AVISO


OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS
NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturas e desacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá
obviamente, da minha aprovação que depende
da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não
contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente
com a excepção dos que o sistema considere como
SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam
a apologia do racismo, xenofobia, homofobia
ou do fascismo/nazismo.


sábado, 26 de novembro de 2011

Parabéns SEM PUDOR!

Ontem falava em mata-lo. A quem? Ao desejo, “tinha de ser” dizia, “tem de ser, agora tem de ser, não só porque tem de ser mas porque é o que faz sentido agora”. E hoje os sentidos acordam, está ali, aqui, um homem, que me acorda o desejo e numa fracção de segundos nasce uma fantasia e logo a seguir o sorriso, logo a seguir nasce o sorriso da evidência dos sentidos que não podem ser castrados, apenas, harmonizados. Penso nas fantasias marcadas na agenda dos atrevidos “que bom que é poder dar vida ao pensamento” disse num sorriso partilhado, “que bom que é sonhar assim” dissemos entre a loucura própria de se ser amiga. “O que for será, valerá pelo que for vivido” disse, “E o que já é, vale pelo agora, poder partilhar a nossa vida em uníssono” disse-nos uma linda mulher.

Comemorar o desejo. Parabéns ao desejo que nasceu de nós! Parabéns SEM PUDOR, blog com um ano de vida!

Castrar? Quem? O quê? Condeno a mentira para magoar, para ofender não a omissão por respeito ao outro. Condeno a falta de honestidade não a frontalidade por amor ou por amizade. Condeno querer tudo para si e não permitir nada aos outros. Condeno a arrogância sem tolerância. Condeno o não querer bem nem a si, nem a ninguém.

Agora desejo, amor, tesão, paixão, amizade SEM PUDOR sempre.

Sem comentários:

Enviar um comentário