seja a de colocar os impostos dos menos favorecidos da sociedade ao serviço da formação superior dos mais favorecidos»
«O Estado não pode continuar a discriminar os estudantes portugueses que escolhem universidade privadas e por isso não têm direito a bolsas»
«(e criticou ainda) ... que esse apoio seja negado a portugueses, por frequentarem o ensino não estatal, para ser dado a estudantes estrangeiros, apenas por frequentarem universidades estatais»
E dizem vocês: Essas críticas devem ter sido feitas por um jovem fanático ultraliberal… depois da trigésima quinta caneca de cerveja!
Errado! Por mais que as três declarações pareçam ter sido produzidas por um bêbado, tal a incongruência e pedestre estupidez dos argumentos, a luminária que proferiu estas alarvidades foi o reitor da Universidade Católica, Manuel Braga da Cruz. Claro que a seguir exigiu que o Estado aumentasse substancialmente as propinas... no ensino público.
Se um qualquer pensador der para se pôr a pensar nestes temas e decidir que o Estado deve acabar com o ensino público, ou pelo menos com o seu financiamento, embora a isso esteja obrigado pela força da Constituição da República Portuguesa... entende-se. É, no limite, um direito.
Agora vir defender isso, ao arrepio do interesse de milhares de estudantes e das suas famílias, visível e unicamente para favorecer o seu negócio privado... é demasiado porco, intelectualmente, para ser aceitável.


O Que Diz Cavaco



EM VISITA à Finlândia, o Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, afirmou que vai fazer uma apresentação muito positiva aos seus homólogos do chamado "Grupo de Arraiolos" ´(cá por mim prefiro a Confraria do Arinto de Bucelas), sobre a aplicação do programa da troika, as reformas do Governo e aquilo que ele considera um invejável acordo de concertação social.


A pergunta que fica por fazer é a seguinte: que credibilidade pode ter um cavalheiro que em Portugal se diz "provedor do povo", e de visita à Finlândia tudo aponta que seja provedor da troika?

FADO !









...
PELA VIDA DOS NOSSOS FILHOS

Maria Antonieta, rainha de França, dirigindo-se ao povo de Paris disse-lhes «se não têm pão comam bolos». Ficou a pobre aristocrata sem a cabeça pateta que ostentava.

Nora Berra, secretária de Estado da Saúde do governo francês de extrema-direita do anão Sarkozy, (lacaio da mulher de bigode), disse aos seus compatriotas «sem-abrigo para ficarem em casa» por causa do frio (não vale rir).

Nada de especialmente preocupante quanto à insensibilidade demonstrada deste espécime, muito idêntico ao humano. Com temperaturas abaixo de zero, com centenas de mortos confirmados em toda a Europa pelo rigor do Inverno, que bate à porta ventosa dos miseráveis, o cenário social e humano é catastrofista. Com a cavalgada desenfreada dos governantes franceses, de novo postos de joelhos pela arrogância e poderio germânico, registe-se para memória futura…mas não muito, espera-se!

A extrema-direita fascista no seu tropel ruidoso e selvático, galopa os cascos sobre as nossas costas de forma impiedosa. Perderam há muito qualquer ponta de prurido humanista, qualquer sentimento nobre pelo próximo. Jamais, desde a derrota humilhante e total que sofreram em 1945, às mãos (únicas) do glorioso Exército Vermelho, se assistiu a uma crueldade minimamente semelhante sobre os trabalhadores e os mais fracos.

Os discursos são balbuciados com uma inacreditável iliteracia política. Os personagens são sempre gente mal preparada intelectualmente, sem formação humanista e com uma ânsia incontrolável de ajustar contas com a democracia (mesmo esta, a burguesa) e de penalizar pelo sofrimento, com medidas anti-cristãs (para os que se dizem “dali” beber), de incendiar mais e mais o terrorismo do roubo, do despedimento, do despejo, do pagamento do salário (quase) feudal.

Esta nota veio a propósito da França senhorial, mas também serve para cá, às mil maravilhas. Estes senhoritos cruéis, estas “madamas” da catolicidade inquisitorial estão como peixe na água. É neste caldo de sumptuoso regabofe que se deleitam com a ofensiva fascista que lançaram sobre o povo.

Este deve inundar, como resposta aos seus interesses de classe, o Terreiro do Povo, que eles gostam de chamar do Paço. Dia 11, já no sábado, mobilizemo-nos para deitar abaixo esta quadrilha de malfeitores que faz do seu êxito pessoal a nossa desgraça desfalecida. Precisamos de lhes dizer, de peito feito e com coragem, que não temos medo deles, que os enfrentamos de cara lavada, pela honradez do nosso posicionamento perante a vida. Queremos mais trabalho, exigimos mais respeito, temos que ter mais dignidade, precisamos de mais vida!

LEVANTAMENTO POPULAR, JÁ!
Guilherme Antunes





Sabem o que é "oposição construtiva"?


SABEM o que é uma "oposição construtiva"? Se não sabem, António José Seguro explica o que é. Diz que discorda de muitas das medidas da troika que o "outro PS" (o de José Sócrates) assinou, e das malfeitorias que o Governo tem vindo a implementar por conta própria, mas temos que ter paciência. Acrescenta que os compromissos inicialmente assumidos com a assinatura do memorando da troika, já foram largamente ultrapassados, mas como são compromissos, têm que ser respeitados e cumpridos, caso contrário a nossa credibilidade e honradez ficam postas em causa. Só falta fazer coro com Pedro Passos Coelho, dizendo que os sacrifícios são para levar para a frente, custe o que custar. Para mitigar vai dizendo que está a fazer uma coisa a que chama "oposição construtiva, responsável e honesta", isto é, vai contestando aqui e ali, não levanta a voz, faz queixinhas e vai-se lamentando aos jornalistas nos Passos Perdidos, aparentemente confortável, sempre a enrolar os problemas, e não passa daí. Parece que quer ganhar tempo, dar “passos seguros”, mas não se sabe muito bem para quê. Será que o caso dramático da Grécia, à beira do desastre final, não funciona como advertência, não o incomoda, nem desperta o socialista que era suposto haver em si? Ora, no ponto em que estamos, a questão já não é honrar compromissos, mas ser, sim ou não, uma muleta do Governo que, no fim de contas, até não precisa dela, a não ser para continuar a avalizar as políticas de confisco e depauperamento que estão a ser levadas a cabo.