AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Poemas ilustrados de António Garrochinho - O trapezista - perfume


Vlog do Fernando - pode ferir algumas susceptibilidades


Sócrates foi a Berlim ter um encontro a sós com Angela Merkel!!!???

Dizem as más línguas ou as cabeças bem informadas que o “Filosofo” se deslocou a Berlim a pedido da chanceler, para falar com ele antes de falar com Passos Coelho!!!...
Será que ainda é o Sócrates  a “filosofar” os destinos de Portugal…
O “Filósofo” afinal, não se retirou da política, nem está a estudar Filosofia em Paris!
Na Sexta-feira passada, Sócrates encontrou-se em privado com a sua amiguinha Angela Merkel. Ninguém sabe se estiveram a “fazer amor”, ou a conversar sobre o que se passa em Portugal, mas com certeza que a situação portuguesa e as trapalhadas do governo PSD/CDS estiveram no centro da “conversinha”. 
O engraçado no meio disto tudo, é este encontro ter acontecido uma semana antes de Passos Coelho se ir encontrar com ela, o primeiro -ministro vai chegar à Alemanha e nem precisa de lhe contar nada, vai encontrar uma Merkel com um conhecimento profundo de tudo o que se passa no país.
Mas não se pense que os encontros “Filosóficos”do nosso Sócrates ficaram por Berlim. Dias antes, aterrou em Madrid, mais uma vez à frente de Passos Coelho, para ter um encontro igualmente privado com Zapatero, o seu "melhor amigo político", como Sócrates fazia questão de afirmar.
Pelos vistos, Passos Coelho está longe de poder contar, na Europa com o tratamento que davam a Sócrates, sendo recebido em regime de “económica”como ele tanto gosta……

MANIFESTAÇÃO DE PERUS EXIGE ANTECIPAÇÃO DO NATAL.


Já não havia pachorra para a ladainha da seita do neo liberalismo tuga a exigir ao Governo passista que faça, para ontem, os prometidos cortes da Despesa Pública, quando agora vem também a própria malta que vai levar com os cortes na mona queixar-se que o Governo só aumenta os impostos e os preços dos serviços, o que é verdade, e que nunca mais se resolve a, finalmente, Cortar na Despesa.

Ora Cortar na Despesa, em passês ou gasparês, quer dizer cortar na contratação de professores (já em curso), despedir trabalhadores de empresas publicas e funcionários do Estado, encerrar serviços que ainda vão prestando algum serviço útil às pessoas,vender por tuta e meia empresas lucrativas, e por aí fora sempre a abrir.

É que quanto aos benditos Cortes na Gordura do Estado, é filme que já vimos a cores e a preto e branco: anunciam o fim dos Governos Civis e vai-se a ver ficou tudo na mesma, apenas serviu para despedir 18 boys do PS o que foi rapidamente compensado com 30 nomeações para a Comissão da Troika, num dia dizem que acabam com a empresa Parque Expo para no dia seguinte nomearem uma nova Administração, na CGD o numero de administradores passa de 8 para 11, já para não falar nas nomeações para os Gabinetes do ministros, que já vão em 500 e ainda não vimos o fundo ao tacho, ou tachos.

Como consta por aí, a estratégia do Governo é começar por sacar à bruta, o que está a fazer com requintes de malvadez, para de seguida, quando o pessoal já estiver pior que estragado, puxar do superior argumento de que os sacrifícios têm de ser para todos e então começar a cortar a eito: da Saúde à Educação, dos Salários e Pensões aos serviços das Autarquias.

Tudo com a sempre prestimosa colaboração da alegada comunicação social, e o aplauso frenético não só dos Amorins, Belmiros, Salgados & Cia, mas também de muito daquele pessoal que está mal, mas o que ainda lhes dá algum consolo na vida é saber que há outros que vão ficar piores do que eles.

ASSUNÇÃO ESTEVES – Presidente da Assembleia da República -Reformou-se aos 42 anos de idade…cansada…muito cansada… -

Bandeira Humorística da República Bananeira

ASSUNÇÃO ESTEVES – Presidente da Assembleia da República


Reformou-se aos 42 anos de idade…cansada…muito cansada…

Quadro do partido laranja, e pelo seu partido escolhida para o cargo mais alto da representação do Estado, a seguir ao presidente da República. Aqui se denuncia uma ética política, aqui se denuncia um açambarcamento faccioso, aqui se denuncia uma mentalidade de rapina.

Uns têm que trabalhar até aos 65 anos com reformas  cortadas em 20%, mesmo que tenham descontado para a reforma  durante 40 anos ou mais. São os trabalhadores portugueses, o grosso da população, a classe mais débil, a mais necessitada, a que deveria de ter mais apoios do Estado. Aquela que tudo produz!

Esta personagem importante da quadrilha que governa Portugal, reformou-se aos 42 anos, com 2.445€/mês, após 10 anos de trabalho.

Os portugueses todos, têm de ganhar a consciência que esta canalha de gente nos destruirá. Dizimar-nos é o objectivo central do grande capital financeiro. Fá-lo-ão de qualquer maneira, sabedores que são, que o seu sistema político não lhes resolve o problema de enriquecimento ilícito ao mesmo tempo acompanhado de algum bem-estar social de décadas atrás. O capitalismo tem como meta a atingir a dominação total dos povos e reduzi-los a uma nova forma de escravatura.

PAUL ELOUARD – “É preciso voltar a despertar veredas, a descerrar caminhos, a extravasar as praças e a gritar o teu nome – LIBERDADE” 




Hugo Chavez, presidente da Venezuela (foto AP)
Chavez bate recorde com mais de dois milhões de seguidores no Twitter


O presidente venezuelano bateu esta quinta-feira o recorde dos chefes de Estado da América Latina com maior número de seguidores no Twitter, depois de ultrapassar os dois milhões na sua conta @chavezcandanga.

«+Epa+, chegámos aos 2 milhões! E p´ra frente vai Chavezcandagana!», escreveu Hugo Chavez na sua conta, onde serão publicadas por dia 11 mil mensagens, de acordo com Ysmael Serrano, que gere a sua conta.

Criada em Abril, a conta de Hugo Chavez superou a dos seus homólogos do México (952 mil seguidores), argentina (600 mil), Chile (530 mil) e Equador (71 mil). Através daquela rede social, o presidente venezuelano informa sobre a designação ou substituição de ministros, saúda outros presidentes e fala do seu estado de saúde.

«Olá, meus +candangueros+ e +candangueras+ [como designa os seus seguidores]. Aqui vou, rumo ao meu terceiro dia de quimioterapia. Tudo corre bem, sairei desta também! Viveremos e venceremos», afirmou a partir do Hospital Militar de Caracas, onde se encontra por motivos de tratamento de um cancro.
a Bola.pt

ESTE TANTO DOBRA COMO REPICA ! -Macário quer redução de deputados na Assembleia da República


Macário quer redução de deputados na Assembleia da República
01-09-2011

O presidente da Câmara de Faro, Macário Correia, disse hoje que o esforço de reforma administrativa do país deve ser repartido entre os poderes local e central, sugerindo uma redução do número de deputados no Parlamento.  
 
“Se o Governo quer reduzir os eleitos a nível local, porque não reduz também o número de deputados na Assembleia da República, sendo que metade não fazem rigorosamente nada?”, questionou.
“Haverá toda a boa-vontade da nossa parte em reduzir os eleitos e, porventura, as chefias, mas essa boa medida deve ser articulada com os restantes setores, para que haja coerência e força moral nisto”, afirmou Macário Correia, comentando a possibilidade de o Governo vir a reduzir o número de vereadores nas câmaras, avançada hoje pelo ministro-adjunto do primeiro-ministro, Miguel Relvas.
O autarca lembrou ainda que o setor empresarial do Estado “tem gente que ganha dezenas de milhares por mês, à frente de empresas públicas com resultados desastrosos” a nível das contas públicas.
“Não sei o que o pensa o Governo fazer acerca disto”, referiu, defendendo que “a crise deve ser paga por todos”.
O atual executivo pretende executar, até julho de 2012, uma reorganização da administração local que visa colocar limites aos dirigentes superiores e intermédios nos municípios.
Medidas como a redução do número de vereadores, reforço dos poderes de fiscalização das assembleias ou a alteração do método de eleição estão previstas na nova Lei Eleitoral Autárquica que o Governo quer ver aprovada.
Observatório do Algarve

AMOR MATINAL




O orvalho poisa nas pétalas
O rio é inundado por bolhas de chuva quente
Pérolas da madrugada grisalha
Uma truta acorda
Volteia
Esgueira-se na corrente das doces águas
Os insectos acordam curiosos
Rodeiam tudo o que é movente
Olho-te a meu lado
Corpo alado e sereno
Juntemos os nossos corações
De novo nesta manhã

Faremos florescer a orquídea selvagem

blog José Maria Alves

Governo Passos/Portas – Apenas uma opinião...


Aquilo não é um governo. Aquilo não passa de um bando acanalhado de gente sem vergonha e sem competência. Mais uma vez, anunciaram com grande pompa uma conferência em que seriam revelados os cortes no desperdício e “gordura”, cortes na despesa como não se via há cinquenta anos... e, mais uma vez também, o que foi anunciado foram mais impostos, mais austeridade, mais estagnação, mais desemprego, mais sacrifícios... mesmo que mediocremente disfarçados com umas migalhas de “solidariedade” por parte dos mais endinheirados. Mais uma vez deixando de fora os realmente mais endinheirados. Mais uma vez, deixando de fora os grandes grupos económicos, o jogo da bolsa, o capitalismo de casino. Mais uma vez, mentindo descaradamente! Ainda e sempre, cumprindo à risca os ditames dos gangsters do capital sem pátria.
Como das vezes anteriores, aquilo que sofre novos cortes é a qualidade e o nível de vida de todos os que não têm como ludibriar o fisco: aqueles que vivem exclusivamente do seu trabalho, ou aqueles que já trabalharam durante uma vida inteira e não merecem ficar, indefesos, à mercê desta quadrilha.
Tudo anunciado naquele tom voz, já insuportável, do ministro das Finanças. Monocórdico, sem expressão, sem alma, sem um sentimento, sem esperança...
Ah... e não sei se já tinha dito... aquilo não é um Governo! Aquilo não passa de um bando acanalhado de gente sem vergonha e sem competência...