AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Documentário: "Forest in a Bottle" on Vimeo

Documentário: "Forest in a Bottle" on Vimeo MONTADO ALENTEJANO - CORTIÇA E VIDA -SELVAGEM -calque no link AMARELO do vídeo VIMEO

Mais um "bispo" para muitos peões.*

Se há coisa que me tira do sério é ver trabalhadores, assalariados, explorados, juntarem-se aos milhares em grandes auditórios e pavilhões, para escutar discursos dos patrões... e aplaudi-los como se estes fossem estrelas do espetáculo. É uma imagem patética: “vamos aumentar os lucros em “n” milhões” (aplausos) “vamos abrir mais um call-center a pagar 500 euros a licenciados” (mais aplausos) “comprei um quadro para o meu gabinete, por um milhão de euros” (ainda mais aplausos) “montei um apartamento no Parque das Nações à minha amante” (aplausos frenéticos).
Deve haver uma qualquer mensagem subliminar nos discursos dos patrões, que nós não conseguimos descodificar, mas que os faz aplaudir tudo. Mesmo que as frases do patrão já viessem “traduzidas”, tipo: “O nosso gabinete de Planeamento Fiscal conseguiu desviar para um offshore, 50 milhões de euros que teríamos que pagar de impostos, impostos esses que iriam servir para para financiar os serviços de segurança pública, transportes, estudos dos vossos filhos, cuidados de saúde para vós e para os vossos pais e avós... mais as suas pensões, etc.,”... mesmo assim, o aplauso seria frenético. Tudo pela empresa! Nada contra a empresa!
Ainda há poucos anos, estas manifestações de seitas seguidoras da “Teologia de Mercado”, estavam confinadas aos EUA... mas, desgraçadamente, já vão tendo congregações espalhadas por todo o mundo.
E assim chegamos à reunião de alguns milhares de “fieis” do Millennium BCP, que teve lugar no Pavilhão Atlântico. Aí, perante os entusiásticos aplausos dos “colaboradores” do maior banco privado português, o “sumo sacerdote” da seita anunciou a contratação milionária, pelo banco, do treinador de futebol José Mourinho... não desvendando quantos milhões estão envolvidos nessa contratação. Mourinho, como já se pode ver por aí, é a nova “cara” do Millennium BCP. Diz o “sumo sacerdote” e diz o próprio José Mourinho, que se trata de apoiar e, sobretudo, motivar a “equipa”.
Depois de anunciar a milionária aquisição, o “sumo sacerdote” informou os milhares de “fieis” do facto de não irem receber os seu esperados bónus pelos resultados do ano passado... apesar dos fabulosos lucros do banco.
Espero que todos os cerca de sete mil papalvos se tenham sentido suficientemente apoiados e, sobretudo, muito motivados!
* Post dedicado aos muitos milhares de trabalhadores bancários que não vão para lado nenhum aplaudir os patrões.

Banda Semente: Rock Português em Faro

Jovens, ambiciosos, empenhados e apaixonados pelo que fazem e pelas suas vidas, estes nossos amigos entregam-se de corpo e alma a mais um projecto. Estaremos com eles e publicaremos aqui todas as notícias referentes a este novo menino, acabado de inaugurar!


«O empenho e a paixão pela música fez-nos lançar esta “Semente” à terra.
Desejamos que ela seja uma “Semente” germinando, na criação dos nossos temas e dos nossos sonhos, procurando que o nosso trabalho tenha a essência e o toque trovadoresco que existe na música portuguesa.
O Miguel, o Nelson, O João e o Filipe, são os elementos da “Semente”que pretendemos que cresça e se fortaleça com o aplauso de todos vós!»

PSD E MOÇÃO DE CENSURA

Depois de duas horas de reunião da comissão política do PSD, o vice-presidente Diogo Leite Campos foi o único elemento que falou aos jornalistas. Sem levantar todo o pano sobre as conclusões do encontro, deixou escapar, contudo, que a abstenção dos sociais-democratas sobre a moção de censura será «inevitável».

Pergunta dos jornalistas: confirma a abstenção? Resposta do vice-presidente do PSD: «Penso que será inevitável» .

«Esta moção morreu desde o começo, porque o BE não está a apresentar uma moção de censura ao Governo, o BE está a apresentar uma moção de confiança», apontou, dizendo que o seu partido «não pode alinhar em disparates».

Diogo Leite Campos salientou ainda que esta moção abriu espaço para o PS se «vitimizar».

«Nós não queremos ser postos ao barulho num caso que não nos interessa», afirmou. «Não participamos em jogos políticos dos outros».

Antes da reunião, Miguel Macedo já tinha dado a entender que esta seria a conclusão da comissão política do partido, que será tema de uma reunião com o grupo parlamentar do PSD, esta tarde, no Parlamento.

Calque no linque abaixo e veja o mar da Nazaré ao som de rock

Garret Macnamara e Gregório na Nazaré - Novembro 2010
http://vimeo.com/16473570
About this video:
"The North Canyon 2010"