AVISO

OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS
NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturasedesacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá, obviamente, da minha aprovação que depende da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente, com a excepção dos que o sistema considere como SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam a apologia do racismo, xenofobia, homofobia ou do fascismo/nazismo.


sábado, 26 de novembro de 2011

Madeira – Independência sim, separatismo não!






Com uma História, uma identidade, uma língua e uma cultura próprias e distintas, o povo ibérico da Catalunha tem sentimentos bastante “fortes” quanto à sua “pertença” à Grande Espanha. Sobre esse problema, tem tomado as mais diversas atitudes, sobre as quais só poderá tomar partido (a estar interessado em tal) quem conheça minimamente aquela realidade.
Uma das palavras de ordem do povo catalão, criada com o acerto que cada um ache por bem atribuir-lhe, é: “Independência sim, separatismo não!”
Inspirado pelo grande paralelismo histórico entre a Catalunha e a Madeira, já que são sobejamente conhecidas tanto a História, como a cultura, como a língua daquele arquipélago, História, cultura e língua que o distinguem, radicalmente, do todo que é Portugal... um tal Miguel Sousa, que conseguiu chegar a vice-presidente do PSD-Madeira, depois de recitar várias das baboseiras típicas de Jardim, sobre o “contenente” e o “colonialismo” de Lisboa, decidiu adoptar a tal palavra de ordem catalã... e aí vai disto: 

...o que, podendo parecer uma coisa ridiculamente triste, é afinal um sinal de esperança para quase todos os grandes imbecis, que assim vêm provada a sua chance de também poderem chegar a lugares e cargos normalmente considerados importantes.

Sem comentários:

Enviar um comentário