AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


segunda-feira, 2 de maio de 2011

montagem da foto de bin Laden feita no photoshop diz o jornal espanhol El Mundo


bin LADEN FOTOS DA MORTE SÃO UMA FARSA


"Bin Laden" Fotos da morte é falsa; confira as provas

Foto de Bin Laden morto é falsa; confira as provas
Canais de televisão do Paquistão retiraram do ar nesta segunda-feira (2) imagens do suposto corpo de Osama Bin Laden, após a divulgação de que a foto era falsa.

A fotografia de um homem barbado com a cara ferida teria sido disponibilizada pelo exército do Paquistão, segundo o canal local Geo TV, primeiro a divulgar a imagem. Vários canais haviam mostrado a foto 'não confirmada' do rosto ensanguentado de Bin Laden após os Estados Unidos terem anunciado que ele havia sido assassinado. Entretanto, a imagem não passava de uma montagem feita no Photoshop.
Foto de Bin Laden morto é falsa; confira as provas
'Era uma imagem falsa, ela já havia circulado na internet em 2009', afirmou Rana Jawad, diretor do canal Geo TV de Islamabad.



A foto de Osama Bin Laden já morto, que tem circulado esta segunda-feira pela Internet, depois do anúncio da sua morte pelos EUA, é afinal uma farsa.

A imagem resulta de uma montagem a partir de uma outra fotografia onde se vê um homem ensanguentado, com um olho branco semi-aberto, que já circula na Internet há dois anos, segundo o jornal «The Guardian» que publica, lado a lado, as duas imagens.

A suposta derradeira fotografia de Bin Laden foi divulgada por uma televisão paquistanesa e rapidamente se difundiu por outras televisões em todo o mundo e por inúmeros sites informativos.

Entre eles estão as primeiras páginas do Times, Telegraph ou Sun, embora a imagem tenha sido rapidamente removida, depois de a falsificação ter sido dada a conhecer no Twitter.

A falsa fotografia foi publicada por um jornal do Médio Oriente ainda em Abril de 2009, sendo que o editor da publicação disse não ser possível «determinar se a foto é verdadeira ou não».

Certo é que, desde então, a imagem tem sido dada por uma série de fóruns como verdadeira. Mas, atentendo ao anúncio de Barack Obama, Osama Bin Laden só agora foi capturado e morto.




Barak Obama anuncia que EUA mataram Bin Laden no Paquistão

Quase dez anos depois dos atentados de 11 de setembro, o presidente norte-americano, Barack Obama, anunciou na madrugada desta segunda-feira (2) que forças dos Estados Unidos mataram o fundador e líder da rede Al Qaeda, Osama Bin Laden.

Em pronunciamento ao vivo pela televisão, às 23h35 deste domingo (1º) em Washington (0h35 de segunda-feira no Brasil), Obama afirmou que Bin Laden foi morto em uma operação no interior do Paquistão.
Leia também 
"Nesta noite, posso relatar ao povo americano e ao mundo que os Estados Unidos conduziram uma operação que matou Osama Bin Laden, o líder da Al Qaeda, um terrorista que é responsável pelo assassinato de milhares de homens, mulheres e crianças inocentes", disse o presidente americano.

O líder da Al Qaeda era acusado de comandar dezenas de atentados, incluindo as explosões em duas embaixadas americanas no Leste da África em 1998 e os ataques de 11 de setembro de 2001, que mataram cerca de 3 mil pessoas no World Trade Center, em Nova York, e no Pentágono, em Washington.

Bin Laden ocupava o primeiro lugar na lista de criminosos mais procurados pelos Estados Unidos, e as forças americanas tentavam capturá-lo desde antes de 2001.

Segundo Obama, a operação que levou à morte de Bin Laden foi autorizada por ele na semana passada, após vários meses de coleta de informações de inteligência.

O presidente disse que, em agosto do ano passado, "depois de anos de trabalho meticuloso" da inteligência americana, foi informado sobre pistas que poderiam levar a Bin Laden. Ele informou que manteve diversos encontros com sua equipe de segurança e que novas informações indicaram que Bin Laden estaria escondido em um complexo no interior do Paquistão.

Segundo Obama, a operação foi conduzida por uma "pequena equipe de americanos" e não houve civis feridos. "Depois de uma troca de tiros, eles mataram Bin Laden e assumiram a custódia de seu corpo", acrescentou.

A operação policial-militar que levou à morte de Osama Bin Laden é reveladora de que além do Iraque e Afeganistão, os Estados Unidos estão militarmente presentes no Paquistão, país constantemente atacado pelos aviões não tripulados “Drone”.

Segundo as agências estadunidenses, o corpo de Bin Laden foi atirado ao mar, depois de uma cerimônia que seguiu os preceitos muçulmanos.

As autoridades norte-americanas justificaram o enterro no mar informando que seria difícil encontrar um país que aceitasse receber o corpo de um dos mais procurados líderes extremistas do mundo.

Ex-presidentes
Em curta nota oficial, o ex-presidente norte-americano George W. Bush afirmou nesta segunda-feira (2) que a morte do líder e fundador da Al Qaeda, Osama Bin Laden, é uma vitória, mas lembrou que “a luta contra o terrorismo não deve acabar”. Os atentados de 11 de setembro de 2001 ocorreram durante o governo Bush.

Antecessor de Bush na Presidência dos Estados Unidos, o ex-presidente Bill Clinton destacou que a morte de Bin Laden representa para o mundo “um futuro comum de paz e de liberdade”.

Ambos os ex-presidentes tiveram seus mandatos marcados pelas guerras de agressão ao Iraque. George W. Bush, além de ter invadido o país árabe pela segunda vez, ocupou o Afeganistão em outubro de 2001, onde até hoje permanecem tropas invasoras dos Estados Unidos e da Otan, em nome da “luta contra o terrorismo”.

Governo paquistanês

O governo do Paquistão confirmou na manhã desta segunda a morte de Bin Laden. De acordo com a Chancelaria, o fato reafirma o desejo do Paquistão, cujos serviços vêm sendo acusados de estar em contato com rebeldes afegãos, de lutar contra o terrorismo.

“Temos estabelecido sistemas extremamente efetivos para compartilhar informações de inteligência com outras agências do mundo, inclusive com as dos Estados Unidos. Continuaremos apoiando os esforços internacionais contra o terrorismo”, informou a Chancelaria.

Pelo conteúdo do comunicado, descarta-se que os militares paquistaneses tenham tido participação na operação que matou Osama Bin Laden.

Pouco depois da morte de Bin Laden ser anunciada publicamente, o presidente Zardari se reuniu com o primeiro ministro, Yousuf Raza Gilani, e com o alto comando do exército, mas até o momento, não foram divulgadas mais informações sobre o encontro.

Repercussão internacional
Diversos líderes políticos internacionais, entre eles o presidente francês Nicolás Sarkozy, o primeiro-ministro britânico, David Cameron e a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, comemoraram a morte de Bin Laden. Todfos de uma ou outra forma também disserram que a morte de Bin Laden não pode ser compreendida como o fim do combate ao terrorismo no mundo.

CGTP ANUNCIA NOVAS MANIFESTAÇÕES DE PROTESTO CONTRA A INGERÊNCIA DO FMI

http://cgtp.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=2063 CALQUE NO LINK S.F.F.

POLÍTICA DA ROLHA E DA CENSURA !

O DESENVOLTURAS E DESACATOS FOI VÍTIMA DE CENSURA NA PUBLICAÇÃO DAS IMAGENS DA CARGA POLICIAL EM SETÚBAL NO DIA 1º DE MAIO.
AQUI MANIFESTO O MEU REPÚDIO E VEEMENTE PROTESTO POR ESTE ATAQUE Á LIBERDADE DE EXPRESSÃO E INFORMAÇÃO.
ESTE NÃO É O PORTUGAL DE ABRIL ONDE A CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA PROÍBE A CENSURA !

Frutos de Abril - poema de António Garrochinho

Traquinices

 era um menino mauzão, de olhar esguelha
mimado, embirrento, de mau humor, já refractário
roubou dum canteiro, um cravo vermelho
e jogou-o aos peixes do seu aquário
depois, foi brincar, muito sonsinho
com outros meninos de cravo ao peito
pedia-lhesas flores, fazia beicinho
se me desses o teu cravo, fazia-me jeito
nenhum - dos catraios - lhe ofereceu a flor
e o menino zangado não jogou á bola
foi para casa , cheio de rancor
com ideias más no centro da " tola "
dirigiu-se ao aquário a todo o vapor
com ideias sinistras no pensamento
colocaria o cravo no grelhador
matá-lo-ia naquele momento
travessuras de puto, ideias " maganas "
chegado ao aquário ficou sem jeito
todos os peixes tinhas nas barbatanas
um cravo vermelho, fresco e perfeito
POEMA TEMPERAMENTAL

Ó caralho! Ó caralho!
Quem abateu estas aves?
Quem é que sabe? quem é
... que inventou a pasmaceira?
Que puta de bebedeira
é esta que em nós se vem
já desde o ventre da mãe
e que tem a nossa idade?
Ó caralho! Ó caralho!
Isto de a gente sorrir
com os dentes cariados
esta coisa de gritar
sem ter nada na goela
faz-nos abrir a janela.
Faz doer a solidão.
Faz das tripas coração.
Ó caralho! Ó caralho!
Porque não vem o diabo
dizer que somos um povo
de heróicos analfabetos?
Na cama fazemos netos
porque os filhos não são nossos
são produtos do acaso
desde o sangue até aos ossos.
Ó caralho! Ó caralho!
Um homem mede-se aos palmos
se não há outra medida
e põe-se o dedo na ferida
se o dedo lá for preciso.
Não temos que ter juízo
o que é urgente é ser louco
quer se seja muito ou pouco.
Ó caralho! Ó caralho!
Porque é que os poemas dizem
o que os poetas não querem?
Porque é que as palavras ferem
como facas aguçadas
cravadas por toda a parte?
Porque é que se diz que a arte
é para certas camadas?
Ó caralho! Ó caralho!
Estes fatos por medida
que vestimos ao domingo
tiram-nos dias de vida
fazem guardar-nos segredos
e tornam-nos tão cruéis
que para comprar anéis
vendemos os próprios dedos.
Ó caralho! Ó caralho!
Falta mudar tanta coisa.
Falta mudar isto tudo!
Ser-se cego surdo e mudo
entre gente sem cabeça
não é desgraça completa.
É como ser-se poeta
sem que a poesia aconteça.
Ó caralho! Ó caralho!
Nunca ninguém diz o nome
do silêncio que nos mata
e andamos mortos de fome
(mesmo os que trazem gravata)
com um nó junto à garganta.
O mal é que a gente canta
quando nos põem a pata.
Ó caralho! Ó caralho!
O melhor era fingir
que não é nada connosco.
O melhor era dizer
que nunca mais há remédio
para a sífilis. Para o tédio.
Para o ócio e a pobreza.
Era melhor. Concerteza.
Ó caralho! Ó caralho!
Tudo são contas antigas.
Tudo são palavras velhas.
Faz-se um telhado sem telhas
para que chova lá dentro
e afogam-se os moribundos
dentro do guarda-vestidos
entre vaias e gemidos.
Ó caralho! Ó caralho!
Há gente que não faz nada
nem sequer coçar as pernas.
Há gente que não se importa
de viver feita aos bocados
com uma alma tão morta
que os mortos berram à porta
dos vivos que estão calados.
Ó caralho! Ó caralho!
Já é tempo de aprender
quanto custa a vida inteira
a comer e a beber
e a viver dessa maneira.
Já é tempo de dizer
que a fome tem outro nome.
Que viver já é ter fome.
Ó caralho! Ó caralho!

Ó caralho!
JOAQUIM PESSOA

CANTO ANDARILHO NO DIA 1º DE MAIO 2011 EM ESTOI. HOJE DIA 2 DE MAIO A FESTA DA PINHA




CANTO ANDARILHO NO 1º DE MAIO DE 2011 EM ESTOI.

1º Maio: três feridos em incidentes em Setúbal

por Agência Lusa , Publicado em 01 de Maio de 2011
Dia do trabalhador no Porto
Confrontos entre um grupo anarquista e forças de segurança no Largo da Fonte Nova, em Setúbal, resultaram em três feridos e várias pessoas identificadas pela PSP, disseram à Lusa fontes policiais e do Hospital São Bernardo.

O grupo constituído por alguma dezenas de anarquistas, que trajavam de negro, seguiu de perto o tradicional desfile do 1.º de Maio da União de Sindicatos de Setúbal (USS), afeta à GGTP, que partiu da Praça de Quebedo em direção à avenida Luísa Todi, mas, segundo fonte sindical, não se registaram incidentes.

Segundo a mesma fonte, a partir de determinada altura os anarquistas acabaram por seguir outro percurso, em direção ao Largo da Fonte Nova.

Fonte policial adiantou que os incidentes terão começado quando as forças policiais chegaram ao local e foram recebidas com o arremesso de vários objetos, depois de terem sido alertadas por populares para o barulho e para alguns comportamentos menos próprios dos anarquistas.

“Os elementos da PSP tiveram de efetuar alguns disparos de shot-gun”, confirmou à Lusa um porta-voz da corporação, admitindo a possibilidade de haver alguns feridos ligeiros.

O Gabinete de Comunicação do Hospital São Bernardo confirmou à Lusa que deram entrada no serviço de urgência três pessoas que terão sofrido alguns ferimentos ligeiros, alegadamente nos incidentes que ocorreram na Fonte Nova, mas adiantou que já todos tiveram alta.
 Contactado pela Lusa, um dos participantes no que classificou como uma "manifestação anti-capitalista" e que pediu o anonimato, disse que no final do protesto, "chegou um carro de patrulha da polícia que pediu para baixar [o som] da música que vinha da mala de um carro e pediu identificação a algumas pessoas que não se quiseram identificar".
Entretanto, prosseguiu, "chegou um carro da polícia de intervenção" ao Largo da Fonte Nova. "Tinham armas de balas de borracha e armas reais, gás pimenta e cassetetes", tendo a polícia e os manifestantes entrado em confrontos.
"Foi um cenário desmesurado para o que se estava a passar", concluiu.