AVISO


OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS
NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturas e desacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá
obviamente, da minha aprovação que depende
da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não
contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente
com a excepção dos que o sistema considere como
SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam
a apologia do racismo, xenofobia, homofobia
ou do fascismo/nazismo.


sábado, 26 de novembro de 2011

De vez em quando... uma boa notícia


Alfredo Astiz, oficial da Marinha, responsável pelo desaparecimento de milhares de argentinos opositores à sangrenta ditadura militar que durou de 1976 a 1983. Estes “desaparecidos” foram sistematicamente detidos, torturados e assassinados. Ficou conhecido como “Anjo Loiro da Morte”.

Gabava-se publicamente de «ser o melhor homem da Argentina a matar políticos e jornalistas».
O novo poder judicial (e político) argentino entendeu ser seu dever cívico e patriótico julgar estes animais selvagens. Este, particularmente, foi condenado a prisão perpétua. Espero que tenha uma vida longa.
De vez em quando... uma boa notícia. Para variar... que diabo!

Sem comentários:

Enviar um comentário