AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


sábado, 26 de março de 2011

CGD na mira da direita !


A CGD na mira da direita

Poucos dias depois da apresentação do pedido de demissão por parte do Governo PS, Passos Coelho começa a mostrar ao que vem.

Primeiro foi a admissão da possibilidade de aumentar o IVA, exactamente o contrário do que há alguns meses atrás dizia, depois ainda mais surpreendente a afirmação que hoje fez de admitir a possibilidade de se proceder à privatização da CGD.

O PS deixa o país em tal Estado que a direita aqui corporizada nas afirmações de Passos Coelho não tem qualquer problema em por em cima da mesa o aumento dos impostos e até mesmo a privatização da CGD.

Vale a pena lembrar que a CGD é hoje o único grande grupo financeiro que ainda se mantem integralmente nas mãos do Estado e que a direita já várias vezes manifestou veladamente a vontade de a privatizar.

Os elevados níveis de endividamento público atingidos pelo nosso país parecem ser o argumento de que a direita necessitava para avançar com esta proposta.

Vale a pena lembrar, perante estas intenções, que ao contrário do que afirmam os defensores das privatizações no nosso país, as muitas privatizações efectuadas desde 1989 não conduziram à redução da nossa Dívida Pública.

Se em 1989 a Dívida Pública representava cerca de 54% do PIB, hoje 22 anos depois esse nível é de pelo menos cerca de 83%. Entretanto sectores estratégicos da nossa economia, como o sector financeiro, o sector das telecomunicações, o sector da energia, o sector do papel e pasta de papel, o sector cimenteiro foram quase integralmente privatizados e entregues às grandes famílias monopolistas nacionais associadas com capitais estrangeiros.

Passos Coelho prepara-se pois para avançar com o pouco que ainda falta privatizar, isto se os portugueses com o seu voto o permitirem.

ONDE ANDA O NOSSO DINHEIRINHO !


Título de notícia do PÚBLICO:


Equivale a 130 anos de trabalho com salário mínimo nacional!!!!!!

A isso há que acrescentar o que recebeu da Caixa Geral de Depósitos, os «robalos» que o sucateiro Manuel Godinho lhe ofereceu, os lucros do monte alentejano preparado com a «ajuda» dos técnicos do GEPI, a reforma por ter sido secretário de Estado, no MAI, etc.

Enfim, é um homem de sucesso, à semelhança de muitos outros políticos

Mas… devemos estar felizes pela forma como os bancos usam o dinheiro dos nossos depósitos (Não será melhor guardar o dinheiro na gaveta???) e o dos nossos impostos cada vez mais pesados !!!!!!!!!!!.

AQUELE DA CASA DE BANHO FARAÓNICA ! o ex-ministro Carrilho anda numa fona ! procura tacho !


EM 2003 12 MIL CONTOS PARA RESTAURARAR O WC !
 Com o PS no poder, uma notícia envolvendo outra casa de banho dominou as primeiras páginas dos jornais. Desta vez, o "Tal & Qual" assegurava que o ministro da Cultura, Manuel Maria Carrilho, gastara mais de 12 mil contos na remodelação do WC do seu gabinete. Em declarações ao jornal, o então seu assessor de Imprensa, Luís Bernardo, explicou a necessidade de remodelar as instalações: "É preciso haver condições de trabalho, nós nem podemos ir à retrete !


foto da net

Manuel Maria Carrilho – Um príncipe do “Jet-Seis”

O marido da apresentadora de concursos e ex-modelo Bárbara Guimarães, o Dr. Manuel Maria Carrilho, também ele ex-ministro de António Guterres, ex-embaixador junto da UNESCO, agora filósofo a tempo inteiro e comentador televisivo, anda numa lufa-lufa de atividade política. Infelizmente, a atividade política vai num único sentido: disparar sobre Sócrates.
Segundo o Dr. Carrilho, Sócrates é «o único responsável da crise», «esteve seis anos no poder e o país está como está», «não se pode queixar de ninguém a não ser de si próprio», tem que ser «responsabilizado», em suma, devia comportar-se como homem de estado e «dar provas de desprendimento do poder» no PS, e por aí fora...
E dizem vocês: mas então o homem não tem razão?
Tem! Só que teria bastante mais razão se tudo isto que agora diz fosse resultado de uma qualquer convicção e não uma simples “epifania” tardia, ocorrida apenas depois de ter sido afastado do cargo de embaixador junto da UNESCO, afastamento de que culpa diretamente José Sócrates.
Portanto, assim, não é uma voz discordante dentro do partido e tampouco uma alternativa. É apenas um homenzinho ressabiado pela perda de um cargo vistoso e certamente bastante lucrativo, que tenta destruir um adversário no momento em que o pressente mais frágil. É pequenino!
por Samuel
blog O Cantigueiro

Procol Harum - Grand Hotel [1974].

....








Procol Harum - Grand Hotel -2006



esta é versão de 2006

ASAE SÓ VÊ O QUE QUER E O QUE LHE MANDAM !


fotos retiradas da net por António Garrochinho

Sexta-feira, 25 de Março de 2011


ASAE levanta auto a comerciantes de peixe nos Mercados de Olhão!


Fiscais da A.S.A.E. levantaram vários autos a comerciantes de peixe, nos mercados de Olhão por o local de captura do peixe estar indicado como sendo Portugal, em vez de indicar como zona de captura o Atlântico Nordeste.
Será que o fiscal da ASAE sabe alguma coisa de geografia? As águas de Portugal não ficam no Atlântico Nordeste?
Esse fiscal não terá visto, por acaso em cima de certas bancas, penas, palhas e excremento dos pardais que continuam a fazer ninho no telhado dos Mercados de Olhão? Ou será que só tem ordem para ver o que lhe mandam?
A A.S.A.E. também não faz nada em relação ao esgoto sem tratamento, que descarrega na Docapesca em Olhão, quando se sabe que essa água é usada na descarga do pescado que depois é consumido por todos nós.
O IPTM devia fazer a monitorização das águas da Docapesca mas já informou por escrito que não o faz.
Na lota de Quarteira, não se deixa os compradores de peixe tocarem no peixe com as mãos argumentando perigo para a saúde pública. O que será pior para a saúde pública, uma tabuleta a informar que o peixe foi capturado em Portugal, em vez de Atlântico Nordeste ou usar água contaminada para a descarga do pescado? Será que as autoridades têm ordens para fechar os olhos aos esgotos tóxicos que são descarregados diariamente na Ria Formosa, nomeadamente na doca de Olhão? Mas que raio de autoridades são essas?
pub por Costa
blog Olhão Livre

EDITH PIAF DIZ QUE O QUE FAZ FALTA É DAR PODER Á MALTA !!!







dddd